Language
home » têxtil » mercado » empresas e personalidades

Empresas e Personalidades

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Um produto por excelência

Única do setor têxtil a obter o certificado ISO 9000, a Du Pont do Brasil mostra como a Fábrica de Lycra® de Paulinia-SP tornou-se a primeira do grupo a ter seu sistema de produção reconhecido internacionalmente.

Nem tudo é negativo no Brasil. Apesar da recessão, do desemprego e da queda de investimentos na indústria, há empresas que desafiam essa conjuntura e conseguem para o país um lugar de destaque entre as nações desenvolvidas. A Du Pont do Brasil é um exemplo desta determinação. Em janeiro de 1992, sua fábrica de fibras de poliuretano, comercialmente conhecida por Lycra®, localizada em Paulínia, conquistou o certificado ISO 9000, espécie de "ingresso" para o seleto grupo de empresas que têm o reconhecimento internacional de seus sistemas de produção.

O superintendente de Sistemas de Qualidade da Fábrica de Paulínia, Albert A. Amiel, coordenador do grupo de trabalho que durante doze meses dedicou-se à tarefa de conquistar o certificado para a empresa, revela à Textília que o único segredo desta "vitória" foi a vontade de "fazer as coisas bem feitas, com competência e organização". Graças a este princípio, a fábrica brasileira foi a primeira entre as oito fábricas de fio elastano Lycra® da Du Pont mundial a conquistar a ISO 9000, estimulando as co-irmãs Fábrica de Lycra® de Mercedes e Fábrica de Nylon de Berazategui, ambas na Argentina, a conseguirem o mesmo feito.

A Du Pont América do Sul, com sede em Alphaville, São Paulo, é formada por dez unidades industriais instaladas na Argentina, Colombia, Venezuela e Brasil. Detentora de vária linhas de produtos, atua nos setores de fibras sintéticas o fio elastano Lycra® entre outros. no Brasil em 1962, o fio Lycra® marca registrada e considerada notória* até o ano 2002 - está presente em mais de 90 países , tendo participação de 83% no mercado brasileiro, conforme pesquisa do Instituto Gallup. No ano passado, a Du Pont América do Sul faturou em torno de US$750 milhões e a expectativa para 93 é atingir US$800 milhões. A E.I. Du Pont de Nemours & Company, matriz do grupo fundado em 1802 nos Estados Unidos, fatura anualmente em vendas US$40 bilhões.

Funcionário da empresa há 20 anos, Albert Amiel é engenheiro químico, formado pela Universidade Mackenzie de São Paulo e administrador de empresas com título conferido pela PUC de Campinas. Há um ano assumiu a coordenação dos grupos de trabalho (Manutenção, Projetos, Qualidade, Processos e Produção) que reuniram representantes de todos os funcionários da Fábrica de Paulínia, a fim de reorganizar a produção em função das normas determinadas pela ISO. "O principal motivo que nos levou a esse trabalho foi a necessidade de preparar a Fábrica para exportar para a Europa, já em franco processo de unificação de mercado", recorda Amiel, que a seguir explica a importância do certificado.

Textília - O certificado ISO 9000 não garante a qualidade do produto e sim, a qualidade dos processos de produção. Qual a diferença entre esses conceitos?

Amiel - Não existe fórmula que garanta a qualidade total de um produto. Por isso, ter um sistema onde o processo de fabricação é constantemente acompanhado, desde o fornecimento de matéria-prima até a comercialização do produto, mantém-se, sob as condições de excelência máxima, todas as etapas do mesmo, permitindo assim que o cliente receba um produto final confiável.

Textília - Como é feita a seleção da matéria-prima?

Amiel - Pela norma existe duas maneiras de assegurar a qualidade da matéria-prima, uma, a mais comum, é adquiri-la dos fornecedores já certificados pela ISO 9000. A outra, usada no caso na Fábrica de Paulínia, é fazer um programa de homologação de fornecedores da seguinte maneira: verifica-se, por meio de avaliação técnica, se o sistema de produção da matéria-prima é satisfatório. Conferido, exige-se um certificado de conformidade de acordo com especificações da matéria-prima que será utilizada no produto, o qual se destina. Para evitar logro, fazemos uma vez por ano, uma auditagem nos fornecedores e solicitamos o certificado para cada lote de matéria-prima a ser enviado. A Du Pont utiliza 18 matérias-primas para fabricação do fio, o glicol, um derivado de petróleo, é uma delas.

