Language
home » têxtil »

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Conferência IAF Brasil 2017 debate a nova era industrial

Braço robótico chega à confecção, última fronteira da mão de obra na cadeia têxtil.

Foram três dias de imersão tecnológica e debates sobre ética e cultura socioambiental que prenderam a atenção dos 350 participantes da 33ª edição da World Fashion Convention (Conferencia Mundial de Moda), realizada pela primeira vez no Brasil, entre os dias 16 e 18, no Grand Hyatt hotel, na Barra da Tijuca (RJ). Organizada pela IAF – International Apparel Federation em parceria com a Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções, a conferência instigou empresários, estilistas, executivos, varejistas e profissionais que atuam na cadeia têxtil/vestuário/varejo a repensarem seus modelos de negócios. Afinal, o "futuro", com robôs atuando nas fábricas e roupas que interagem com o corpo humano, já chegou e segundo os especialistas, veio para ficar.

Com velocidade impressionante, a disrupção está se tornando realidade a cada dia em alguns países da Europa, Ásia e nos Estados Unidos. Por meio de inovações tecnológicas que rompem a forma tradicional de produção, cria novos produtos e novos mercados consumidores, a disrupção tem desestabilizado empresas e negócios, tornando-se um grande desafio para a cadeia de valor em todo o mundo. Segundo uma pesquisa recente da Economist Intelligence Unit, seis em cada dez executivos a consideram uma ameaça, mas os consultores alertam: "só existe uma chance para as empresas que desejam crescer: abraça-la".

Até a indústria da confecção, que entre os elos da cadeia têxtil parecia até agora imune aos avanços da robotização, assombrou-se com a invenção da Sewbo, startup norte-americana baseada em Seattle, que criou um processo onde um braço robótico é capaz de montar e costurar uma T-shirt do início ao fim, sem qualquer interferência humana. Seu inventor, o jovem engenheiro Jonathan Zornow, 30 anos, foi uma das estrelas da conferência IAF Brasil 2017. Em sua palestra no Painel – Os Desafios da Indústria na Transição para o Modelo de Manufatura Avançada –, um dois mais concorridos do evento, Zornow explicou que seu objetivo é alcançar a automação completa para a produção de vestuário.

Como um robô industrial, até agora, não conseguiu reproduzir com perfeição as habilidades da mão humana, imprescindíveis para segurar o tecido nas etapas de costura, Zornow idealizou o processo em que a camiseta de algodão é imersa em um polímero solúvel em água que a torna rígida como uma espécie de papelão, sendo assim manuseada pelo braço robótico. Depois de confeccionada, a peça precisa ser lavada para voltar ao estado normal. O próximo desafio, que ele mesmo admitiu em sua palestra, é aperfeiçoar o método que torne esse processo sustentável, uma vez que a lavagem gera resíduos.

 

Camiseta feita por robô em startup nos Estados Unidos.

Paradoxos

Mas como implantar a tão sonhada indústria 4.0 – em que máquinas se comunicam com máquinas, sem desempregar milhões de pessoas? Esta questão continua dividindo opiniões e não foi diferente durante a conferência. Peter Poschen, diretor no Brasil da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que participou do Painel sobre Atuação de Governos e Instituições nas Demandas Internacionais de Compliance – defendeu que é preciso discutir a evolução tecnológica e seus impactos na atividade laboral e ambiental, visando encontrar um equilíbrio. Ele apontou que muitas indústrias, pressionadas por marcas globais que querem vestuário de moda com baixo custo e entrega rápida, buscam países subdesenvolvidos para conseguir maior produtividade e competitividade.

Ele citou que a Etiópia, uma das nações mais pobres da África, está se tornando a nova base de confecção do mundo. "É preciso definir as responsabilidades das empresas e criar uma cultura de respeito aos direitos humanos e à legislação dos países onde se instalam. Reduzir as horas extras maçantes, combater o trabalho escravo, aumentar a renda e melhorar as condições dos funcionários também deve ser prioridade das organizações do novo milênio, junto com a tecnologia", argumenta Poschen.

 

Em muitos países, como a Etiópia, na África, a indústria de confecção emprega milhares de trabalhadores.

