Language
home » têxtil »

Conjuntura

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Programa Brasil Mais pretende aumentar a eficiência das empresas

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, na terça-feira (18), decreto de criação do programa Brasil Mais, que vai atender indústria, comércio e serviços. Coordenado pelo Ministério da Economia e gerido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o programa será executado pelo Senai e pelo Sebrae, e tem como objetivo aumentar a eficiência, ampliar a produtividade  das empresas e a competitividade do país.

A meta é atender 200 mil micro, pequenos e médios empreendimentos dos três segmentos da economia em todo o território nacional, até 2022. “Diante da evidência de estagnação da produtividade brasileira nos últimos 30 anos, o governo federal buscou experiências internacionais e iniciativas de impacto para enfrentar o problema de maneira rápida e eficaz. É um programa de implementação rápida e de baixo custo que oferece aos micro, pequenas e médios empresários soluções para melhorar a gestão, inovar processos e reduzir desperdícios”, explica o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa. 

Funcionamento

Para participar do programa, as empresas devem se cadastrar por meio do portal gov.br/brasilmais, responder a um questionário para avaliar o grau de maturidade, de produtividade e de gestão. Depois dessa etapa, a companhia será encaminhada para o atendimento assistido de um dos parceiros do Brasil Mais: Sebrae ou Senai.

Os parceiros estratégicos custearão o programa junto com as empresas. Na fase 1 do eixo de Melhores Práticas Produtivas, elas pagarão uma taxa de R$ 2,4 mil, que é o custo de 16 horas de consultoria individual. Na fase da digitalização, a contrapartida das empresas será de R$ 6 mil, correspondentes a 40 horas de consultorias oferecidas pelo Senai, acrescidos dos custos dos sensores e do sistema de monitoramento on-line, a ser definido. No eixo de Melhores Práticas Gerenciais, o atendimento prestado pelo Sebrae terá como contrapartida das empresas cerca de R$ 1.200, podendo variar de acordo com o tipo de consultoria necessário para uma. O objetivo é que, com a melhoria dos processos de gerenciamento e produção, as empresas atendidas recuperem o valor investido em poucos meses.

“Ao promover a melhoria de processos produtivos e de gestão, o ‘Brasil Mais’ vai contribuir para iniciar a jornada de transformação digital do setor produtivo, favorecendo o aumento de produtividade das empresas e a competitividade do país”, disse Igor Calvet, presidente da ABDI, cuja missão será administrar a plataforma do programa e realizar a gestão de dados.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, por sua vez, acrescenta: “O aumento da produtividade brasileira passa necessariamente pela micro e pequena empresa, que representa 99% dos negócios do país. Acreditamos que o programa será a porta de entrada para disseminar melhorias gerenciais e inovações tecnológicas de modo a aumentar a participação dos pequenos negócios no PIB, de 27% para 40% na próxima década”. O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, complementou: “Acreditamos que o programa Brasil Mais estimulará o aumento dos investimentos necessários à tão desejada retomada do desenvolvimento econômico e social do país, viabilizando a geração de mais e melhores empregos para os brasileiros.” 

Etapas

A primeira etapa dessa jornada do programa Brasil Mais é a otimização. Batizada de transformação digital, a segunda etapa tem como objetivo o suporte às empresas, para aperfeiçoar processos produtivos e gerenciais a partir da adoção de tecnologias digitais adequadas à realidade dos empreendimentos. Por fim, para as empresas que tiverem maturidade avançada, o programa prevê uma terceira fase dedicada a acelerar a adoção de tecnologias de Indústria 4.0. Para essa última fase, em 2020, serão realizados projetos pilotos com o objetivo de testar a metodologia proposta. Após a validação desse processo, o método será aplicado em um número maior de empresas.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae
Foto: Divulgação

Data de publicação: 21/02/2020

Conteúdo relacionado


Empresários discutem ações e estratégias para o momento atual e futuro
Criar um protocolo com aval de entidades médicas e parceria com autoridades governamentais, para disciplinar o retorno gradativo das atividades do comércio, foi a principal sugestão do encontro com empresários do setor têxtil, confecção e lavanderia, promovido pela Denim City SP, por meio de vídeo conferência no dia 2 de abril.  2020-04-06 - Tags: webnar industria textil conjuntura denim city sp maria josé orione gilberto stocche gustavo manfredini josé eduardo nahas filho paulo totaro robi spatti ronaldo faria

