Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Varejo híbrido ganha impulso com as novas tecnologias

Para atender às expectativas e necessidades dos clientes, as marcas estão encontrando novas maneiras de implantar tecnologia na experiência de compra, aumentando também a oferta de serviços nas lojas por meio do engajamento e da conectividade com seus consumidores. Esta é uma das realidades mostradas na NRF Retail's Big Show 2018, maior feira de varejo do mundo que acontece anualmente em Nova York, nos Estados Unidos.

A carioca Fabíola Paes, 34 anos, especialista em varejo e Head Desenvolvimento de Ecossistema de Startups Varejo no OasisLab, nos mostra um exemplo inovador no campo de novos negócios. Co-fundadora da startup Neomode, e estudiosas desta nova forma de comprar e vender, Fabíola é formada em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e mestre em Desenvolvimento de Tecnologia Omnichannel para o Varejo pela Universidade Federal do Paraná.

O paraíso para startups

As startups deram o grande tom do evento e, num trabalho desenvolvido junto ao OasisLab pudemos destacar as 50 startups globais que, por meio da inovação tecnológica, estão revolucionando a forma de comprar e vender. Estas empresas, focadas na experiência do consumidor com ênfase nas integrações multicanal – on e off-line – estiveram entre os assuntos mais debatidos na feira. A redução do atrito entre canais e sua maior fluidez para um varejo mais híbrido, somado às variadas tecnologias, foi pauta de grande relevância durante os três dias do encontro. No NRF Startup Meetup, realizado durante a feira, por exemplo, 21 startups apresentaram suas ideias com base em temas como inteligência artificial, branding experience e omnichannel.

O que é OasisLab?

Trata-se do primeiro ecossistema de inovação para o varejo que gera transformação e oportunidades de negócios, por meio da conexão de startups, varejistas, empresas globais, investidores, associações e universidades. O objetivo dessa inteligência é melhorar a produtividade, vendas e formação de talentos do setor varejista. Conforme a segunda edição da pesquisa "Loja 4.0: Panorama das startups brasileiras do varejo" desenvolvida pelo OasisLab em conjunto com a Startse e Neomode, o número de startups nacionais focadas no setor subiu de 115 para 193 nos últimos dez meses. O estudo teve o apoio acadêmico do Núcleo de Varejo Retail Lab da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e do Centro de Pesquisa de Varejo da Universidade de São Paulo (CEPEV- USP). Segundo o levantamento, entre as startups mapeadas na primeira edição, apenas sete fecharam as portas. Há atualmente 85 novas empresas se dedicando a criar ferramentas para melhorar o desempenho do varejo.

Elas estão divididas em nove áreas que concentram as grandes tendências do setor: logística, internet das coisas, operação, pagamento, sustentabilidade, realidade virtual, inteligência artificial, e-commerce e engajamento do consumidor. Para fazer parte da mandala de startups, as empresas precisam cumprir alguns requisitos como: ter um produto validado e pelo menos um cliente varejista ativo; ter um crescimento em escala e estarem prontas para receber investimentos. Ou seja, são startups mais maduras.

A inspiração para a pesquisa surgiu de um estudo global apresentado na última edição da NRF Retail's Big Show, em janeiro, nos Estados Unidos. Existem algumas discrepâncias entre o mercado global e o brasileiro. Uma das mais notáveis é que por aqui há poucas empresas atuando nos setores-chave, como sustentabilidade, blockchain, contactless e realidade virtual.

Ainda existe espaço para novas startups que querem atuar nessas áreas. Por isso, o número de empresas com foco no varejo deve continuar crescendo nos próximos anos. Estimo que entre 70% e 80% das startups mapeadas no estudo estão preparadas e interessadas em atender o pequeno varejo. As startups são empresas que buscam crescimento rápido, por isso elas têm que ganhar em volume. Atender aos pequenos é uma necessidade para essas empresas.

Dez macrotendências

Reconhecidas por serem grandes propulsoras de novas tendências no mercado varejista, as startups estão mudando a forma como as empresas se relacionam com seus públicos. Essas modificações são muito rápidas e fazem parte do DNA das startups que focam inovação e tecnologia e tem uma capacidade de adaptação e reinvenção muito mais rápida do que as antigas corporações. O estudo que desenvolvemos abaixo foi organizado em forma de mandala, onde as startups globais que se destacaram em soluções e propostas inovadoras foram classificadas de acordo com as principais macrotendências e eixos de inovação que norteiam suas funcionalidades. Realizado por meio da parcerias, tem por objetivo difundir o conhecimento e ressaltar a importância destas práticas inovadoras para o segmento varejista.