Marissa Pagnani McGowan, vice-presidente de Responsabilidade Corporativa da PVH Corp – um dos maiores grupos de vestuário do mundo, com faturamento de US$ 8,2 bilhões em 2016 e detentora de marcas como Calvin Klein, Tommy Hilfiger, Arrow, Speedo, entre outras, por sua vez, afirmou: " Somos uma grande empresa e também sofremos pressão internacional de ativistas, governos e investidores. A PVH realiza treinamentos constantes com as cadeias de suprimentos e temos um programa socioambiental avaliado globalmente. Mas muitas vezes esbarramos nas próprias dificuldades internas e culturais dos países que têm seus interesses econômicos. Quando contratamos serviços de produção esperamos que estejam em conformidade com normas legais. Eu defendo que é preciso estabelecer uma base de complience global que seja adaptada regionalmente afim de eliminar distorções", argumenta a executiva que integrou o Painel - Visão da Indústria e do Varejo sobre Compliance Socioambiental.

Realidade aumentada, supervisão à distância e internet das coisas já são realidade em algumas fábricas pelo mundo.

Para John Chen, CEO e vice-presidente da Esquel, líder na produção de T-shirts e camisas de algodão premium, com fábricas na China, Malásia, Vietnam e Sri Lanka, tanto pessoas quanto máquinas são importantes na cadeia de valor e a relação humana não pode ser negligenciada. "Há quem sempre alegue que investir em inovação e salários melhores geram custos que inviabilizam a empresa a competir globalmente. Eu acho que quanto mais dinheiro se ganhar e este dinheiro circular na economia será bom para a sociedade. Emprego de boa remuneração e alta produtividade é melhor que trabalho barato e desqualificado. Nós temos fiação automatizada. Cada 10 mil fusos requerem apenas cinco técnicos de bom nível e o gerenciamento da fábrica não depende de supervisores, pois pode ser controlada via telefone celular pelo gestor. Eu creio que a tecnologia é irreversível e a indústria têxtil vai atrair cada vez mais trabalhadores qualificados como engenheiros e especialistas em TI, ou seja, empregos de qualidade que gera produtos de valor agregado".

Na avaliação do executivo da Esquel, a tecnologia não acabará com os empregos, apenas relocará a mão de obra não qualificada para outras áreas da economia, como a prestação de serviços, uma vez que para a indústria, a internet das coisas, o armazenamento em nuvem, a impressão 3D e a robótica tornaram-se um caminho sem volta, que exigirá cada vez mais profissionais especializados.

 

Mais de 300 participantes assistiram as palestras e painéis da conferencia IAF no Rio de Janeiro.

A 33ª edição da IAF Convention tem patrocínio da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Senai Cetiqt, MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) e apoio institucional do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa), TexBrasil e Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). A próxima Conferência IAF 2018 será em Maastricht, na Holanda. A Revista ITT Press trará, em sua próxima edição, mais detalhes do evento.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Marcia Mariano
Fotos: Marcia Mariano

Data de publicação: 20/10/2017

Conteúdo relacionado


Alunos do SENAI CETIQT terão melhor experiência de aprendizagem em 2018
O SENAI CETIQT começou 2018 de cara nova. Como parte do programa de reformulação dos cursos de graduação, as salas de aula passaram por um projeto de modernização para proporcionar aos estudantes uma melhor experiência de aprendizagem.  2018-02-22 - Tags: senai cetiqt design de moda engenharia quimica tecnologia sergio motta

Incentivos à inovação e competitividade no setor têxtil e de confecção
A ABVTEX entidade que representa as principais redes de varejo de moda do País, esclarece informações de entidades ligadas à indústria de que as importações no setor têxtil crescem desproporcionalmente e aponta que medidas restritivas ao comércio exterior podem desequilibrar o setor e desestimular o investimento em inovação.  2018-02-20 - Tags: abvtex iemi varejo mercado camex camara de comércio exterior negocios

