Language
home » têxtil »

Conjuntura

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Vestuário brasileiro fechará ano negativo

O ano de 2011 não deixará saudades para o setor de vestuário. Com queda de 3,5% na produção nacional, demissão de 2 mil trabalhadores no segundo semestre e perda de mercado para os produtos importados, a indústria de confecção espera por ações imediatas do Governo Federal para não acumular mais prejuízos em 2012. O alerta foi dado pelo presidente do Sindivestuário (entidade que reúne os sindicatos de fabricantes de roupas femininas, masculinas, infanto-juvenil e bebê), Ronald Masijah, durante coletiva na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). “Até não termos o compromisso do ministro da Fazenda, Guido Mantega, de que anunciará medidas em prol do setor, ainda em dezembro, eu estava muito pessimista com o futuro. Nunca vivemos uma situação de véspera de Natal com um quadro tão desolador”, disse Masijah que também é empresário do ramo de confecção. 

Segundo ele, os dados de 2011 não são nada animadores. “Os resultados de deste ano apontam para uma forte redução no ritmo na atividade industrial, tanto em termos nacionais como em São Paulo, o maior produtor têxtil do país. As confecções estão com dois meses de estoque acumulados, em média, a taxa de emprego registrou -4% de pessoal ocupado no Brasil e -8% em São Paulo. Na produção industrial, o resultado também foi ruim: -3,5% no Brasil e -6% em São Paulo”, detalha o dirigente. Ainda de acordo com ele, nos últimos 12 meses, as importações de roupas no Brasil cresceram 62%, resultando em déficit de US$ 1,7 bilhão na balança comercial no setor de vestuário (excluindo tecidos, fibras têxteis). O faturamento da cadeia têxtil/confecção no Brasil é de US$ 60,5 bilhões. O setor gera 1,7 milhão de empregos diretos e reúne 30 mil empresas, sendo que no segmento confecção, 80% é de pequenas e micro empresas.  

Luz amarela   

Ronald Masijah revela que mesmo a redução de ICMS, anunciada pelo governo paulista para incentivar a produção industrial no estado não foi suficiente para motivar as confecções. “São Paulo responde por 40% da produção e do emprego na indústria de vestuário nacional, logo, serve de termômetro para mostrar o quanto a situação está difícil”, diz o dirigente, afirmando que 10% das empresas do setor deverão sofrer com problemas financeiros por causa da queda nas vendas. O medo de que a crise na Europa contamine a economia brasileira, levando à retração do consumo interno, além do aumento das importações, são motivos de sobra para que empresários colocarem o pé no freio, avalia o dirigente. Masijah diz que muitas empresas têm até preferido suspender a produção e importar roupa pronta – colocando apenas a etiqueta nacional no produto - para poder enfrentar “em pé de igualdade” a concorrência externa. “Isto é terrível, pois você deixa de gerar emprego e renda no país”, lamentou. Segundo ele, enquanto a produção paulista de vestuário apresentou queda de 6%, as vendas no varejo cresceram entre 6% e 10%, sendo que boa parte dos produtos oferecidos nas araras é de importados. “Eu desafio a encontrarem roupas 100% feitas no Brasil”, disse.

Socorro do governo

Diante deste cenário, as esperanças dos confeccionistas se voltam para o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, que na semana passada reuniu-se com pesos pesados da indústria têxtil nacional e prometeu soluções antes do final do ano. Segundo Masijah participaram no encontro os empresários Josué Christiano Gomes da Silva, presidente do Grupo Coteminas; Vicente Donini, da Marisol; Oswaldo Oliveira, da Valisère, Ivo Rosset, do Grupo Rosset, Agnaldo Diniz Filho, diretor da Cedro Cachoeira e presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), e Alfredo Bonducki, presidente do Sinditêxtil-SP.

Na ocasião, foram apresentadas três reivindicações: a primeira é o regime tributário diferenciado para a indústria de confecção com a mesma lógica do Simples Nacional. O presidente do Sindivestuário explica que a ideia é evitar que as empresas se “pulverizem” quando começam a superar o faturamento que lhes dá direito a permanecer no sistema que unifica a cobrança de oito impostos e contribuições. “Estamos sugerindo, por exemplo, que seja revisto o teto de 12% sobre a receita bruta na indústria para fins de contribuição para o Fisco, pois isso acaba interferindo na escala de produção, ou seja, as empresas preferem permanecer pequenas, e com isso acabam perdendo competitividade”.