Textília - Uma das exigências da ISO são as análises constantes do produto. Quanto a Du Pont investiu para manter esta série de pesquisas...

Amiel - As despesas de preparação, ou seja, organização dos grupos de trabalho, documentação e auditagem nos fornecedores consumiram, na época, cerca de US$50 mil. Fora isso, a empresa gasta entre US$5 mil a US$10 mil a cada seis meses para manter a inspeção periódica do BSI, British Standards Institution.

Textília - Este foi o órgão que concedeu o certificado?

Amiel - Exatamente. A ISO, International Organization for Standardization, com sede em Genebra, na Suíça, é o órgão normalizador, enquanto o IQA, Instituto of Quality Assurance, da Inglaterra, é o órgão que dá a autorização para que outras agências credenciadas por ele concedam o certificado. No caso da Du Pont, o certificado foi emitido pelo BSI, que assim como o IQA, está instalado na Inglaterra.

Textília - Mas no Brasil não existe entidade credenciada? Uma das propostas da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT) é que o SENAI-CETIQT seja o órgão competente para fornecer o certificado ISO 9000. O que o senhor acha da idéia?

Amiel - Com relação à primeira parte da pergunta digo que a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é um dos membros da ISO, mas o Inmetro -Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualificação que registra as normas brasileiras, não é reconhecido pelo IQA. A proposta da ABIT é boa, pois o SENAI-CETIQT, se se atualizar conforme os requisitos internacionais, tem plenas condições de fornecer o certificado, já que se trata de uma instituição técnica reconhecida no setor. Isso até tornaria a auditoria mais acessível, embora antes de optarmos pelo BSI, consultamos a Fundação Vanzolini para fazer a auditagem, mas o preço não foi muito competitivo, daí decidimos pelos ingleses. Entretanto, acho que o Brasil possui instituições gabaritadas para conceder o certificado.

Textília - Quais foram os benefícios trazidos pela certificação? Houve ganho de produtividade?

Amiel - Sem dúvida. A produtividade aumentou 10% com a racionalização da produção. Durante o trabalho, verificamos por exemplo que uma determinada tarefa era executada diversas vezes por pessoas diferentes dentro do processo. A partir da homologação dos fornecedores, deixamos também de fazer análises de matérias-primas. Ampliamos a produção da fábrica em 20% e não precisamos contratar pessoal. Estas são algumas das vantagens que posso citar agora, o principal ganho foi ter a garantia de um sistema de qualidade eficiente em que, através de um rastreamento, é possível detectar falhas durante o processo de produção, até mesmo na sua origem, e corrigí-Ias, evitando que o produto chegue ao cliente com defeito. Isto é a essência da nossa credibilidade no mercado.

Textília - A partir de sua experiência, quais os caminhos para que outras empresas do setor têxtil também sejam certificadas pela ISO 9000?

Amiel - Eu diria que não apenas o setor têxtil, mas a indústria nacional como um todo. A abertura de mercado é uma realidade irreversível e também um grande desafio para o Brasil. O empresário tem que se conscientizar disso, pois se não melhorar a produtividade e nem a qualidade de seu produto não terá acesso ao mercado externo, cada vez mais exigente, e ainda correrá o risco de perder o seu próprio mercado. É preciso motivação do topo da empresa até sua base. É um trabalho conjunto em que os resultados pertencem a todos. Para se ter uma idéia, enquanto no Brasil o desperdício chega a 20%, ou seja, produz-se 100 e vende-se 80, no, Japão este percentual de desperdício não chega a 2%. Enquanto no Brasil não temos mais do que cem empresas certificadas pela ISO, na Inglaterra são 20 mil.

 

 
 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Márcia Mariano

Data de publicação: 01/04/1993

Conteúdo relacionado


Loepfer mostra alta tecnologia em sensores na ITME Africa
A Loepfer estará presente no Pavilhão Suíço da ITME África, que acontecerá pela primeira vez na Etiópia, de 14 a 16 de fevereiro, na capital Adis-Abeba. A África tem apresentado crescimento nos últimos anos e a indústria têxtil tem sido um dos motores deste desenvolvimento, especialmente a Etiópia, não só pelo cultivo do algodão, mas também pelo investimento em toda a cadeia de valor têxtil.  2020-01-27 - Tags: loepfe brothers itme africa etiopia adis abeba yarn cleaner falcon-i