Exportações industriais avançam sob liderança da média-alta tecnologia
A Carta IEDI divulgada semana passada analisa o comércio exterior brasileiro em 2017, cujo superávit atingiu patamares históricos, com ênfase no desempenho da indústria de transformação. Para isso, o IEDI recorreu à metodologia desenvolvida pela OCDE que classifica o setor em quatro faixas por intensidade tecnológica (alta, média-alta, média-baixa e baixa).  2018-02-16 - Tags: exportacoes importacoes comercio exterior brasileiro ocde saldo comercial industria

GQM participa das três principais feiras dos setores têxtil e de impressão
A Global Química & Moda (GQM) começa o ano com um calendário repleto de oportunidades de negócios. A empresa confirmou presença em três feiras internacionais: Expoprint Latin America, Serigragia Sign e Febratex.  2018-02-14 - Tags: gqm global quimica & moda expoprint latin america digital textile conference serigrafia sign febratex

Brückner constrói planta na Alemanha para atender demanda do mercado de nãotecidos
Líder no setor de linhas de acabamento e tratamento térmico para a indústria têxtil e nãotecidos, a Brückner está construindo nova unidade em uma área de 25 mil metros quadrados em Abtenham, próximo à sua sede, na cidade de Tittmoning (Baviera).  2018-02-09 - Tags: bruckner naotecidos tecno line nonwovens supra flow ba tecnologia

NILIT participa da ISPO Munich e apresenta tecidos Sensil® Innergy
A NILIT, fabricante mundial de fios têxteis de poliamida 6.6, apresenta seu portfólio de produtos Sensil® para o mercado de vestuário esportivo na feira ISPO Munich que terminou dia 31 de janeiro.  2018-02-06 - Tags: poliamida 6 6 sensil innergy ispo munich ispo textrends top ten pierluigi berardi santoni tecnofilati nylon

Isolamento térmico feito com manta de lã de PET garante ambientes climatizados
Para aumentar a qualidade dos ambientes, especialmente em climas mais quentes, como o que temos no verão em todo o Brasil, o melhor investimento é em revestimento com manta térmica na parte interna de forros e coberturas.  2018-02-05 - Tags: isolamento termico manta de la de pet conforto termico manta termica sustentabilidade

Dupont mostra vestuário inteligente na ISPO Munich
DuPont Advanced Materials apresenta na ISPO Munich – maior feira mundial voltada para vestuário esportivo profissional, que acontece de 3 a 6 de fevereiro, na Alemanha, a tecnologia Intexar Heat de roupas inteligentes, com energia para aquecimento do corpo.  2018-02-02 - Tags: dupont advanced materials dupont ispo munich intexar heat michael burrows permawarm vestuario esportivo profissional

Cursos técnicos e de graduação do SENAI CETIQT são reformulados para 2018
Com base na metodologia SENAI de Educação Profissional e Tecnológica, que sintoniza a educação profissional às demandas do mercado, os novos currículos dos cursos técnicos e de ensino superior do SENAI CETIQT desenvolverão nos estudantes capacidades fundamentais para trabalhar com as tecnologias disponíveis e com as que entrarão no mercado nos próximos anos.  2018-01-29 - Tags: senai cetiqt cursos tecnicos design de moda engenharia quimica marcelo ramos ensino superior

SINDITEC propôs retomada da Câmara Ambiental Têxtil
O Presidente do SINDITEC, Dilézio Ciamarro, e o Vice-Presidente Leonardo José de Sant'Ana foram recebidos na última quinta-feira pelo Gerente da Divisão Setorial da CETESB, Francisco Setti, e pela Secretária Suplente da Câmara Ambiental Têxtil, Maria Heloísa Assumpção, na sede da CETESB, em São Paulo, para avaliar a possibilidade da retomada dos trabalhos desenvolvidos pela Câmara Ambiental do setor.  2018-01-17 - Tags: sinditec dilezio ciamarro cetesb francisco setti camara ambiental textil

Archroma apresenta produtos inspirados pela natureza na ISPO 2018
Líder global em corantes e produtos químicos especializados para a indústria têxtil, a Archroma estreia na ISPO 2018, que acontece em Munique, Alemanha, de 28 a 31 de janeiro. Realizada duas vezes por ano, a feira é reconhecida por ser uma importante plataforma para tecidos e componentes voltada ao segmento de roupas esportivas.  2018-01-16 - Tags: archroma earthcolors ispo textrends ispo conference sanitized odoractiv color atlas ispo brandnew village