Além desta medida, o setor também reivindica a redução de 1,5% para 0,8% da alíquota sobre o faturamento bruto das empresas do setor têxtil para Previdência Social. Esta tributação, incluída no pacote de incentivos lançado pela presidente Dilma Roussef em agosto, é para compensar a perda de receita que o governo terá ao zerar a alíquota de 20% do INSS sobre a folha de pagamentos. “A medida, embora positiva, acaba prejudicando muito as empresas de capital intensivo, como é o caso da indústria têxtil. Se ela emprega poucos funcionários e fatura muito, por exemplo, não é vantajoso, pois a carga tributária acaba pesando, por isso estamos solicitando a redução para abranger um universo maior de empresas, de forma mais equânime”, explica Ronald Masijah.

Finalmente, os empresários do setor querem uma solução para acabar com que chamam de “guerra dos portos brasileiros”, em que alguns estados como Santa Catarina, citada diretamente pelo dirigente, concedem vantagens às importações em detrimento do produto nacional.  “Estamos pleiteando que a alíquota do ICMS interestadual seja fixada na ordem de 4% e que apenas alguns portos sejam autorizados a receber importações têxteis, já que hoje as mercadorias entram por todos os cantos do país, quase sem controle”.

O presidente do Sidivestuário criticou também as triangulações - importações da China que entram no mercado brasileiro pelos países do Mercosul.  “Se continuar desta forma, a indústria nacional não resistirá por muito tempo”, alertou.  Ronald Masijah, contudo, fez questão de ressaltar que está confiante, pois pela primeira vez, o Governo Federal demonstrou preocupação com o setor. “O ministro (Mantega) disse que não quer perder a indústria têxtil/confecção no Brasil e que o setor é fundamental na política de geração de empregos”, disse o dirigente, acrescentando que o governo está convencido de que não adianta aplicar barreiras contra os produtos importados, tipo lei antidumping ou limite de cotas, ou seja, o fundamental para impedir a desindustrialização do país é reduzir o “Custo Brasil”.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Fotos: Marcia Mariano
Fonte: Redação
Por: Marcia Mariano

Data de publicação: 06/12/2011

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Premio Top 100 para Mayer & Cie.
Fabricante de máquinas para malharia é uma das empresas mais inovadoras da Alemanha  2016-06-29 - Tags: mayer top 100 premio inovacao maquinas malharias empresas inovadoras alemanha fabricante

Parceria vai disseminar impressão 3D para componentes
Termo de cooperação anunciado no INSPIRAMAIS entre Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (Sinbi) e Instituto By Brasil (IBB) promoverá atividades do laboratório de criatividade, inovação e design, com tecnologia avançada chamado Design Lab.  2016-06-28 - Tags: design lab criatividade design inovacao vestuario birigui sinbi inbb inspiramais parceria 3d impressao

Tecidos que protegem da picada de insetos
A Tecelagem Panamericana desenvolveu por meio de estudos de especialistas brasileiros e alemães , um tecido que é uma eficiente arma contra a picada de insetos, principalmente vetores transmissores de doenças como malária, dengue, febre amarela, e atualmente Zika vírus, chikungunya e dengue.  2016-06-28 - Tags: panamericana especialistas eficiente picada insetor transmissores doencas malaria dengue febre amarela protecao

Rhodia mostra os têxteis do futuro
Destaques são Amni® Soul Eco, o primeiro fio têxtil biodegradável do mundo; Amni® Sustainable White, que ajuda a economizar o consumo de água utilizada nas tecelagens e malharias; e Emana®, fio têxtil que ajuda a reduzir os sinais da celulite e a retardar a fadiga muscular  2016-06-21 - Tags: rhodia amni smb produtos salao moda brasil soul eco fio textil biodegradavel tecelagens malharias emana

Vicunha Lança novo guia de estampas VPRINTS
Empresa apresenta coleção de tecidos estampados da estação em nova publicação  2016-06-20 - Tags: vicunha estampas guia lancacamentos colecao textil denim colors tendencias

LE TEXTIL apresenta nova malha urdida de Tencel
LE Têxtil desenvolve o primeiro trecho têxtil de malha urdida de fio TENCEL®  2016-06-17 - Tags: tencel urdida malha fio inovacao le textil aparencia natural naotecido ambientais sustentavel producao cofnorto maciez

Techtextil terá mostra no Mercedes-Benz Fashion Week Berlim
A Techtextil mostra o futuro dos têxteis inteligentes com palestras e exposições no próximo Fashiontech  2016-06-17 - Tags: techtextil inteligentes feira frankfurt naotecidos wearables palestras fashiontech mercedes benz berlim alemanha

Duci comemora 13 anos sem acidentes de trabalho
Joint venture entre DuPont e Grupo Cipatex®, a unidade é responsável pela fabricação de nãotecidos utilizados na indústria automotiva, de higiene e calçados.  2016-06-17 - Tags: duci acidentes trabalho marco comemoracao naotecidos tecidos tecnicos tecidos inteligentes dupont grupo cipatex

