Language
home » têxtil »

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Inovação é tema essencial e urgente para empresas

Para traçar o perfil e a percepção dos empreendedores sobre inovação e necessidades de investimento, a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) apresenta os resultados da sua pesquisa "Investimentos e Inovação – 2019". Realizada entre os dias 4 e 12 de fevereiro, a pesquisa contou com 4.228 participantes de todo o Estado de São Paulo e traz apontamentos importantes sobre o tema.

O principal destaque da pesquisa é o interesse dos empreendedores paulistas por investimentos em inovação. Até o final de 2019, essa é a principal meta de 61,4% dos que desejam ganhar novos mercados. Por outro lado, a necessidade mais urgente neste início de ano para 59,8% é de recursos para capital de giro. Neste cenário, a procura por bancos e agências de fomento deve disparar nos próximos meses, sendo a primeira opção para 43,4% dos empreendedores em busca de crédito mais barato e de longo prazo.

"A pesquisa deixa claro que apesar do empresário entender a necessidade da inovação para ampliar a competitividade da sua empresa, ele ainda sofre os impactos da crise vivenciada nos últimos anos, da retração do mercado de crédito, da carga tributária e da incerteza político-econômica que ainda se desenha no País", diz Rafael Bergamaschi, superintendente da Desenvolve SP.

Ao mesmo tempo em que a apuração evidencia gargalos que impedem um crescimento econômico mais robusto, observa Bergamaschi, ela aponta também caminhos que as instituições financeiras podem seguir para diversificar seu portfólio e atender o setor privado. "São dados importantes para entender as necessidades mais urgentes dos empresários a fim de oferecer soluções financeiras assertivas. No caso da Desenvolve SP, uma agência de fomento, a oferta de crédito não deve ser aleatória e tem como propósito o desenvolvimento econômico com foco na geração de empregos e renda".

Confira a seguir os destaques da pesquisa.

Perfil

A Desenvolve SP realizou a pesquisa com empreendedores paulistas clientes e não clientes da instituição por meio da aplicação de um questionário de múltipla escolha. Dos 4.228 respondentes, quase metade (49%) representam empresas do setor de serviços. Na sequência aparece o comércio (32,1%), indústria (16,1%) e agronegócio (2,8%). Em relação ao porte dos empreendimentos, os micros e pequenos negócios totalizaram 84,6%, seguidos pelas startups (8,2%), médias (6,7%) e grandes empresas (0,5%).

Percepções sobre a inovação

Chama a atenção que a maior parte dos empresários 46,6% diz estar à frente de um negócio inovador. Além disso, 14,5% dos entrevistados consideram-se muito inovadores, enquanto 31,8% à frente de um negócio tradicional. Somados os grupos ditos inovadores, temos o número bastante expressivo de 61,1%.

Em contrapartida, quando perguntados sobre o que consideram como inovação, quase 40% dos empresários entendem ser, de forma isolada, a "adoção de novas tecnologias", ou a "criação e lançamento de produtos ou serviços revolucionários" ou "melhorias em produtos, serviços ou processos já existentes". Para 61,7%, uma empresa inovadora, no entanto, é aquela que reúne todas essas alternativas. O que talvez, possa explicar o fato de muitos empresários não se identificarem como inovadores, apesar de, na prática, aplicarem mudanças em suas empresas.

"Muitos empreendedores ainda estão presos a uma ideia de que inovação, obrigatoriamente, precisa ser disruptiva, ou seja, que é preciso criar algo capaz de mudar os paradigmas do mercado. Entretanto é possível inovar investindo na melhoria de produtos ou processos já existentes", explica Bergamaschi.

Gargalos e necessidades

É consenso para 69,7% dos entrevistados que "ser uma empresa inovadora é essencial" para competitividade do negócio. Por outro lado, questionados sobre as três principais dificuldades para investir em inovação, "obter novas linhas de crédito e fontes de financiamento", "Carga tributária, impostos, legislação, burocracia" e "Incerteza sobre o futuro do Brasil" encabeçam, nesta ordem, as reclamações dos empreendedores paulistas. "Empresas que não conseguem manter a saúde financeira de suas contas, certamente não conseguirão avançar em iniciativas mais ousadas", diz  Bergamaschi.