VDMA realiza conferencia para mercado têxtil dos EUA e México
No final de 2017, a Associação Alemã de Máquinas Têxteis - VDMA realizou conferência seguida de workshop para as indústrias têxteis nos Estados Unidos e do México. O evento, que contou fabricantes de máquinas e acessórios têxteis, apresentou tecnologias de produção mais recentes nas áreas de fiação, tingimento e acabamento.  2018-01-16 - Tags: vdma associacao alema de maquinas texteis german technology textile machinery association hermann selker canaintex

Ampla reforça fabricação nacional de impressoras de grande formato na ExpoPrint 2018
Conhecida como a única fabricante 100% brasileira no mercado de impressão digital para grandes formatos e posicionada hoje entre os principais players globais do setor, a Ampla estará com suas soluções no maior evento de impressão das Américas: a ExpoPrint Latin America 2018, de 20 a 24 de março, em São Paulo.  2018-01-15 - Tags: ampla impressora digital feira expoprint latin america ricardo lie csmeg

Abit projeta recuperação moderada do setor para 2018
A indústria têxtil e de confecção começa, de fato, a se recuperar após três anos consecutivos de queda provocada pela maior recessão vivida pelo Brasil.  2018-01-12 - Tags: abit fernando pimentel mercado industria textil setor textil

Acordo Colômbia Mercosul, que zera tarifa para têxtil e vestuário, entra em vigor
A Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil celebra a entrada em vigor, no último dia 20 de dezembro, do acordo comercial entre o Mercosul e a Colômbia, que permitiu zerar as alíquotas do imposto de importação aplicadas a tecidos e vestuário.  2018-01-08 - Tags: fmi abit mercosul colombiatex colombia acordo comercial fernando pimentel america do sul america latina

Retrospectiva: O têxtil do futuro visto do espaço
A 17ª Techtextil e 4ª Texprocess, maior evento internacional dedicado aos têxteis técnicos, nãotecidos e processamento de materiais flexíveis, apontou que a conexão entre a indústria de manufatura e as start-ups tecnológicas é o caminho para a inovação têxtil.  2017-12-15 - Tags: techtextil texproces messe frankfurt detlef braun dresden living in space naotecidos mobiltech

Archroma celebra sucesso das parcerias estratégicas
Archroma, líder global em cor e especialidades químicas conhecidas pelo pioneirismo na engenharia da cor utilizada nos têxteis e moda, celebra o avanço do seu sistema de biblioteca de cor de sua Color Atlas.  2017-12-14 - Tags: archroma chris hipps archroma color management wgsn color atlas

SENAI CETIQT amplia a sua atuação com a inauguração da planta de fibras químicas
O SENAI CETIQT inaugurou esse ano a planta de Fibras Químicas a fim de apoiar as indústrias no desenvolvimento de pesquisas para a fabricação de fios com funcionalidades. Tecidos com repelência a insetos, proteção à radiação UV, propriedades antimicrobianas e antichamas são exemplos dos produtos têxteis com funcionalidades que já são tendências no mercado internacional e nacional.  2017-12-11 - Tags: senai cetiqt abrafas fibras quimicas beneficiamento textil ricardo cecci

Instituto Senai de Inovação mudará de endereço no Rio
A direção do Senai Cetiqt informa que o Instituto Senai de Inovação (pesquisa e desenvolvimento) será transferido a partir de fevereiro de 2019, de sua unidade no bairro do Riachuelo (zona Norte do Rio), para o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na Ilha do Fundão.  2017-12-06 - Tags: senai cetiqt instituto senai de inovavcao abtt rio de janeiro

Catarinense Texneo anuncia novo diretor de mercado
A Texneo, especializada em malhas para os segmentos sportswear, beachwear e underwear anuncia seu novo Diretor de Mercado. Johnny Francis Gaulke, 37 anos, assume a função na empresa de Indaial com o objetivo de continuar o trabalho de reposicionamento da marca da empresa, ampliar a participação no mercado e fortalecer o processo de internacionalização do grupo.  2017-11-30 - Tags: texneo malhas sportswear beachwear underwear johnny francis gaulke textil