O estudo objetiva destacar startups provedoras de soluções tecnológicas dentro de um cenário global, visando motivar os varejistas a explorarem cada vez mais este ecossistema como ferramenta na busca dos seus objetivos de inovação e resultados. A mandala conta com 10 macrotendências e organiza as startups e seus projetos dentro de um cenário que fala de operação, inteligência artificial, logística, engajamento com consumidor, tecnologia 3D, online, IoT (a internet das coisas), pagamento, realidade aumentada/realidade virtual, e omnichannel. O trabalho relaciona produto, serviço e resultados, indicando fornecedores mundiais. Confira:

Cenário das Startups Globais e Inovações apresentadas na NRF Retail's Big Show 2018

Omnichannel – Um dos principais focos de muitas edições da NRF, esse processo visa a integração entre a oferta de canais de vendas, promoções e relacionamento. Nesse novo cenário o consumidor pode comprar em qualquer lugar e em qualquer momento, rompendo a barreira entre on-line e físico. Na mandala, os dois eixos representativos são: canal de venda e gestão de equipe, totalizando 4 startups.

Operação – com a mudança do comportamento do consumidor os varejistas precisam estar em constante evolução em sua gestão operacional. Todos os processos internos precisam ser previamente planejados e readequados com cada necessidade do mercado. Na mandala, 11 startups foram escolhidas para constituir os eixos: gestão de equipe, inventário, arquitetura tecnológica, checkout e marketing.

Inteligência Artificial – os resultados de IA aplicada ao varejo estão cada vez mais visíveis e indicam grande benefício aos varejistas focados em inovação. Aliado a outras tecnologias como machine learnig, a habilidade de sistemas entenderem o comportamento humano e entregarem soluções tecnológicas como assistentes virtuais, reconhecimento por imagem ou utilizar robótica, facilitam a jornada de compra do início ao fim. Ao todo foram mapeadas 8 startups com foco nos eixos chatbot, recomendação e personalização.

Logística – é notável que muitos varejistas estão reformulando e inovando em sua forma de disponibilizar a entrega de um produto. Hoje, o consumidor está cada vez mais resistente em pagar altas taxas de frete e está mais adepto a métodos exclusivos como a retirada da mercadoria diretamente no ponto de coleta (pick-up-store), sem frete. Os eixos que caracterizam essa macrotendência são: retirada rápida e logística reversa, totalizando 5 startups.

Engajamento com consumidor – o consumidor quer utilizar a tecnologia para comprar e interagir mais profundamente com a marca. O relacionamento B2C trouxe consigo diversos insights para varejistas inovarem na criação cada vez mais personalizada de ofertas. Para refletir esse conceito, foram escolhidas 4 startups organizadas nos eixos conversão e geolocalização.

3D Tech – de olho na customização, empresas que investem em tecnologia tridimensional estão ganhando cada vez mais espaço. De acordo com a pesquisa High-Tech Retail, mais de 50% dos consumidores revelam que as tecnologias são assertivas no momento da compra. As soluções em 3D são amplas e, aliadas a outras vertentes tecnológicas, podem trazer mais visibilidade a hora de personalizar uma oferta. Na mandala 3 startups são responsáveis por representar os eixos display interativo e online experience.

IoT– a internet das coisas representa a dissolução das barreiras tecnológicas tradicionais. Com a otimização de processos operacionais, big data e quantidade massiva de informações, monitorar o comportamento do cliente e analisar os fatores essenciais para a tomada de decisão de compra é uma das soluções encontradas dentro do dinamismo da IoT. É possível monitorar o consumidor em tempo real, explorar seu perfil de comprador, frequência de compras, influência digital, produto preferido entre outros aspectos. Na mandala foram apresentadas 5 startups organizadas nos eixos display interativo, mapa interno da loja e wi-fi.

Online - dentro do ambiente online existem diversas soluções que possibilitam estratégias de varejo cada vez mais persuasivas. A conectividade tem estreitado a relação dos varejistas com seus consumidores, fator esse que, somado ao impacto da inovação, transforma constantemente o segmento varejista. Com ênfase nos eixos canal de vendas, personalização e recomendação, foram apresentadas ao todo 6 startups.

Pagamento – a flexibilidade e automatização de pagamentos ampliam ainda mais parâmetro de vendas do varejista, seja na loja física ou online. A diversidade de opções na forma de pagamento faz com que os clientes se sintam mais seguros quanto à possibilidade de continuar comprando, inclusive quando essas inovações evitam fatores externos como enfrentar grandes filas para pagamento. Como exemplo, citamos 1 startup dentro do eixo compra.

Realidade Aumentada/ Realidade Virtual – a tecnologia imersiva e interativa de novas interfaces de serviço está reinventando a experiência que os consumidores têm com a marca ou produto, tanto para a jornada de compra dos clientes, como para aplicação do lojista dentro da sua gestão. A capacidade de mesclar mundo virtual com a realidade ajudam a despertar o interesse, impactar sentimentos e gerar mais engajamento. Na mandala foram escolhidas 3 startups para representar essa macrotendência global.

