Language
home » têxtil »

Negócios

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Com a palavra, Mr. Giuseppe Gherzi

O executivo Giuseppe Gherzi, sócio-gerente da Gherzi Textil Organisation AG, esteve no Brasil em 2016 participando do 1o Congresso Internacional Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção). Na ocasião, ele falou para uma seleta plateia de empresários e profissionais do setor, em São Paulo, sobre o tema “Indústria 4.0 e o mercado global têxtil”, que vem ganhando relevância no Brasil nos últimos anos. A Textília Têxteis Interamericanos reproduz aqui entrevista com Gherzi, publicada na TEXTILplus Vereine – SVTF, revista de comércio para a cadeia têxtil na Europa, com tradução do consultor Herbert Schmid.

“O nome Gherzi está inseparavelmente ligado a toda a indústria têxtil mundial. Quase ninguém na indústria têxtil e de vestuário pode ignorar essa empresa quando procura apoio para orientação estratégica, avaliação de tecnologias, reestrutu- ração e engenharia. Por essa razão, a TEXTILplus apresenta hoje Giuseppe Gherzi”.

Textília: O senhor gerencia uma empresa de sucesso global. Por favor, explique com poucas palavras o seu desenvolvimento, partindo da ideia do fundador.

Giuseppe Gherzi: Quando meu avô Giuseppe Gherz fundou a empresa em 1929, durante a crise econômica e o completo congelamento do lago em Zurique, ele foi um visionário em vários aspectos:

  • Internacionalização: muito cedo, reconheceu a importância crescente de uma cadeia têxtil global e rapidamente estabeleceu uma presença internacional da Gherzi (1929 na Argentina, 1960 na Índia, depois Itália, Espanha, Alemanha, Canadá, Turquia, Hong Kong e Egito).
  • Independência: Representamos sempre os interesses dos nossos clientes e, portanto, somos independentes dos fornecedores de hardware e software.
  • Integração: Uma engenharia e consultoria de gestão sob um mesmo teto trazem muitas sinergias. O que nós planejamos como engenheiros consultores, também podemos implementá-lo.

Essas diretrizes ainda são a base de nossas ativi- dades nos dias de hoje. Há 20 anos, meu irmão e eu assumimos a Gherzi na terceira geração e expandimos nossos serviços em áreas como têxteis técnicos, compósitos, digitalização e produção sustentável. Embora a nossa família mantenha o controle da empresa de consultoria, operamos em todo o mundo como um modelo de parcerias.

Textília: Quais são as áreas de negócio mais importantes nas quais você oferece seus serviços de consultoria?

Giuseppe Gherzi: 

  1. Gestão e operacional: Apoiamos a gestão operacional no que diz respeito a questões estratégicas ou operacionais.
  2. Engenharia: Planejamento desde fábricas até armazéns automatizados. Oferecemos de estudos de viabilidade até planejamento de implementação.
  3. Corporate Finance: Compra e venda de participações societárias. Nossos clientes se beneficiam de nossa rede mundial com excelentes contatos pessoais.

Textília: A sua empresa está ativa em todo o mundo com escritórios em todos os continentes. Existe, atualmente, uma região onde os seus serviços são particularmente procurados

Giuseppe Gherzi: Nossa estrutura de clientes é multifacetada. Aconselhamos produtores têxteis, marcas e distribuidores, bem como fornecedores (fabricantes de máquinas, química), governos e instituições financeiras. No que diz respeito ao planejamento de fábrica, há correlações claras: no Ocidente, planejamos capacidades com um alto grau de flexibilidade; na Ásia, as fábricas são maiores e muitas vezes integradas verticalmente.

Textília: Cada vez mais se fala de uma grave escassez de trabalhadores qualificados, que nos atingirá nos próximos anos. Você sente isso em sua atividade de consultoria?

Giuseppe Gherzi: A escassez de especialistas em têxteis não é apenas um fenômeno europeu; na Índia e na China, os nossos clientes se queixam dos mesmos problemas. Isso leva a um aumento da demanda por automação na produção - uma oportunidade para a construção de máquinas no Ocidente.

Textília: Por falar em escassez de pessoas qualifica- das, uma atividade de consultoria no nível “Gherzi” requer especialistas treinados, com conhecimento profundo da indústria têxtil e excelentes habilidades, por exemplo, na análise de processos de produção. Você consegue encontrar tais pessoas em quantidade suficiente para a sua empresa?

Giuseppe Gherzi: Estamos posicionados globalmente e procuramos os nossos colaboradores em conformidade com o perfil da empresa. Os melhores (e mais jovens) especialistas em fiação de fibras curtas hoje vêm da Índia. Em contrapartida, os nossos peritos em compósitos são todos da Europa.