Mahlo colabora com universidades em Bangladesh da área têxtil
Trazendo especialistas em têxteis do futuro, a empresa alemã de engenharia mecânica Mahlo GmbH + Co. KG, realizou palestras na Universidade de Bangladesh de Têxteis (BUTEX) e na Universidade do Norte de Bangladesh, apresentando aos alunos os requisitos e soluções da moderna produção têxtil.  2020-01-24 - Tags: butex industria 4 0 msmart mahlo maquinas texteis

Fiação chinesa eleva produtividade com sistema de dados Uster®
Oferecer alta qualidade e produtividade aos seus clientes, por meio da análise e transparência de dados de classe mundial, é o resultado obtido pela empresa chinesa Esquel ao implantar o sistema Uster® Quality Expert na sua produção de fios.  2020-01-23 - Tags: uster quality expert li guanghai esquel produçao fios

Novos talentos para uma indústria tecnologicamente forte
Peter D. Dornier, presidente da Fundação Walter Reiners-Stiftung da VDMA (Associação dos Fabricantes de Máquinas Têxteis da Alemanha), entregou prêmios a seis jovens engenheiros em Dresden, durante cerimônia de premiação na Conferência Têxtil Internacional de Aachen-Dresden-Denkendorf.  2019-12-18 - Tags: itm peter d dornier vdma maquinas texteis ita aachen

Basf oferece formulação de produtos para lavagem de roupas
Detergente líquido ou em pó, amaciantes e outros produtos voltados à lavagem de roupas demandam equilíbrio entre o bom desempenho do produto e o cuidado em não causar riscos à saúde do consumidor.  2019-12-17 - Tags: basf lavergy fibras tecidos sokalan

Sinditec homenageia Santista Têxtil pelos seus 90 anos de fundação
O Sinditec, que representa as indústrias têxteis de Americana e Região, prestou homenagem à Santista Têxtil pelos seus 90 anos de fundação. O presidente da entidade, Dilézio Ciamarro, entregou a “Lançadeira de Prata” ao presidente da empresa, Gilberto Stocche, em reunião da diretoria, realizada no final do mês de novembro.  2019-12-17 - Tags: sinditec americana industrias texteis santista textil dilezio ciamarro gilberto stocche

Industriais catarinenses participam de evento com presidente da República
No dia 11 de dezembro, empresários catarinenses participaram da cerimônia de entrega do Grande Colar da Ordem do Mérito Industrial ao presidente Jair Bolsonaro, promovida em Brasília pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).  2019-12-16 - Tags: sintex fiesc cni fiaçao industria conservacao homenagem

Karsten é eleita a 11° melhor empresa para trabalhar em Santa Catarina
A Karsten, empresa têxtil de Blumenau que completou 137 anos de história, foi eleita a 11ª melhor empresa para trabalhar em Santa Catarina. O prêmio foi entregue na última quarta-feira (4), em Florianópolis, pelo Instituto Great Place to Work (GPTW), que desde a década de 1980 seleciona as empresas com melhores ambientes de trabalho nas categorias grande, médio e pequeno porte.  2019-12-10 - Tags: karsten gptw empresa santa catarina trabalhar

Abit entrega Medalha do Mérito 2019 em confraternização anual do setor
Como faz todos os anos, a Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção realizou a solenidade de entrega da Medalha do Mérito, que antecedeu o coquetel de confraternização de fim de ano da entidade, reunindo empresários, executivos, profissionais de moda e imprensa em sua sede na capital paulista.  2019-12-06 - Tags: abit 2019 confraternizacao premio sinditextil grupo lunelli grupo malwee camisas polo salvador steinbruch vicunha

Scavone encomenda Linha Dilo 4.0 para fábrica de nãotecidos
A Fabril Scavone, uma das líderes na América do Sul na produção de nãotecidos, adquiriu uma unidade de agulhagem completa do grupo alemão Dilo para sua nova planta industrial em Itatiba, São Paulo.  2019-12-04 - Tags: fabril scavone naotecidos agulhagem dilo pes pp bico fibras

Trajetória da Rhodia no Brasil é marcada pela inovação e sustentabilidade
No ano em que comemorou 100 anos de Brasil, a Rhodia, empresa do Grupo Solvay, apresentou ao mercado têxtil novos fios sustentáveis, como Amni® Soul Cycle e Amni® Dynamic, reforçando seu compromisso com o País na produção de tecnologias e produtos que valorizam os recursos disponíveis e as fontes renováveis.  2019-12-03 - Tags: rhodia grupo solvay amni soul cycle amni dynamic daniela manique mercado textil industria sustentavel 100 anos

