Language
home » moda & varejo » moda vestuário » moda - restrito

Moda - Restrito

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

O sociólogo michel maffesoli

É através do caos ilimitado e indefinidoque surgem novas formas. O sociólogodiscute os valores atuais e aponta que ossistemas e as instituições estão esclerosadose condenados a desaparecer,dando lugar a uma nova era ou mesmouma nova civilização pós-moderna. Paraos mecanismos da moda a ênfase estána tecnologia, na estética, no hedonismoe, consequentemente, na importânciae na valorização do corpo.O sociólogo Michel Maffesoli, que poralgumas vezes esteve no Brasil e numadas ocasiões a convite do SCMC –Santa Catarina Moda Contemporânea,é casado e pai de quatro filhos, nasceuem Graissessac, França, em novembrode 1944. É considerado como um dosfundadores da sociologia do cotidiano emuito conhecido por suas análises sobrea pós-modernidade, o imaginário, e pelapopularização do conceito de tribo urbana.Com doutorado em Letras e CiênciasHumanas e também em Sociologia pelaUniversité de Grenoble, é professor daUniversité de Paris-Descartes – Sorbonne,secretário geral do Centre de Recherchesur L´Imaginaire e membro do comitêcientífico de revistas internacionais, como Social Movement Studies e Sociologia Internationalis. É vice-presidente do Institut International de Sociologie, fundadoem 1883 por René Worms, e membrodo Institut Universitaire de France. Eleé incisivo ao dizer que o Brasil terá umpapel importante nesse processo.

Pós-modernidade em gestação.

A modernidade é um período que tevesua gestação nos séculos 17 e 18 eatingiu seu ápice no século 19, seguindoaté meados do século 20 e, ainda hoje,nos referimos a ele. É sempre delicadoassistir o que podemos chamar de “o fimdo mundo” e continuar praticando nossasatividades no dia a dia e vivenciando,sem muito entender, o caos desse nossotempo que serve como preparação parao início de “um novo mundo”. Na verdadenão entendemos o que está emergindo,e se hoje nos referimos ao que estamoschamando de pós-modernidade, sópoderemos realmente ter uma definiçãoclara desse período daqui a pelo menosum século.Para que possamos entender melhor essaconceituação, só em 1848, através deCharles Baudelaire (1821-1867), poeta,teórico da arte e pensador francês, omundo passou a empregar a palavramodernidade, que antes não existia, ouseja, o mundo ainda estava no períodochamado pós-medieval. Na verdade anomeação para uma época só se dáquando ela se aproxima do seu períodofinal e de transmutação para outra. Dessaforma poderemos chamar esse statusquo de “pós-modernidade em gestação”como palavras provisórias.

América do Sul e Extremo

Oriente são laboratórios dapós-modernidade.Hoje, estudos apontam a mestiçagemcomo uma das características dessamudança. Provavelmente serão naAmérica do Sul ou no Extremo Orienteos pólos que sediarão os laboratóriosdesses estudos. A mistura de etnias seráum dos pilares da pós-modernidade e o Brasil terá um papel importante nesseprocesso, assim como a Europa foipara a modernidade. Talvez por essarazão o País por muito tempo tenhasido tratado com frivolidade pelospaíses do lado de cima do equador, enum desses momentos, chegado a serestigmatizado pelo general Charles DeGaulle, que no auge da crise políticasurgida entre Brasil e França, nos anosde 1960, decorrente da apreensão depesqueiros franceses que capturavamlagostas na costa brasileira, ou disseou lhe foi atribuído: “Le Brésil n’estpas um pays sérieux”. O savoir-vivrebrasileiro persistiu por alguns anoscom conotação pejorativa. Em relaçãoà participação dos Estados Unidos napós-modernidade, percebemos queeles não são tão importantes como umconjunto representativo e não será lá queas coisas irão acontecer. Como país eleainda brilha, mas pode ser consideradoapenas como luz remanescente de umaestrela que já morreu.Na evolução das civilizações, o queestá acontecendo é uma espécie derevanche dos valores do sul sobreos valores puramente anglo-saxões.Isso será um dos marcos da pósmodernidade.

O hedonismo, atecnologia, a modae os juros da aparência.

Os indícios do pós-moderno são viver, serfeliz agora e não no futuro, ou no reino doscéus, ou na paz celestial conforme pregadopelas doutrinas. É a liberdade em cultuaro corpo onde ele deixa de ser um simplesinstrumento, mas se torna “um parceiro”sob uma reinterpretação da estética. Omesmo corpo, que antes era visto comomarginal e oculto, torna-se objeto deadoração. Hoje, a frivolidade é positiva,é uma mudança de paradigma que vemenaltecer a integridade do Ser.A tecnologia e a moda também são pistasimportantes a serem estudadas, umavez que os indivíduos irão estabeleceridentificações com determinados grupossociais através de símbolos, imagens,adereços e manuseio e aplicabilidadedos recursos tecnológicos para seremreconhecidos como pertencentes adeterminadas tribos. Os profissionaisque trabalham diretamente com osmecanismos da moda poderão maisfacilmente entender ou mesmo préconceituaro que poderá vir a ser esseperíodo pós-moderno, pois é atravésda moda que conseguimos identificaras mudanças e as direções.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Carlos Simões