Textília: Como você vê o futuro da indústria têxtil suíça e da construção de máquinas têxteis no país? Haverá outro encolhimento?

Giuseppe Gherzi: É característica da indústria têxtil o fato de estar sujeita a mudanças permanentes. Reconhecer as necessidades do mercado e satisfazê-las com soluções inovadoras é um dos desafios permanentes da indústria têxtil. Em um país de salários altos como a Suíça, o padrão é particularmente elevado. O foco é principalmente em nichos de mercado que podem ser atendidos, com sucesso, graças ao sólido know-how, às soluções inovadoras, redes eficientes, tempos de resposta rápidos ou a uma padronização específica. Existe a Empa (Laboratórios Federais Suíços de Ciência e Tecnologia de Materiais), o ETH (Instituto Federal de Tecnologia de Zurique) e várias universidades de ciências aplicadas no país. Além da indústria, também estão envolvidos os institutos com tópicos têxteis que definem tendências. No entanto, o passado recente mostrou que, mesmo na Suíça, novas empresas com ideias visionárias podem entrar no mundo têxtil, como a Selfnation, com uma plataforma online para calças, muito orientada para o cliente. Também surgiram novas empresas no setor da maquinaria têxtil, como a Mouvent (Bobst), no mercado em rápido crescimento das máquinas de impressão digital têxtil. Os temas econômicos atuais, como a digitalização ou a indústria 4.0, também constituem a base para novos produtos na indústria têxtil. Inovações e mudanças.

Textília: Afirma-se, frequentemente, que a produção de têxteis técnicos é o futuro da indústria têxtil na Europa. O senhor encara as coisas dessa forma? O que temos de fazer mais para lançar inovações?

Giuseppe Gherzi: Hoje em dia, todos têm de fazer um esforço, independentemente da indústria em que atuam. A inovação disruptiva é perigosa para a indústria têxtil europeia. Eu gostaria de mencionar dois exemplos (no início e no fim da cadeia têxtil):

  1. Matéria-prima: Na minha opinião, nós, europeus, temos de reconstruir uma indústria competitiva e inovadora de fibras e matérias-primas. Só então teremos uma verdadeira oportunidade de reinstalar uma indústria sustentável na Europa.
  2. Plataformas digitais: As plataformas de vendas baseadas na internet competirão cada vez mais com o varejo tradicional. Essas plataformas digitais são controladas, entre outras, por americanos ou asiáticos.

Textília: Recentemente, na sua organização, uniram-se a Escola Têxtil Sustentável (mercado para a inovação e educação com foco na sustentabilidade), bem como a digitalização. Quais são os conteúdos e que importância o senhor atribui a esses ramos?

Giuseppe Gherzi: A STS (Escola Têxtil Sustentável) tem como objetivo construir uma plataforma global de engenharia têxtil da fibra ao descarte. O núcleo é um evento anual com apresentações especializadas, trabalho em grupo e oportunidades de networking em locais alternados, e temas focados no campo da susten- tabilidade. Após as duas primeiras apresentações bem-sucedidas em Chemnitz, a STS se apresentará em Zurique nos dias 9 e 10 de setembro de 2019. A Gherzi implementou, com sucesso, os seus primeiros projetos de digitalização há um ano. Trata-se de  visualizações/configuradores gráficos 3D altamente específicos de máquinas e instalações de produção completas. Além de apresentações em feiras de negócios, as soluções de animação oferecem perspectivas completamente novas, por exemplo, para treinamento, discussões de vendas, instruções de operação e montagem e muito mais.

Textília: Quem trabalha intensivamente também precisa de uma compensação. Quais são os seus passatempos e como consegue se recuperar? 

Giuseppe Gherzi: Com dois meninos pequenos (4 e 2 anos de idade), a compensação por si só já está garantida. No entanto, eu também consigo o equilíbrio no esporte, nadando, porque o risco de lesões é baixo e, por isso, espero praticá-lo até a velhice.

Textília: Sr. Gherzi, muito obrigado pela entrevista e boa sorte no seu trabalho.

Giuseppe Gherzi: Desejo-lhe o mesmo e agradeço-lhe a sua contribuição para a manutenção de uma comunicação importante no seio da indústria têxtil alemã.