Santista Jeanswear leva elasticidade para coleção da Colcci
Com tecnologia de alta performance, os tecidos proporcionam movimentos sem restrições  2016-06-16 - Tags: colcci santista jeanswear colecao elasticidade lancamento tecidos movimentos restricoes

Beneficiamento premium é tema de evento da Cedro e GB
Quer saber o que existe de melhor em beneficiamento dos artigos premium da Cedro Textil? A lavanderia GB Customização testou diversas possibilidades e apresenta os resultados em evento exclusivo para celebrar essa parceria.  2016-06-16 - Tags: gb cedro lavanderia premium beneficiamento novidades grupo omega duo confort daron multiverso premiere vision denim barcelona

Trützschler na ponta do seu dedo
Já estão disponíveis para Android e IOS os aplicativos móveis da Trützschler, que podem ser utilizados em smartphones e tablets.  2016-06-15 - Tags: trutzschler aplicativos lancamentos smartphones tables android ios

Archroma lança Color Atlas® impresso e digital
Como a cor é uma ciência a Archroma mostrou no Denim Première Vision sua recente criação: o novo Atlas by Archroma®, uma coleção de seis volumes que apresenta mais de 4.300 cores em popeline de algodão.  2016-06-14 - Tags: archroma atlas cores denim premiere vision colecao popeline algodao evento lancamento earthcolors sustentabilidade ciencia

ACIMIT divulga vídeo sobre tecnologias sustentáveis
O compromisso contínuo de fabricantes de equipamentos desportivos com as tecnologias sustentáveis foi o destaque do novo vídeo ACIMIT, lançado no Youtube com o título "a indústria de máquinas têxteis da Itália vira verde" (The Italian textile machinery industry goes green).  2016-06-07 - Tags: acimit video tecnologias sustentaveis italia fabricante maquinas texteis

Rhodia discute inovações têxteis brasileiras no Congresso da ABIT
O desafio de chegar ao consumidor é o tema de apresentação da Rhodia, empresa do Grupo Solvay, no Congresso Internacional ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil) 2016, que está sendo realizado em São Paulo (01 e 02 de junho, no WTC Events Center/Sheraton São Paulo).  2016-06-02 - Tags: rhodia renato boaventura abit congresso internacional abit 2016

Queda de importações anima setor têxtil
Durante o Congresso Internacional Abit 2016 a queda de importações e o aumento de exportações do setor têxtil e de confecção brasileiro contribuiu para a diminuição de demissões em abril deste ano. O balanço divulgado pela Associação durante o Congresso Internacional Abit 2016, que acontece até dia 2 de junho em São Paulo.  2016-06-01 - Tags: congresso internacional abit abit importacao textil setor textil

DataColor anuncia estréia na Febratex
Ricardo Lovetro, Diretor Gerente da Datacolor Brasil, fala com exclusividade ao Portal Textilia.net sobre novidades que estarão na Febratex: Linha 800 e 500 dos espectofotômetros.  2016-06-01 - Tags: ricardo lovetro datacolor brasil espectofotometro cores impressao solucoes mercado

Speedfactory Adidas finalizará produção manual asiática
A Adidas anunciou ao jornal The Guardian que abandonará a produção de tênis manuais– hoje feitas na Ásia - e concentrará a produção na nova planta robotizada na Alemanha.  2016-05-25 - Tags: adidas tenis fabrica speedfactory the guardian design desenvolvimento esportivo

Trend Book Denim by Première Vision
Evento Denim by Première Vision libera imagens e textos de sua pesquisa de tendências para Outono/Inverno 17/18.  2016-05-24 - Tags: denim by premiere vision barcelona tendencias trend book denim jeans indigo lancamentos pesquisa

SHIMA SEIKI na ITM Texpo Eurasia 2016
A fabricante de máquinas informatizadas de malharia da região de Wakayama, no Japão vai participar da ITM Texpo Eurasia 2016, programada para junho na Turquia.  2016-05-23 - Tags: textil shima seiki itm texto eurasia maquinas malharias japao turquia

FCEM/Febratex Group na “Techtextil North America”
O FCEM|Febratex Group, representado pelo seu diretor de marketing e comunicação Hélvio Roberto Pompeo Madeira Junior, marcou presença na “Techtextil North America 2016”, evento realizado entre os dias 03 e 05 de maio, em Atlanta, Georgia, nos Estados Unidos.  2016-05-19 - Tags: fcem febratex helvio techtextil north america messe frankfurt blumenau