Vale apontar ainda que das empresas que já investiram recursos para inovação, 77,6% destacaram de seu capital próprio, 22,5 % obtiveram com bancos privados e 16,2% com bancos públicos.  Apenas 11,3% representam o somatório de outras opções disponíveis no mercado: subvenção; investidor anjo; capital semente; capital de risco e fundo de investimento.

"O empreendedor paulista ainda se mostra com pouco conhecimento no que diz respeito a buscar recursos especificamente destinados a inovar. Hoje são muitas as opções disponíveis no mercado, porém, é preciso pesquisar e estudar qual o tipo mais adequado para cada projeto, e onde bater à porta", explica Bergamaschi.

Já quando o assunto é linha de crédito, a pesquisa mostra que ainda em 2019, 43,4% dos empresários buscarão recursos para os negócios por meio de empréstimos com "bancos e/ou agências de fomento", 35% com "bancos de varejo" e apenas 11,3% não têm intenção de investir esse ano.

"Vemos esse dado com bons olhos, já que as instituições de fomento, como a Desenvolve SP, são capazes de operar taxas de juros e prazos para pagamento muito mais atrativos, permitindo ao pequeno e médio empreendedor investimentos planejados e mais adequados ao seu perfil", diz Bergamaschi.

Estado Inovador

A vocação inovadora do Estado de São Paulo se confirma por meio dos financiamentos crescentes da própria Desenvolve SP.  Ao logo dos seus dez anos de atuação, a instituição firmou-se como uma das principais agências de fomento do País e também como uma referência no tema inovação para pequenas e médias empresas.  No último ano, os desembolsos destinados a projetos inovadores em todo o Estado cresceram 9%, totalizando o valor de R$ 57,7 milhões.

  Essa vocação inovadora também foi refletida na pesquisa da Desenvolve SP, que apontou um número considerado animador. Entre os empresários paulistas, aproximadamente 40% dos entrevistados afirmou não investir em pesquisa e desenvolvimento (P&D), mas ter intenção de iniciar essa atividade na empresa. Além disso, mais de 21% deles possuem departamento próprio de pesquisa na empresa, ou mantém parceria com outras instituições, como universidades e centros de tecnologia.

 Os números indicam um panorama positivo para o Estado, a despeito de um estudo recente (2018), elaborado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), que mostra que as empresas brasileiras ainda investem pouco em P&D, ficando a cargo do governo a maior parte desses investimentos. Enquanto que nos países desenvolvidos ocorre o oposto: é o setor privado o responsável por mais de dois terços dos projetos de P&D.

"Sabemos que São Paulo é um verdadeiro celeiro de ideias disruptivas no País, com polos de inovação que são destaque como os de São José dos Campos, Campinas e Piracicaba. Esse diferencial só é possível em função da atuação do Estado no apoio à pesquisa ao longo dos anos", finaliza Bergamaschi.

Sobre a Desenvolve SP

A Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista é a instituição do Governo de São Paulo que financia, por meio de linhas de crédito de longo prazo, o crescimento planejado das pequenas e médias empresas e municípios paulistas. Em 10 anos, são mais de R$ 3,2 bilhões desembolsados, impactando diretamente na geração de empregos e renda em todo o Estado. Saiba mais em www.desenvolvesp.com.br.

 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Fonte: LLYC
Foto: Bill Jasper/Divulgação

Data de publicação: 11/04/2019

Conteúdo relacionado


Inovação é decisiva para a indústria brasileira aumentar competitividade
O webinar “Inovação na Cadeia Têxtil” promovido pelo Senai Cetiqt, debateu o cenário atual do setor e as ações desenvolvidas pela indústria que, no momento de emergência causado pela pandemia, atendeu a sociedade com celeridade. Nesta empreitada, o Senai Cetiqt foi o principal pilar do setor para impulsionar a inovação.  2020-10-14 - Tags: abdi senai cetiqt webinar sergio motta fernando pimental aguinaldo diniz entrevista industria textil mercado

