Language
home » têxtil » processo e tecnologia » acabamento, tingimento, estamparia e lavanderias

Acabamento, Tingimento, Estamparia e Lavanderias

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Enfocando o toque

A sobrevivência no ramo têxtil na economia globalizada exige flexibilidade cada vez maior nas funções exercidas, tanto pelo simples encarregado, quanto pelo alto executivo, raramente podendo alguém se limitar a uma única função. Assim, do homem que atua em vendas ou exportação exige-se hoje familiaridade com tecnologia têxtil.
O toque é característica fundamental dos artigos têxteis.

A compreensão das normas ISO 9000 também torna-se imprescindível ao técnico que atua na área de acabamento. Com este nível de competência, profissionalismo e dedicação, e mediante definições claras e específicas dos produtos e pedidos, garante-se conformidade dos produtos fabricados com os requisitos especificados no contrato de fornecimento, comumente chamado ?pedido?.

As especificações quanto à fibra, título, torção do fio, densidade, desenho, construção, encolhimento, gramatura do tecido, todos podem ser definidos e quantificados numericamente.

Dúvidas do cotidiano

Mesmo a cor tem definição e medição facilitadas, graças ao espectrofotômetro, podendo ser padronizada para luz do dia, luz artificial ou outra iluminação previamente definida. O negociador tem o preparo necessário para entender estes detalhes técnicos e esclarecê-los para que o produto esteja adequado às normas e exigências do comprador. Este seria o quadro ideal, desejado unanimemente, tanto pelo pessoal de vendas e marketing quanto os da produção. Mas, no dia-a-dia de trabalho, quantas vezes você, executivo, gerente de vendas, empresário, técnico ou responsável pela qualidade, já não se deparou colocando as seguintes perguntas:

? ?Será que desta vez o toque do artigo vai agradar, ou vamos ter que dar novamente um desconto para que aquele cliente mais exigente não queira devolver a mercadoria??.

? ?O artigo que agora estamos despachando tem o toque que o cliente, na hora do pedido, fez questão de exigir e levou mais de quinze minutos descrevendo??.

? ?Os teimosos lá do beneficiamento acertaram o toque, ou vão continuar dizendo que já usam a melhor triemulsão microcatiônica do mercado e não têm o que melhorar?

Em busca do toque perfeito

As normas ISO 9000 foram criadas para minimizar muitos conflitos entre fornecedor e cliente. Havendo comunicação entre ambos, evita-se que o cliente reclame, já que a mercadoria está conforme as especificações definidas e eventuais dúvidas são facilmente arbitradas. Diante de números concretos há poucos argumentos.

Mas, quando se deseja acertar aquele toque que o cliente levou mais de quinze minutos descrevendo, ainda há muito a fazer. O toque é, junto com o visual, o fator mais importante para levar o usuário a comprar um artigo têxtil. A necessidade de avaliar o tecido, sensorialmente, compará-lo ou padronizá-lo, levou os especialistas a desenvolverem técnicas de medir e avaliar esta percepção sensorial, vulgarmente chamadas de toque.

O método atualmente mais perfeito e divulgado, de cunho científico, utilizado por instituições avançadas de tecnologia têxtil, é o método Kawabata de avaliação de toque - o KES, Kawabata Evaluation System, criado pelo professor Sueo Kawabata, da Universidade de Kioto, Japão.

O equipamento utilizado é composto por diversos instrumentos, que medem as várias características de tecidos planos. Além do peso, são avaliados:

? comportamento tensivo e deformação

? comportamento perante compressão

? deformação pela torção

? recuperação após curvamento

Um total de 16 parâmetros mecânicos podem ser medidos, conhecendo-se, assim, as propriedades de toque de um tecido, indicando de forma numérica a maciez, flexibilidade e a lisura.

