Language
home » têxtil » processo e tecnologia » acabamento, tingimento, estamparia e lavanderias

Acabamento, Tingimento, Estamparia e Lavanderias

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Como tingir misturas de poliéster com fibras celulósicas

 

Para malhas e tecidos compostos por PES/CEL é necessário muita atenção ao processo adequado de tingimento.
 

Dentre as misturas mais encontradas no mercado atualmente, o PES/CEL tem sido bastante utilizado em artigos de malha ou tecido, destinados a roupas de cama, camisaria, artigos de lazer, entre outras utilidades. Normalmente, a fibra celulósica mais utilizada é o algodão, mas outras fibras de celulose regenerada também podem ser empregadas. Antes de entrarmos na questão do tingimento, é necessário conhecermos as principais características de cada uma das fibras que compõem a mistura (ver tabela abaixo).

O PES contido neste tipo de mistura é tinto com corantes Dispersos e a fibra celulósica, principalmente com corantes Reativos, Diretos e à Tina. Tanto no tingimento da celulose com corantes Reativos quanto à Tina, existe a necessidade de dois banhos, porém, quando utiliza-se corantes diretos selecionados, pode-se tingir em banho único com os dois tipos de corantes: Dispersos e Diretos.

 
Características das fibras
 
PES
ALGODÃO
VISCOSE
MODAL
Alongamento (%)
15,0-30,0
5,0?10,0
17,0-25,0
8,0-12,0
Densidade (g/cm3)
1,22-1,38
1,54
1,51-1,54
1,51-1,54
LOI (%)
20,6
20,1
19,7
19,7
Regain (%)
0,1-0,4
7,0-11,0
11,0-13,0
11,0-13,0
Tenacidade (cN/tex)
35,3-44,1
26,5?44,1
18,0-23,0
28,0-35,0
 
Processos de tingimento

A escolha do processo de tingimento adequado é baseada em alguns fatores, dentre os quais podemos destacar:
? Maquinário disponível na empresa
? Custo de processos e produtos
? Exigências de solidez relacionada à finalidade do produto
? Aspecto do produto final
? Resistência das fibras a produtos químicos e outros agentes degradantes

Tipos de processos

A) Por esgotamento
B) Contínuo

Normalmente, tinge-se estes tipos de misturas por esgotamento, mas alguns processos contínuos também são utilizados.

Processo por esgotamento

Neste tipo de tingimento são utilizados os seguintes corantes:

? Dispersos/Reativos
? Dispersos/Diretos
? Dispersos/Tina
? Dispersos/Sulfurosos

A escolha dos corantes está bem relacionada com a intensidade, tonalidade e solidez desejadas.

Processo em 1 banho 2 fases - Reativos/Dispersos

Na primeira fase, tinge-se inicialmente o PES a 130°C. Depois do tempo de patamar, há um resfriamento de até 95°C, quando é adicionada a Barrilha para o tingimento da fibra celulósica.

 
 

Considerações:

? Processo econômico (redução de tempo, água e energia).
? A dispersão do corante pode quebrar em função do eletrólito. Deve-se escolher corantes dispersos de boa estabilidade.
? Corantes reativos devem suportar pH 5,0 a 5,5 sem sofrer hidrólise ou redução.

 
 

Processo em banho único com corantes Dispersos/Diretos selecionados

Neste tipo de processo, as duas fibras são tintas simultaneamente (PES e fibra celulósica).

 

Processo em 2 banhos com corantes Reativos/Dispersos com lavagem intermediária

Neste processo procede-se o tingimento da Fibra Celulósica no primeiro banho com corantes Reativos de alta reatividade. Há um enxágüe intermediário para remoção do eletrólito e, na seqüência, o tingimento do PES com Corantes Dispersos.

Considerações:

? Na lavagem intermediária com água fria, deve-se remover o eletrólito para concentrações menores que 1,0 G/L porque, caso contrário, pode causar problemas para a total eliminação de corante hidrolisado na fase seguinte.
? O ensaboamento é feito durante o resfriamento do tingimento de Poliéster, para a remoção de corantes Reativos e Dispersos não fixados.
? Há economia de tempo e energia, devido ao ensaboamento durante a fase de resfriamento.

Processo contínuo por Foulardagem

Processo Thermosol
Neste tipo de processo, os custos são bem reduzidos em comparação com o Processo por Esgotamento. A fixação do corante realiza-se durante a fase de termofixação do substrato.