Ernesto Maurer é nomeado novo presidente da Cematex
Ernesto Maurer foi nomeado novo presidente da Cematex, Comitê Europeu de Fabricantes de Máquinas Têxteis, seu mandato de quatro anos abrange três grandes eventos de tecnologia têxtil programados para a Europa e Ásia. Maurer foi eleito na Assembleia Geral da Cematex, em 12 de junho.  2020-06-26 - Tags: itma asia citme itma cematex ernesto maurer industria textil xangai charles bauduin

Para todos membros da comunidade do algodão
Com todo o mundo preso a pandemia do COVID-19, é difícil de ver uma luz no fim do túnel - e o momento quando o vírus será derrotado e vida poder voltar ao normal. Mas há um evento importante no horizonte que marcará o começo da recuperação do algodão reunindo o mundo global do algodão e indústria têxtil e mostrando aos consumidores em todas as partes porque o algodão é a fibra natural mais importante do mundo.  2020-06-01 - Tags: pandemia covid 19 algodao dia mundial do algodao international cotton advisory committee

Cematex elege seu novo secretário geral permanente
Cornelia Buchwalder foi eleita, no dia 12 se março, como novo secretário general pelo Cematex - Comitê Europeu de Fabricantes de Maquinas Têxteis. Ela atuava como interina desde junho de 2019, após aposentadoria de Maria Avery, e agora terá posição permanente no comitê. Buchwalder tem grande conhecimento do setor global de equipamentos têxteis, após ter administrado a Associação Suíça de Maquinas Têxteis desde 2013.  2020-04-03 - Tags: cornelia buchwalder cematex maria avery itma asia citme zurique

Feiras internacionais impulsionam negócios de empresas têxteis brasileiras
Só em 2020 mais de 40 marcas brasileiras estiveram na Colombiatex, uma das principais feiras do segmento na América Latina. A Censi Máquinas, de Gaspar (SC), foi uma das empresas que colheu bons resultados a partir da estratégia de exposição.  2020-03-12 - Tags: colombiatex censi maquinas evandro spengler tagpress america latina abit

Setor de nãotecidos mostra pequeno crescimento em 2019
A produção brasileira de nãotecidos cresceu 0,4% em 2019, em relação ao ano anterior, alcançando 277,6 mil toneladas. Em 2018, o setor produziu 276,5 mil toneladas. Os números de produção de 2018 e 2019 foram impactados pela redução nas exportações e um aumento nas importações de nãotecidos.  2020-03-10 - Tags: associacao brasileira da industria de naotecidos e tecidos tecnicos abint carlos eduardo benatto naotecidos industria brasileira de naotecidos

Importações de bens de capital encerram o ano com alta de 30%
O volume de importações de bens de capital no Brasil encerrou 2019 com alta de 30% e movimentação de 37,4 bilhões de dólares, segundo um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos Industriais (Abimei).  2020-01-07 - Tags: abimei maquinas equipamentos tendencia categoria transporte industria

Desaceleração econômica global está afetando consumo de algodão
Ainda que as projeções de aumento do consumo para a próxima safra se mantenham, o fato é que os indicadores econômicos, que apontam uma desaceleração da economia mundial e contínuos conflitos comerciais, estão interrompendo a série de bons resultados prolongados da indústria algodoeira.  2019-12-18 - Tags: icac algodao algodoeira industria queda internacional

Perspectivas e desafios para a cadeia de valor
O avanço ao novo mundo digital está promovendo uma disrupção nos negócios do setor têxtil e de vestuário.  2019-12-05 - Tags: ibge mercado joao paulo cunha locomotiva brasil cadeia de valor

Indústria têxtil baiana é a primeira do país a conquistar rótulo ecológico ABNT
Chancelada em outubro pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a empresa local Polo Salvador é a primeira indústria têxtil do Brasil a conquistar o "Rótulo Ecológico", um selo comprovador de que uma organização está preocupada com questões ambientais e adota medidas para reduzir os impactos causados ao meio ambiente pelos processos industriais.  2019-11-22 - Tags: abnt recursos meio ambiente rotulo industria textil bahiana bahia.