Sinditec elege nova diretoria e conselho consultivo para 2020/22
O empresário Leonardo José de Sant´Ana, da Guainumby Têxtil, especializada em fios tintos de poliéster texturizado e fios fiados para linhas de costura, foi eleito novo presidente do Sinditec - Sindicato das Indústrias de Tecelagens de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré.  2019-12-03 - Tags: guainumby textil fios tinturaria poliester texturizado fios fiados linhas sinditec jose de santana

Brother oferece soluções competitivas para a indústria da moda
Com uma longa trajetória de 42 anos no Brasil, a Brother está cada vez mais presente nos negócios da indústria de transformação e moda. A empresa apresenta tecnologia de ponta e ótimo custo-benefício, em diversos segmentos de atuação como impressão P/B ou colorida em diferentes formatos e estilos; comunicação visual; identificação e rotulação de produtos; máquinas de corte, costura e bordado.  2019-11-12 - Tags: impressoras brother wireless eva tecnologia scanncut

Saurer mostra Autoairo pela primeira vez ao mercado asiático
A Saurer, com sede na Suíça desde 1863, e hoje líder global em tecnologia e componentes para processamento de fios contínuos, exibiu pela primeira vez ao mercado asiático, o Autoairo, máquina de fiação a ar, lançada este ano na ITMA de Barcelona.  2019-11-05 - Tags: saurer suica autoairo synchropiecing fiacao flexibilidade

Picanol apresenta novidades para tecidos técnicos na Techtextil India
A Picanol, um dos maiores fabricantes mundiais de máquinas de tecer, com matriz na Bélgica, estará presente com estande informativo no Setor Tecelagem - Hall B25, da 7º Techtextil India, que acontece 20 a 22 de novembro, no Bombay Exhibition Center, Mumbai.  2019-11-01 - Tags: picanol bombay exhibition center mumbai agrotech sporttech techtextil itma

GQM lança agente químico auxiliar ecológico para estamparia digital
A Global Química & Moda (GQM) acaba de lançar um agente químico auxiliar ecológico para a estamparia digital. Segundo a empresa, o novo produto, denominado Global Print BU, surge no mercado como uma alternativa segura e correta para a base de pré-impressão.  2019-10-31 - Tags: gqm quimica moda agua marcio wesley h faria global print bu epson sensient lamberti neenah coldenhove

Bräcker apresenta nova linha de anéis para fibras químicas na Shangai Tex
Design especialmente projetado para fiação de fibras químicas e propriedades deslizantes aprimoradas são as principais características do novo anel Carbo, desenvolvido pela Bracker e que será apresentado no novo Centro de Exposições da ShanghaiTex, de 25 a 28 de novembro na China.  2019-10-30 - Tags: bracker shangaitex carbo fiacao rieter group

Rhodia celebra 100 anos e lança a única poliamida reciclada e biodegradável do mercado
A Rhodia, empresa do Grupo Solvay, para comemorar os seus 100 anos de atividades no Brasil e a forte presença na indústria têxtil/moda, está fazendo o lançamento do único fio têxtil de poliamida reciclada e biodegradável do mundo.  2019-10-25 - Tags: rhodia grupo solvay brasil textil moda industria poliamida reciclada biodegradavel fio lupo amni soul cycle

Lycra® lança tecnologia que permite ajuste e conforto ao jeans
Após realizar uma pesquisa no mercado brasileiro, para saber o nível de satisfação dos consumidores com o jeans, a Lycra® lança sua mais nova tecnologia em elastano, o fio Lycra® Freef!T, que oferece um strecth gradual aos tecidos, com alto poder de recuperação e baixa força de compressão, que possibilita a confecção de peças mais confortáveis.  2019-10-21 - Tags: lycra freeft the lycra company silvana eva dualfx cassia silveira

Stoll mostra expertise em tecnologia para tricô com gama ADF
A Stoll, um dos maiores fabricantes do mundo de máquinas retilíneas para malha tricô, apresentou na Futuromoda, realizada de 16 a 17 de outubro, na Espanha, a família ADF - modelo CMS 830 ki, que tem atraído o mercado de malharia, graças aos recursos que oferece para novas texturas como devoré.  2019-10-18 - Tags: stoll adf futuromoda trico malhas trama