Os corantes utilizados devem ser sólidos à sublimação. É necessário atentar para que o corante disperso não manche a fibra celulósica. Na etapa de ?foulardagem?, deposita-se o corante sobre as duas fibras da mescla e durante a fase de ?thermosolagem?, o que está sobre a fibra celulósica transfere-se, por sublimação ou por dissolução, para a fibra de poliéster, de modo que no final do processo, quase todo corante disperso esteja na fibra de poliéster.

No Processo por Esgotamento, o corante se difunde na fibra através da água, enquanto que no Processo Thermosol, o vapor do corante é difundido na fibra.

Mecanismo do tingimento Thermosol de PES em PES/CO

 
 

Considerações do processo:

? Por ser uma fibra mais hidrófila, o Algodão absorve o banho do processo de ?foulardagem?.
? Com a aplicação de calor, inicia-se a evaporação da água na secadora.
? O corante passa do estado sólido para o estado gasoso (sublimação) e ocorre um equilíbrio dinâmico entre corantes, nas fases gasosa e sólida, sobre o algodão.
? Ocorre uma difusão das moléculas do corante entre os espaços de ar que estão separando as fibras de poliéster (PES) e algodão (CO).
? Depois ocorre uma condensação sobre a superfície da fibra de PES e posterior difusão para o interior desta.
? Quando a concentração de corante na superfície da fibra for maior que no interior, começa o processo de difusão molecular do corante.
? Este processo continua até se alcançar um equilíbrio dinâmico entre a fibra de PES tinta e a fibra de CO.
? Tempo = 60 a 90 segundos Temperatura = 200º a 220°C.

Tanto o tempo como a temperatura de ?thermosolagem? podem variar em função do corante e da concentração de aplicação.

 

 

Acabamento

O objetivo de se mesclar fibras sintéticas com fibras celulósicas é fazer com que o substrato tenha propriedades que um só tipo de fibra não poderia apresentar. A hidrofilidade e o transporte de umidade, característica das fibras celulósicas, se traduz em comodidade durante o uso das roupas e também em pouca carga eletrostática.

Durante o acabamento de PES/fibras celulósicas deve-se considerar que, ao tratar a fibra celulósica com amaciantes, aditivos e lubrificantes, podemos ter uma piora na solidez da parte do poliéster (fricção, lavagem, etc). Sendo assim, cada tipo de acabamento tem que ser considerado na fibra mista como um todo.

Em resumo, o substrato deve ser acabado de forma a ter boa estabilidade dimensional, seguir as exigências de solidez segundo a finalidade de uso e resistência à formação de pilling.

 

Bibliografia

Guillén, Joaquín Gacén - ?Fibras Textiles? - UPC. Terrassa. 1991. Esp.

Guillén, Joaquín Gacén - ?Fibras de Poliéster? - UPC. Terrassa. Esp.

Salem, Vidal - ?Curso de Tingimento Têxtil - Módulo 1? - Golden Química. São Paulo. 2000. Brasil.

Gacén J., Maillo J. - ?Tabela de Fibras?- Tradução: Golden Química do Brasil. 2000. Brasil.

?Manual - Acabado Têxtil? - BASF.

 
 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Golden Química - Departamento técnico da Golden Química do Brasil.

Data de publicação: 01/04/2001

Conteúdo relacionado


Jeanologia introduz sustentabilidade da produção têxtil ao vestuário
O novo conceito começa na fase de desenho porque, na visão da Jeanologia, para alcançar uma produção sustentável no produto final é imprescindível considerar o impacto ambiental ao longo do desenvolvimento do produto. Essa transformação envolve toda a cadeia de abastecimento e tem como objetivo conseguir que o acabamento 5.Zero seja padrão na indústria de denim, melhorando o look e a qualidade do produto com um custo neutro.  2019-05-24 - Tags: jeanologia acabamento lavanderia sustentabilidade demo center lavanderia 5 ponto zero sustentabilizacao

Impressão digital com pigmentos: uma iniciativa notável
A partir de pesquisas de campo, trazemos um panorama de como anda a impressão digital têxtil com tintas pigmentadas no mercado brasileiro.  2019-02-05 - Tags: impressao colorida estamparia textil evoluçao historica impressao digital.

Aplicação por spray traz novo paradigma ao tingimento
A tecnologia de tingimento por pulverização propõe uma abordagem sustentável para a indústria têxtil, especialmente para o segmento índigo denim.  2019-02-05 - Tags: tingimento textil spray tecnologia inovaçao rotaspray dystar group.

