Language

Nossa História

Veja também:
1984

Na sociedade atual percebe-se que a mulher vem aprendendo a lidar melhor com os problemas e mantém-se em contínua busca por novos aprendizados. Já é visível sua efetiva presença e, em alguns casos liderança, em empresas e grupos governamentais e privados. As mulheres vêm progressivamente, ao longo dos anos, participando da construção de uma sociedade mais justa para um mundo melhor e mais equilibrado.

E com esse espírito inovador e empreendedor a fundadora do Grupo MjC|Textília, a empresária Maria José de Carvalho, em meados dos anos 1984, iniciou a gestação desse forte grupo editorial através da criação de publicidade e pesquisa de mercado para a indústria de bens de capital, um importante segmento de mercado mas pouco explorado pelas agências de propaganda tradicionais. Percebendo a necessidade de expansão tecnológica do setor têxtil brasileiro decorrente da globalização que já se anunciava, estabeleceu na época a EBT - Editora Brasil Têxtil, especializada no setor e cujo primeiro título foi a Revista Textília - Têxteis Interamericanos, publicada em 1991.

1990

Com o objetivo de integrar toda a cadeia produtiva têxtil brasileira por meio de mídia especializada, a editora iniciou uma longa pesquisa setorial com a emissão de quase 10 mil questionários. Como primeira ação resultante desse trabalho, em 1993 foi lançado o Fluxo de Produção da Cadeia Têxtil ® e, nesse mesmo ano, a Revista Textília passou a ser editada nos idiomas português e espanhol, visando atender toda a América Latina.

Com base na pesquisa setorial, em 1994 surgiu o Guia QPQ – Quem Produz o Quê na Cadeia Têxtil ®, voltado aos segmentos de Fibras e Fiação. Nesse mesmo ano o mundo assistia, maravilhado, a chegada da era digital, e então foi disponibilizada para o mercado o BULLETIN BOARD SYSTEM - (BBS), em parceria com a Universidade de Minho, Portugal, e com a Rhodia Poliamida no Brasil. Esta infovia tornou-se o ponto de partida para a estruturação do futuro portal Textília Net.

Percebendo a necessidade de integrar ainda mais a cadeia têxtil por meio de informação segmentada, lançou o Jornal Textília Press, voltado para o setor confeccionista com conteúdos e informações de mercado, tendências e direções e cobertura dos principais eventos e salões do setor têxtil e vestuário, nacionais e internacionais. Nesse mesmo período foi lançada a 2ª edição do Guia QPQ com abrangência aos setores de Tecelagem e Malharia.

Em 1996 a mídia eletrônica evoluiu no Brasil e foi colocado no ar o site www.textilia.net, contendo toda a base de dados acumulada nos últimos cinco anos, passando a constituir-se na primeira mídia a disponibilizar on line os desfiles das Semanas de Moda nacionais. O Jornal Textília Press, já considerado uma das importantes mídias profissionais no universo da moda passou a fazer cobertura completa da principal semana de moda brasileira: Semana Morumbi Fashion. Então ocorreu o lançamento de uma versão em inglês denominada Textília Press World Issue, encartada no Jornal Textília Press para circulação em feiras e salões internacionais.
Foi lançada a 3ª edição do Guia QPQ abrangendo os setores de Beneficiamento, Acabamento, Química e Máquinas Têxteis.

No ano de 1997 a 4ª edição do guia foi acrescida pelo setor de confecções, o Guia QPQ – Quem Produz o Quê na Confecção ®, voltado especialmente para o setor confeccionista.

2000

Em 2001 o setor ganhou o Portal Textilia Net, reunindo todo o acervo.

Em 2004 celebrou-se uma parceria por três anos entre a EBT – Editora Brasil Têxtil e a editora inglesa ITDB, resultando na internacionalização do Jornal Textília Press, surgindo a Família ITT Press International Trends Textília Press: ITT Bobywear, ITT Interior Latin America.

O ano de 2007 marcou o lançamento do guia QPQ na sua 5ª edição, reunindo os fornecedores têxteis de Máquinas Têxteis, Produtos Químicos e Serviços. Ainda nesse ano surgiu a revista ITT Press Moda+Business, em caráter experimental, cujo projeto foi depois descontinuado.

Em 2008 a segmentação por títulos independentes tornou-se inviável em razão do comportamento do mercado. A editora promoveu uma reestruturação editorial, absorvendo os conteúdos de Lingerie, Moda Praia, Esportivo, Têxtil Lar e Decoração para dentro do ITT Press – International Trends Textília Press.

2010

Julho de 2010 constitui-se em data marcante para o Portal Textília Net, considerado o mais completo gerador e distribuidor de conteúdo para a cadeia têxtil: a migração de tecnologia e plataforma.

Todo o conteúdo das publicações da editora, nos quase 30 anos, está inserido neste Portal. Somente as informações do Guia QPQ – "Quem Produz o Quê na Cadeia Têxtil ®" estarão disponibilizadas a partir de Novembro de 2010, em razão do desenvolvimento de uma nova versão que acompanhará a evolução e qualidade do novo Portal.

Com certeza o mercado continuará usufruindo, com maior qualidade e rapidez, do maior conteúdo da cadeia têxtil.