Este método contribuiu muito para esclarecer e definir os fatores que influenciam o toque. Porém, prosseguiram as pesquisas em busca de um método mais prático, que pudesse levar em conta aquela descrição feita pelo ?nosso cliente? e, eventualmente, ser utilizado como referência no sistema de qualidade ISO 9000.

Foi por necessidade e não acaso que no maior e mais almejado mercado têxtil do mundo, os Estados Unidos, elaborou-se uma norma de cunho prático que atendesse aos variados interesses. A AATCC - Associação Americana de Técnicos e Coloristas Têxteis, através de comitê RR89, criou esta norma, denominada de: Procedimento de Avaliação nº 5 - orientação para determinação do toque sensorial de artigos têxteis, revisado e alterado em 1997.

Características do processo

O procedimento orienta sobre a apresentação de amostras destinadas à avaliação de toque, visando padronizar as condições sob as quais se determina uma ou mais características de toque de um artigo têxtil, ou seja: ?A sensação táctil ou percepção registrada ao se tocar, apertar, esfregar ou manipular artigos têxteis.? Características descritivas do toque são enumeradas, podendo ser definidas e selecionadas por mútuo acordo entre as partes envolvidas. A orientação é aplicável quando pessoas diferentes, em ocasiões distintas, desejam utilizar procedimentos iguais na avaliação do toque.

O treinamento de pessoal designado a avaliar e distinguir diversas características do toque de um tecido também pode ser realizado seguindo a norma. Característica de um toque foi definido como sendo o atributo que diferencia a sensação ao se manusear vários tipos de tecidos, permitindo de modo prático levar em consideração aquela definição não técnica do cliente, como por exemplo, toque lanoso, tecido líquido, etc.

O método também permite repetir as condições sob as quais um artigo tenha sido avaliado, em ocasião anterior, ou avaliar um ou mais artigos, criando, assim, a possibilidade de utilizá-lo como ferramenta útil e importante do sistema de qualidade, afinal, o toque ainda é um fator de prestígio e valorização dos manufaturados têxteis. Alguém duvida?

 
 
 
 
   

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Mário Prochnow - Diretor da Weco do Brasil Química Ltda. E-mail: wecoblu@terra.com.br

Data de publicação: 01/04/2001

Conteúdo relacionado


Jeanologia introduz sustentabilidade da produção têxtil ao vestuário
O novo conceito começa na fase de desenho porque, na visão da Jeanologia, para alcançar uma produção sustentável no produto final é imprescindível considerar o impacto ambiental ao longo do desenvolvimento do produto. Essa transformação envolve toda a cadeia de abastecimento e tem como objetivo conseguir que o acabamento 5.Zero seja padrão na indústria de denim, melhorando o look e a qualidade do produto com um custo neutro.  2019-05-24 - Tags: jeanologia acabamento lavanderia sustentabilidade demo center lavanderia 5 ponto zero sustentabilizacao

Impressão digital com pigmentos: uma iniciativa notável
A partir de pesquisas de campo, trazemos um panorama de como anda a impressão digital têxtil com tintas pigmentadas no mercado brasileiro.  2019-02-05 - Tags: impressao colorida estamparia textil evoluçao historica impressao digital.

Aplicação por spray traz novo paradigma ao tingimento
A tecnologia de tingimento por pulverização propõe uma abordagem sustentável para a indústria têxtil, especialmente para o segmento índigo denim.  2019-02-05 - Tags: tingimento textil spray tecnologia inovaçao rotaspray dystar group.