 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Edição por: Marcia Mariano
Textília Têxteis Interamericanos - ed. 111

Data de publicação: 05/02/2019

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Karl Mayer realiza evento com parceiros e clientes no Vietnã
A Karl Mayer, líder mundial em tecnologia têxtil para malharia de urdume, em parceria com a ILLIES, empresa alemã pioneira no comércio exterior com a Ásia e Sudeste Asiático, convidaram investidores internacionais e empresários da indústria têxtil vietnamita a participar de um evento exclusivo, realizado na cidade de Ho Chi Minh, no dia 11 de outubro.  2019-11-04 - Tags: karl mayer illies vietna arno garnter eua itma barcelona

Rhodia lidera upcycling no mercado brasileiro em parceria com a indústria têxtil
“Este é um fio que representa a química do futuro”, resumiu o engenheiro Renato Boaventura, vice-presidente Global de Poliamidas e Fibras do Grupo Solvay, ao anunciar o lançamento do Amni® Soul Cycle, primeira poliamida reciclada e biodegradável do mercado.  2019-10-29 - Tags: renato boaventura grupo solvay amni soul cycle rhodia minas trend future material award sustainable textiles

Braskem produz microfibra de PP a partir de copos descartáveis para indústria têxtil
A Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, desenvolveu uma microfibra de polipropileno (PP), feito a partir de copos descartáveis, para impulsionar a economia circular na indústria têxtil.  2019-10-25 - Tags: braskem petroquimica biopolimeros polipropileno beachwear spfw

Palestra reúne grandes players têxteis no Senai, em Blumenau
Em mais uma etapa do Embarque Imediato, programa de excelência de aprendizagem corporativa promovido pelo Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) com a consultoria do FIESC/SESI, o consultor e ex-diretor Corporativo de RH da Natura, Rogério Chér, propôs um novo olhar sobre as organizações para que elas prosperem frente às transformações do século 21.  2019-10-22 - Tags: rh natura rogerio cher fiesc sesi scmc senai blumenau

ABNT publica normas sobre Sistemas de Automação de Processos Industriais
Foi publicada em setembro, a norma ABNT NBR IEC 62381 - Sistemas de Automação de Processos Industriais - Testes de aceitação em fábrica (TAF), Testes de aceitação em campo (TAC) e Testes de integração em campo (TIC). Esta norma define os procedimentos e especificações para os testes, que devem ser realizados para demonstrar que o sistema de automação está em conformidade com as especificações técnicas.  2019-10-16 - Tags: abnt automacao processos industriais tac taf tic teste norma

Monforts integra a delegação alemã que visitará o Paquistão
Lideradas pela VDMA Textile Machinery Association – associação dos fabricantes de máquinas têxteis da Alemanha, 14 empresas que atuam em toda a cadeia têxtil participarão da visita técnica e seminários, que acontecerão de 11 a 14 de novembro, nas cidades de Karachi e Lahore no Paquistão.  2019-10-09 - Tags: vdma textile machinery association manfred havenlith karachi lahore monforts cyd

Congresso reúne profissionais têxteis e elege nova diretoria da ABTT
A Fatec de Americana sediou, entre os dias 9 e 12 de setembro, o 28º Congresso Nacional de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda (CNTT), tradicional evento da categoria, que reuniu cerca de 2.000 pessoas entre empresários, técnicos, engenheiros e estudantes que atuam nas diversas áreas da cadeia produtiva têxtil e varejo.  2019-09-24 - Tags: fatec americana abtt congresso nacional de tecnologia textil confecçao moda textil senai paulo salvi bruno orosco gilberto dodinho

Cipatex investe em Hub de Inovação para se tornar referência no setor
A Cipatex, empresa brasileira líder na fabricação de produtos sintéticos e que atua no mercado há 55 anos, decidiu criar um departamento para pensar full time em como a inovação pode contribuir para crescimento e competitividade da empresa.  2019-09-19 - Tags: cipatex produtos sinteticos inovaçao hub 2020 rafaela tamer paladini marcelo nicolau funil da inovaçao

Com novo diretor Unifi segue estratégia de diferenciação em fios têxteis
Uma das líderes mundiais em fios sintéticos e reciclados, com sede nos Estados Unidos, a Unifi Inc. anunciou a nomeação de Craig A. Creaturo como vice-presidente executivo e diretor financeiro, a partir de 9 de setembro. Christopher A. Smosna, que vinha atuando no cargo como interino desde dezembro de 2018, continuará em seu papel de vice-presidente e tesoureiro da empresa.  2019-09-11 - Tags: unifi fios texteis craig creaturo tom caudle fios sinteticos

Rovitex recebe selo verde por prática eficiente e sustentável
A Rovitex, indústria têxtil com sede em Luiz Alves (SC), acaba de receber o selo “Aqui tem Energia Verde – Programa de Certificação da Bioeletricidade”, da Unica (União da Agroindústria Canavieira do Estado de São Paulo), maior organização representativa do setor de açúcar, etanol e bioeletricidade do Brasil.  2019-09-02 - Tags: rovitex luiz alves bioeletricidade agroindustria malhas energia verde