Aplicação da norma NR-12 em máquinas do processo têxtil
Pesquisa de campo identifica que um dos principais desafios à implementação da norma regulamentadora é o impacto custo x produtividade.  2018-11-05

Novo modelo de cálculo do fator de cobertura para malhas (parte 2)
Com este experimento, busca-se validar o modelo IPC proposto para aplicação nas mais variadas estruturas de malhas.  2018-11-05 - Tags: calculo textil fio malharia ipc desenvolvimento malhas grosberg

O vasto universo de oportunidades da impressão digital
A ponta mais visível do iceberg da indústria da moda é a impressão digital, que está a caminho dos 10% do volume da estamparia convencional.  2018-11-05 - Tags: impressao digital oportunidades digital textil industria da moda estamparia convencional estamparia

ITMA 2015: colorimetria e estamparia digital
A ITMA 2015 foi palco da eletrônica em todo e qualquer canto. As tecnologias tradicionais não mudaram, mas tudo está se tornando automatizado, da modesta cabine de luz à mais sofisticada impressora digital. Apesar do desenvolvimento inegável, não apareceram grandes ou surpreendentes novidades. Em comparação com a ITMA 2011, onde foram anunciadas a primeira cabine de luz computadorizada e a primeira impressora “single pass”, nada tão revolucionário foi revelado. Todas as tecnologias convencionais, incluindo também a estamparia digital, deram um grande passo para tornar a indústria têxtil ainda mais moderna.  2016-08-09 - Tags: estamparia digital colorimetria itma 2015 senai cetiqt quimica têxtil

Características de durabilidade, conforto e custo de tingimentos realizados com o sistema fast finishing
Uma comparação de desempenho do processo color fast finishing com processo tradicional de pad batch do ponto de vista de custo, sustentabilidade, durabilidade e conforto.  2015-08-08 - Tags: textilia 97 analise acabamento tingimento sistema fast finishing pad batch sustentabilidade

Substâncias nocivas em artigos têxteis
A crescente preocupação com as substâncias químicas tóxicas presentes em artigos têxteis e as ações em andamento sobre o assunto.  2014-09-03 - Tags: textilia 93 substancia quimica artigos texteis toxina

As outras questões envolvidas na qualidade da estampa digital
A importância do cuidado com as operações relativas às matérias e suas características e os respectivos processo de preparação visando a uma estampa digital de qualidade.  2014-06-18 - Tags: beneficiamento textilia 92 estampa digital

Tingimento ecológico do poliéster e misturas
Autor sugere métodos para tingir fibras mistas com corantes dispersos, sem agredir o ambiente. Uma opção é o tratamento oxidativo.  2013-01-15 - Tags: poliester

Tendências para impressoras digitais
Na ITMA 2011, observou-se um aumento acentuado da velocidade das máquinas, associada à melhor relação custo-benefício.  2012-09-25 - Tags: espanha itma

Inovações para o enobrecimento têxtil
Artigo mostra os principais aspectos tecnológicos e os desenvolvimentos em corantes e auxiliares observados na ITMA 2011.  2012-09-24 - Tags: itma itma 2011

Defeitos da estamparia têxtil: causas e soluções
Os desenhos dão cor, estilo e originalidade aos tecidos, porém, sua qualidade depende de tecnologia e cuidados na hora de estampar.  2012-07-06 - Tags: estamparia

Otimização em processos de rama
Um panorama das configurações, acessórios, produtividade e economia energética neste importante equipamento têxtil  2012-07-02 - Tags: ramosa economia

Otimização em processos de rama
Um panorama das configurações, acessórios, produtividade e economia energética neste importante equipamento têxtil  2012-07-02 - Tags: .

Plasma e quitosana: tratamento de PA 6.6
Propriedades de superfícies, como hidrofilidade, podem favorecer processos de acabamento têxtil.  2011-09-14 - Tags: quitosana

Fio vaporizado para malharia
Testes mostram que a qualidade da malha de algodão aumenta.  2011-09-13 - Tags: qingdao

Estamparia digital com pigmentos
O uso correto de amaciantes e fixadores agrega valor ao tecido e evita adição de matérias-primas nocivas.  2011-09-06 - Tags: bttg

Otimização no processo de alvejamento
Estudo elaborado com base em experimento feito no setor de beneficiamento de tecido plano em indústria brasileira.  2011-09-01 - Tags: processo de alvejamento