Aplicação da norma NR-12 em máquinas do processo têxtil
Pesquisa de campo identifica que um dos principais desafios à implementação da norma regulamentadora é o impacto custo x produtividade.  2018-11-05

Novo modelo de cálculo do fator de cobertura para malhas (parte 2)
Com este experimento, busca-se validar o modelo IPC proposto para aplicação nas mais variadas estruturas de malhas.  2018-11-05 - Tags: calculo textil fio malharia ipc desenvolvimento malhas grosberg

O vasto universo de oportunidades da impressão digital
A ponta mais visível do iceberg da indústria da moda é a impressão digital, que está a caminho dos 10% do volume da estamparia convencional.  2018-11-05 - Tags: impressao digital oportunidades digital textil industria da moda estamparia convencional estamparia

ITMA 2015: colorimetria e estamparia digital
A ITMA 2015 foi palco da eletrônica em todo e qualquer canto. As tecnologias tradicionais não mudaram, mas tudo está se tornando automatizado, da modesta cabine de luz à mais sofisticada impressora digital. Apesar do desenvolvimento inegável, não apareceram grandes ou surpreendentes novidades. Em comparação com a ITMA 2011, onde foram anunciadas a primeira cabine de luz computadorizada e a primeira impressora “single pass”, nada tão revolucionário foi revelado. Todas as tecnologias convencionais, incluindo também a estamparia digital, deram um grande passo para tornar a indústria têxtil ainda mais moderna.  2016-08-09 - Tags: estamparia digital colorimetria itma 2015 senai cetiqt quimica têxtil

Características de durabilidade, conforto e custo de tingimentos realizados com o sistema fast finishing
Uma comparação de desempenho do processo color fast finishing com processo tradicional de pad batch do ponto de vista de custo, sustentabilidade, durabilidade e conforto.  2015-08-08 - Tags: textilia 97 analise acabamento tingimento sistema fast finishing pad batch sustentabilidade

Substâncias nocivas em artigos têxteis
A crescente preocupação com as substâncias químicas tóxicas presentes em artigos têxteis e as ações em andamento sobre o assunto.  2014-09-03 - Tags: textilia 93 substancia quimica artigos texteis toxina

As outras questões envolvidas na qualidade da estampa digital
A importância do cuidado com as operações relativas às matérias e suas características e os respectivos processo de preparação visando a uma estampa digital de qualidade.  2014-06-18 - Tags: beneficiamento textilia 92 estampa digital

Tingimento ecológico do poliéster e misturas
Autor sugere métodos para tingir fibras mistas com corantes dispersos, sem agredir o ambiente. Uma opção é o tratamento oxidativo.  2013-01-15 - Tags: poliester

Tendências para impressoras digitais
Na ITMA 2011, observou-se um aumento acentuado da velocidade das máquinas, associada à melhor relação custo-benefício.  2012-09-25 - Tags: espanha itma

Inovações para o enobrecimento têxtil
Artigo mostra os principais aspectos tecnológicos e os desenvolvimentos em corantes e auxiliares observados na ITMA 2011.  2012-09-24 - Tags: itma itma 2011

Defeitos da estamparia têxtil: causas e soluções
Os desenhos dão cor, estilo e originalidade aos tecidos, porém, sua qualidade depende de tecnologia e cuidados na hora de estampar.  2012-07-06 - Tags: estamparia

Otimização em processos de rama
Um panorama das configurações, acessórios, produtividade e economia energética neste importante equipamento têxtil  2012-07-02 - Tags: ramosa economia

Otimização em processos de rama
Um panorama das configurações, acessórios, produtividade e economia energética neste importante equipamento têxtil  2012-07-02 - Tags: .

Plasma e quitosana: tratamento de PA 6.6
Propriedades de superfícies, como hidrofilidade, podem favorecer processos de acabamento têxtil.  2011-09-14 - Tags: quitosana

Fio vaporizado para malharia
Testes mostram que a qualidade da malha de algodão aumenta.  2011-09-13 - Tags: qingdao

Estamparia digital com pigmentos
O uso correto de amaciantes e fixadores agrega valor ao tecido e evita adição de matérias-primas nocivas.  2011-09-06 - Tags: bttg

Otimização no processo de alvejamento
Estudo elaborado com base em experimento feito no setor de beneficiamento de tecido plano em indústria brasileira.  2011-09-01 - Tags: processo de alvejamento