Saurer apresenta queda nas vendas no primeiro semestre
No balanco preliminar, apresentado pelo grupo Saurer, um dos maiores fabricantes mundiais de máquinas para fiação com operações na Europa e na Ásia, a receita de vendas diuminuiu 17,5% no primeiro semestre de 2019, em compração com 2018, e o lucro caiu 32,6% no mesmo periodo. Apesar do resultado negativo, a empresa segue com bom desempenho nos mercados do México e Uzbequistão.  2019-08-29 - Tags: saurer technologies declinio clement woon itma 2019 grupo saurer fio

Avança a aquisição do negócio de poliamida da Solvay pela Basf
A Comissão Europeia aprovou em janeiro de 2019, a aquisição pela Basf do negócio de poliamida da belga Solvey, iniciada em 2017, e que estava sujeita a algumas condições, incluindo a alienação das instalações de produção PA6.6 da Solvay na Europa.  2019-08-23 - Tags: basf solvey plasticos engenharia domo chemical solvey

Hyosung mostra fios de performance para denim na Alemanha
A Hyosung TNC, fabricante coreana de filamentos têxteis, participa mais uma vez da Bluezone, setor dedicado ao jeanswear dentro da feira Munich Fabric Start, que acontece na Alemanha, nos dias 3 e 4 de setembro.  2019-08-19 - Tags: hyosung tnc filamento textil bluezone jeanswear munich fabric start nylon mipan askin fibras

Macias Têxtil investe em marketing digital e aumenta suas vendas
Há mais de 60 anos no mercado, a Macias Têxtil, uma das maiores e mais tradicionais empresas brasileiras do ramo, encarou um grande desafio: entrar de vez na era digital. Mesmo diante de um cenário econômico desfavorável, devido ao fechamento de muitos negócios que não conseguiam se adaptar às novas tecnologias, a empresa apostou na consultoria da Macfor.  2019-08-09 - Tags: macfor industria textil macias textil era digital cenario economico

Exportações somam 65 milhões de pares de calçados no semestre
O mês de julho registrou o embarque de 7,9 milhões de pares que geraram US$ 84,35 milhões, com incremento de 65,2% em volume e de 44,4% em dólares no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Com isso, a soma dos sete meses de 2019 chegou a 65 milhões de pares e US$ 565 milhões de exportação, com alta 8,2% em volume e de 3,6% em receita se comparado a 2018.  2019-08-09 - Tags: embarque exportaçao calçados julho estados unidos exterior abicalçados

Governo quer mais competitividade e inovação nas empresas brasileiras
Representantes do setor produtivo e governo se reuniram para avaliar o resultado do Global Innovation Index 2019, que aponta o Brasil na 66ª posição do ranking de países inovadores. A meta estabelecida pelo governo brasileiro é avançar 10 posições no ranking global de competitividade até 2022.  2019-08-06 - Tags: global innovation index 2019 ranking lideres da mobilizaçao empresarial mei inovaçao produtividade

Eastman adquire fábrica de fios de celulose na Espanha
A Eastman Chemical Company, indústria de especialidades químicas norte-americana, anunciou em junho a compra da INACSA (Industrias del Acetato de Celulosa S.A), produtora espanhola de fios de celulose com fábrica em La Batllòria, Espanha.  2019-08-02 - Tags: eastman chemical company materiais avancados inacsa industrias del acetato de celulosa forest stewardship council brad lich

De onde vem o algodão?
O algodão é, talvez, a fibra mais famosa do mundo do vestuário, sendo usada quer na sua forma mais pura, quer misturada com outras matérias-primas. Mas afinal onde é produzido o algodão e quais são os países que mais importam e exportam esta matéria-prima?  2019-07-30 - Tags: algodao fibra vestuario usda india bangladesh benin

Grupo Radici apresenta resultado positivo em 2018
A RadiciGroup, fabricante de produtos químicos, polímeros de engenharia e fibras sintéticas, sediada na Itália, registrou faturamento da ordem de 1, 2 bilhão de euros e um lucro líquido de 97 milhões de euros no ano fiscal de 2018, um aumento de 19% em relação ao ano anterior.  2019-07-26 - Tags: radicigroup. poimeros fibras sinteticas produtos quimicos cfo alessandro manzoni china eua angelo radici tecnologia

Oki Data cresce com a evolução do mercado de impressoras
Oki é um grupo japonês fundado em 1888 e de muita tradição no Japão, que atua em várias áreas de negócio, dentre elas o segmento de impressão transfer, através da subsidiaria Oki Data, que está presente no Brasil desde 1997. “A gente foi um dos pioneiros no Brasil a considerar um país bastante interessante para os negócios”, diz o diretor geral Luiz Carli.  2019-07-26 - Tags: oki japao negocios oki data impressao grafica textil luiz carli midia promocional marketing