AGU obtém autorização para governo adotar medidas contra Covid-19
A Advocacia-Geral da União (AGU) conseguiu autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para que sejam afastadas, durante o período de enfrentamento à Covid-19, exigências previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que dificultavam a implantação de programas de proteção à parcela mais vulnerável da sociedade pelo governo federal.  2020-04-01 - Tags: agu advocacia geral da uniao supremo tribunal federal covid 19 lei de diretrizes orcamentarias

Pandemia afeta indústria têxtil e de confecção e já gera prejuízo de R$ 15 bilhões
Enquete realizada pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) revela que, até esta sexta-feira, 27 de março, 97% dos empresários do setor revelam já estar sentindo impactos negativos da paralisação da economia provocada pelo novo coronavírus. Os empresários mencionam como a pandemia tem mudado a rotina do processo produtivo, além de causar um prejuízo mensal estimado em R$ 15 bilhões para o setor.  2020-03-31 - Tags: corona virus covid19 prejuizo industria textil abit paralisacao pandemia produtos

Exportações já apresentam queda na segunda semana de março
A FecomercioSP tem acompanhado os impactos da pandemia do coronavírus (covid-19) em diversas áreas da sociedade. Dessa forma, o Conselho de Relações Internacionais da Entidade ouviu os associados e empresários do setor para entender como a operação de comércio exterior tem sido afetada. Algumas empresas já adiaram o envio de cargas para a China e outras estão renegociando contratos de importação em decorrência da valorização do dólar.  2020-03-25 - Tags: fecomerciosp exportacoes area textil industria importacoes empresarios

Fiesc pede apoio do Governo para solucionar problemas de infraestrutura
Nos últimos 10 anos, foram entregues apenas 14,5 quilômetros das obras de ampliação de capacidade e duplicação das rodovias federais estratégicas para o Estado, as BRs 163, 280 e 470. A informação foi apresentada pelo presidente da Federação das Indústrias (Fiesc), Mario Cezar de Aguiar, ao vice-presidente da República, general Hamilton Mourão.  2020-03-09 - Tags: federacao das industrias hamilton mourao sintex santa catarina fiesc governo conjuntura

Capacidade produtiva da indústria deve crescer em 2020
Depois de um 2019 com sinais de retomada, a indústria, em geral, vê 2020 com otimismo. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) ficou em 78,2% no mês de novembro de 2019. Para a Mitsubishi Electric, uma das maiores empresas de automação industrial do mundo, a tendência é que este indicador continue subindo este ano.  2020-03-02 - Tags: confederacao nacional da industria mitsubishi electric conjuntura textil confianxa do empresario industrial

Programa Brasil Mais pretende aumentar a eficiência das empresas
O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, na terça-feira (18), decreto de criação do programa Brasil Mais, que vai atender indústria, comércio e serviços. Coordenado pelo Ministério da Economia e gerido pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o programa será executado pelo Senai e pelo Sebrae.  2020-02-21 - Tags: jair bolsonaro programa brasil mais abdi sebrae senai ministerio da economia praticas produtivas

Previsão de queda no preço do algodão enquanto o fornecimento atinge níveis recorde
Os preços do algodão permanecerão baixos nas temporadas 2019/20 enquanto a oferta supera a demanda e os excedentes crescem, de acordo com um relatório da Edição 200 da Textile Outlook International, da empresa de informações de comércio global Textiles Intelligence.  2020-01-09 - Tags: algodao precos supplies fornecimento 2019 2020

Brasileiro mostra otimismo e espera melhora da economia para 2020
A nova edição da pesquisa Perspectivas 2019: ‘Expectativa dos Brasileiros com o Cenário Econômico e Social”, realizada pela parceria ACREFI/Kantar, aponta que o brasileiro demonstra otimismo mais consciente e espera melhora da economia a partir do 2º Semestre de 2020. Se nos últimos três anos o levantamento mostrava que 17% estavam propensos a fazer um financiamento, atualmente o percentual saltou para 45%.  2019-11-14 - Tags: kantar perspectivas 2019 acrefi hilgo gonçalves conjuntura perspetiva de mercado

Prefeitura de São Paulo divulga estudo sobre indústria da moda e suas potencialidades
A Prefeitura de São Paulo divulgou nesta terça-feira, 22 de outubro, um estudo realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, que mostra que a indústria da moda no município teve um aumento de 4,9% na geração de empregos de 2012 a 2017.  2019-10-23 - Tags: sao paulo prefeitura estudo secretaria de desenvolvimento economico e trabalho industria moda geraçao de empregos