GQM inaugura central de vendas no Rio de Janeiro
A paulista Global Química & Moda (GQM) iniciou 2019 com um objetivo muito claro: expandir seus negócios através de unidades parceiras espalhadas por regiões estratégicas no país. Ao todo, a marca pretende inaugurar cinco centrais de vendas.  2019-11-11 - Tags: gqm 2019 quimica rio de janeiro vendas portfolio regionalizacao

Instituto de Inovação do Senai Cetiqt passa a funcionar no Parque Tecnológico da UFRJ
As novas instalações do Instituto de Inovação em Biossintéticos e Fibras do SENAI CETIQT, no Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), serão inauguradas nesta sexta-feira (08/11), às 10h.  2019-11-08 - Tags: senai cetiqt parque tecnologico ufrj inovaçao instituto biossinteticos fibras

Países de baixo custo da Ásia lideram produção mundial de artigos de malhas
Relatório de outubro, publicado na edição 199 do Textile Outlook, a partir das informações globais da empresa Textiles Intelligence, mostra que o mercado internacional de artigos de malha está se transformando à medida que os importadores dos principais centros de consumo, como EUA e União Europeia, mudam suas fontes para produtores de baixo custo de países emergentes na Ásia.  2019-10-28 - Tags: textile outlook textiles intelligence asia produtividade turquia exportacao

The Lycra Company lança tecnologia Lycra® EcoMade
A The Lycra Company, fornecedora líder de soluções em fios e tecnologias para as indústrias globais de vestuário e cuidados pessoais, irá exibir seus produtos mais recentes para o mercado de Denim, na Kingpins Amsterdã, que acontece nos dias 23 e 24 de outubro.  2019-10-24 - Tags: lycra company denim kingpins amsterda planet agenda ecomade

Frente Parlamentar Têxtil paulista promete lutar pela valorização do setor
“O setor têxtil é importante para o nosso estado, por isso temos que apoia-lo”. Esta foi a tônica dos discursos proferidos durante a instalação da Frente Parlamentar para o Desenvolvimento do Setor Têxtil e de Confecção do Estado de São Paulo, realizada no dia 3 de outubro, na Assembleia Legislativa.  2019-10-11 - Tags: setor textil paulista frente parlamentar assembleia legislativa sinditec sinditextil sp sindivestuario

Monforts celebra conquistas de seus clientes com publicações
Monforts, um dos principais fabricantes alemães de máquinas têxteis do mundo, lançou a primeira edição do Monforts World of European Textiles (Mundo dos Têxteis Europeus da Monforts), apresentando uma série de empresas de vanguarda na Europa, que atendem a uma ampla gama de mercado final.  2019-08-01 - Tags: monforts world of european textiles monforts world of denim itma 2019 fios contínuos cyd

Plataforma mundial B2B de pesquisa online para o mercado têxtil
GoSourcing365 é uma plataforma exclusiva B2B de pesquisa global baseada nos EUA para networking com Fabricantes e Fornecedores internacionais de Fios, Tecidos, Vestuário, Acabamentos, Acessórios, Corantes e Produtos Químicos.  2019-06-10 - Tags: gosourcing365 plataforma global de pesquisa b2b b2b networking

Audaces estrutura internacionalização com novo diretor
“Hoje, não é apenas idealizar em um produto simplesmente, é preciso criar o modelo de negócio com gestão e foco no cliente além de pessoas buscando melhoria contínua. É isso que torna uma empresa inovadora”.  2019-06-05 - Tags: audaces internacionalizaçao diretor matheus diogo fagundes lingerie claudio grando ricardo cunha

Vicunha reforça seu posicionamento sustentável
Vicunha Têxtil e Movimento Ecoera criam projeto para mapear impacto ambiental do uso da água na produção de jeans no Brasil. Com mais de 50 anos de mercado, a Vicunha é líder mundial na produção de tecidos índigos e brins, sendo referência no segmento jeanswear.  2019-06-05 - Tags: pegada hidrica vicunha sustentavel agua water footprint foundation informacao

Minas Trend reforça projeção nacional
Com novos expositores da indústria têxtil e do segmento de cosméticos, o evento se consolida como maior salão de negócios de moda da América Latina. A 24º edição do Minas Trend, realizada de 9 a 12 de abril em Belo Horizonte, abriu espaço para o setor de beleza e cosméticos que veio somar-se aos expositores da cadeia da moda como vestuário, calçados, bolsas e acessórios.  2019-06-05 - Tags: minas trend perfil industria sinergia presença textil expominas