Data de publicação: 03/10/2011

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


A velocidade da informação e o desenvolvimento de coleções
Criadores e todos os envolvidos no desenvolvimento de produtos devem ficar atentos e se adequarem para que o produto não envelheça, não fique ultrapassado ou inadequado antes do lançamento das coleções.  2016-06-22 - Tags: denim jeanswear itt 102 joao de almeida

Concurso de moda inclusiva é fábrica de talentos
Dando continuidade à reportagem iniciada pela ITT Press 96, apresentamos os talentos selecionados pela Comissão Editorial do grupo MJC Textília como os mais inovadores do Concurso de Moda Inclusiva, realizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo. O evento, coordenado por Daniela Auler, é uma das ações que desafia os novos estilistas e designers a superarem desafios, trazendo inovações reais e aplicáveis. Veja quem são esses novos nomes da moda brasileira!  2015-03-24 - Tags: itt 97 moda inclusiva moda

Verão 2013/14: O descontruído e o reconstruído convivem em harmonia
Para a primavera-verão 2104, Nova York reinventou a pop arte de Andy Warhol e permaneceu com o grunge dos anos 1990 como ponto-chave.  2013-06-04 - Tags: itt 89

Inverno 2013 para todos os estilos
Pelos centros de Nova Iorque, Los Angeles, Londres, Paris, Milão, Florença, Dus­seldorf e Colônia desfilam diferentes opções para a próxima estação.  2013-01-28 - Tags: itt 88

Inverno – 2013, divertimento com decadência
Nas passarelas de Nova York, as cores vibrantes, o marinho profundo, tangerina e os tons de roxo se associaram aos combos habituais cinza e preto  2012-10-18 - Tags: stylelens inverno 2013

Denim by Première Vision mostrou inverno 2014
A Turquia, país euro-asiático com localização geoestratégica, dominou com expressiva vantagem os negócios durante os dois dias do evento.  2012-10-18 - Tags: premiere vision paris feira internacional

Quais Caminhos Seguir?
Sabemos que não só os artistas, mas também os criadores e designers se inspiram no passado, nas culturas populares, no status quo e nas artes. Todos os domínios de criação transmitem verdadeiras e genuínas influências criativas para os designers, razão pela qual hoje são inúmeras as possibilidades na escolha de produtos de moda que vão ao encontro dos mais diferentes gostos e lifestyles.  2012-08-30 - Tags: urbanwear yeda amaral

Verão 2013, feminino e retrô
A Primavera/Verão 2012/2013 trouxe uma mulher menina e muito feminina com um certo refi namento retrô que remonta às décadas de 20, 40, 50, pontuando ainda os anos 1960 e 1990.  2012-08-08 - Tags: tendencias verao 2013

Vivemos tempos impossíveis
Desde o início deste século não fomos capazes de respirar ou simplesmente viver. O medo mudou a nossa aparência, o sentimento comum tornou-se perigosamente nacionalista. O resultado é o desconforto e a humilhação.  2012-08-08 - Tags: comportamento

Quando o inverno 2012 chegar...
No Color Jeans, as calças Chino, Cargo e Work, de cores sérias e austeras (khakis, beges e oliva) agora estão acrescidas de cores vivas, alegres e elegantes onde os limites para a criação parecem não existir.  2012-04-12 - Tags: yeda amaral jeans jeansweare

Inverno 2012: Um mix de muita coisa
Todas as coisas retrô ainda são importantes para a moda. Parece-nos que, no final desta década, ainda temos a necessidade de revisitar as décadas passadas – 50s, 60s, os boêmios e cheios de glamour 70s, 80s e, finalmente, os 90s, em busca de mais inspiração.  2012-04-09 - Tags: styleleens tendencias

Cara ou coroa
Depois de perder a marca que construiu ao longo de mais de 30 anos, Renato Kherlakian mostra o outro lado da moeda.  2012-02-09 - Tags: renato kherlakian

Denim: work(s) in progress
Estações se misturam e se completam nas referências detectadas na B&BB.  2012-02-06 - Tags: stylesight

A insustentável leveza dos criadores
No mundo da moda, é preciso encontrar a fórmula ideal de negócio que concilie criação e produto.  2012-02-02 - Tags: fashion rio spfw

Trend Hunters dão as primeiras pistas...
As linhas mestre da primavera verão 2011 se baseiam no equilíbrio entre o futurismo e o tradicional.  2012-02-02 - Tags: stylelens

Aos poucos, o homem se entrega à moda
Foco no consumidor final: desejos, atitudes e influências.  2012-01-30 - Tags: moda masculina premiere vision

Tradição e reinvenção no blue e color jeans
Cada vez mais próxima a consagração dos tecidos elastômeros.  2012-01-26 - Tags: yeda amaral

Uma ópera chamada fashion weeks
Entre abril e junho, uma maratona de 126 desfiles mostrou direções do verão 2011.  2012-01-26 - Tags: spfw fashion rio dragao fashion