Índice GS1 Brasil de Atividade Industrial cresce em agosto
O resultado do Índice GS1 Brasil de Atividade Industrial para o mês de agosto apresentou crescimento de 18,3% na comparação com o mês anterior no dado livre de efeitos sazonais. O índice é baseado na intenção da indústria em lançar novos produtos no mercado e mostra que houve aumento na atividade no mês de agosto, inclusive no setor têxtil.  2019-09-06 - Tags: indice gs1 brasil de atividade industrial gs1 brasil 4e consultoria virginia vaamonde organizacao multissetorial conjuntura

Primeiro semestre frustra expectativas do setor têxtil e confecção
A produção têxtil brasileira caiu 1,3% no primeiro semestre de 2019 (jan-mai) em comparação ao mesmo período de 2018. O varejo de vestuário também apresentou queda (-0,2%) e a produção de confeccionados ficou estável positivamente (+0,65%).  2019-08-05 - Tags: textil confeccao abit fernando pimentel resultado 2019 balanco textil negocios conjuntura

ITMF divulga embarques de máquinas têxteis em 2018
A 41ª Estatística Anual da Textile Machinery Shipment Statistics (ITMSS), divulgada pela ITMF (International Textile Manufactures Federation), aponta que houve aumento nos embarques de máquinas para fiação e teares, enquanto que malharia circular e máquinas eletrônicas de tricô apresentaram queda em 2018.  2019-07-23 - Tags: maquinas de acabamento malharia circular retilinea maquinas de tecer texturizadoras filatorios

Sinditec participa do lançamento da Frente Parlamentar da indústria têxtil e de confecção
O presidente do Sinditec – sindicato que representa o setor têxtil de Americana e Região, Dilézio Ciamarro, participou no dia 9 de maio do lançamento da Frente Parlamentar Mista José Alencar para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção, liderada pelo Deputado Federal Marcos Pereira (PRB/SP) e pelo Senador Esperidião Amin (PP/SC).  2019-05-10 - Tags: sinditec dilezio ciamarro frente parlamentar mista jose alencar abit

Setor têxtil frustra expectativas no primeiro trimestre
A indústria têxtil abriu o ano com produção em queda de – 5,5% em relação a janeiro de 2018. No setor de confecção o desempenho também foi ruim, -2,3%. O único dado destoante foi o crescimento do emprego no setor, com a criação de 15.324, entre janeiro e fevereiro de 2019.  2019-04-05 - Tags: confeccao industria textil politicas industriais e economicas da abit renato jardim governo bolsonaro

Coalizão Indústria se encontra com Presidente Bolsonaro e equipe econômica
A Coalizão Indústria, grupo formado por 11 entidades setoriais, incluindo a Abit- Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção, se reuniu, no dia 25 de março, com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, e com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para uma avaliação do andamento da Agenda Brasil, defendida pela indústria nacional.  2019-03-29 - Tags: coalizao industria abit paulo guedes jair bolsonaro onyx lorenzoni reforma da previdencia abicalcados

Setor de máquinas encerra 2018 com crescimento de 7,1%
Após cinco anos consecutivos de queda na receita dos fabricantes de máquinas e equipamentos, que levou o setor a encolher 47% no período, o ano de 2018 encerrou com crescimento de 7% em relação a 2017. Os dados foram divulgados ontem (29/01) pala Abimaq, entidade que representa a indústria brasileira de bens de capital.  2019-02-01 - Tags: abimaq maquinas texteis balanco 2018 resultado 2018 maquinario no brasil fabricantes de maquinas e equipamentos

Chile conclui negociações para acordo de livre comércio com o Brasil
Após quatro rodadas de negociações, iniciadas em junho deste ano, foram concluídas, na última semana em Santiago, as negociações para a obtenção de um Acordo de Livre Comércio (ALC) entre o Chile e o Brasil. Trata-se de um documento de nova geração que inclui disciplinas modernas que regulam e facilitam o comércio internacional.  2018-10-30 - Tags: acordo de livre comercio chile brasil sebastián pinera rodrigo yanez importacoes exportacoes comercio exterior

Produção mundial de fios e tecidos diminuiu em 2018
Relatório da ITMF (International Textile Manufacturers Federation), divulgado em agosto deste ano, informa que a produção mundial de fios diminuiu (-9%) entre quarto trimestre de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.  2018-10-23 - Tags: international textile manufacturers federation itmf producao global de tecidos fios tecidos

Resolução define novo cronograma de implantação do eSocial
Empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões em 2016, não optantes pelo Simples, devem estar atentas ao início da segunda fase do eSocial. A partir desta quarta-feira (10), os empreendimentos que integram esse grupo devem informar os dados dos trabalhadores, bem como os seus vínculos empregatícios ao sistema.  2018-10-11 - Tags: esocial projeto esocial ministerio do trabalho comite diretivo do esocial