Para visualizar o quadro com a mandala, seus nove eixos e os desenvolvedores de tecnologia basta acessar o link https://oasislab.com.br/panorama-das-startups-brasileiras-que-estao-transformando-o-varejo-loja-4-0-2a-edicao-2018/

Confira entrevista com Fabíola Paes, publicada na edição 111 da revista ITT Press – International Top Trends

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Fabiola Paes/OasisLab
Foto: Divulgação

Data de publicação: 06/09/2018

Conteúdo relacionado


A indústria do vestuário e o desafio da sustentabilidade
Para alcançar o grande desafio da sustentabilidade, a indústria do vestuário deverá, cada vez mais, trabalhar de forma colaborativa e seus profissionais precisam estar preparados para interagir com todos os parceiros ao longo da cadeia de abastecimento, e até mesmo com seus concorrentes.  2019-07-12 - Tags: textil textile intelligence cultura fashion vestuario global apparel markets moda

Vendas de máquinas de costura crescem 30% em 2019
Impulsionadas principalmente pelo setor de artesanato, a indústria de máquinas de costura tem registrado um crescimento robusto nos últimos anos no Brasil, especialmente durante o período conhecido como “pós-crise”. Segundo a Andrade Máquinas, as vendas de máquinas domésticas já acumula alta de 30% no 1º semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018.  2019-07-08 - Tags: costura maquinas mercado costura industrial andrade maquinas profissionais textil

Lançamento do Relatório 2018 do Programa ABVTEX
A Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) e as varejistas associadas que representam cerca de 90 marcas do varejo de moda nacionais e internacionais atuam fortemente na formalização do trabalho com o Programa ABVTEX, considerado o maior esforço setorial em prol da responsabilidade socioambiental, do compliance e na promoção do trabalho digno.  2019-07-01 - Tags: abvtex textil varejo moda nacional moda internacional programa abvtex

Varejo de interação: como proporcionar experiências para o consumidor?
Você sabia que as inovações tecnológicas podem refletir oportunidades positivas para a sua loja, fidelizar clientes e serem ótimas ações para encantar consumidores? Isso é possível graças às tecnologias como Omnichannel, RFID, Big Data, QR Code e inteligência artificial.  2019-06-28 - Tags: rfid big data qr code vitrine interativa fabio avellar varejo interacao mercado

Renner lidera ranking das varejistas de moda de maior reputação para o brasileiro
Em pesquisa realizada pela consultoria de marketing DOM Strategy Partners, a Renner foi eleita a empresa com negócios no segmento varejista de moda de melhor reputação entre todas as outras que produzem no Brasil. A marca conquistou 7,62 pontos e foi classificada como "forte" na mensuração de valores adotada pela consultoria.  2019-06-27 - Tags: dom strategy partners reputation index by dom strategy partners renner varejo ranking

Varejo de SP cresce 1,4% na 1ª quinzena de junho, diz ACSP
O movimento de vendas do varejo da capital paulista cresceu em média 1,4% na primeira quinzena de junho de 2019, frente ao mesmo período de 2018, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A média resulta das altas de 2% do sistema a prazo e de 0,8% do sistema à vista.  2019-06-19 - Tags: associacao comercial de sao paulo acsp marcel solimeo varejo mercado sao paulo

Escolaridade tem influência na formalização dos negócios no Brasil
O empreendedorismo no Brasil ainda é uma atividade profundamente marcada pela informalidade. Dados do IBGE apontam que dos 28,4 milhões de donos de negócio no país, cerca de 2/3 afirmam não possuir CNPJ. Estudo inédito do Sebrae, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE), mostra que essa informalidade é determinada por aspectos estruturais, em especial o nível de escolaridade.  2019-06-19 - Tags: empreendedorismo educacao informalidade escolaridade sebrae cnpj

Haco anuncia investimentos de mais de 20 milhões em fábricas de Santa Catarina
A Haco investirá mais de R$ 20 milhões nas fábricas em Santa Catarina. O investimento ampliará a capacidade da empresa em função do crescimento das vendas nos últimos anos. Uma parte do orçamento será para a aquisição de dezenas de novos teares para a produção de etiquetas tecidas de alta definição.  2019-06-07 - Tags: haco santa catarina parque fabril alberto conrad lowndes investimento jeanswear luciano mondini projeto rfid

Instituto C&A apoia primeiro fórum internacional de moda sustentável do país
Na semana do Meio Ambiente, o Instituto C&A estará presente no primeiro fórum internacional de moda sustentável do Brasil. O Rio Ethical Fashion (REF), idealizado pela estilista Yamê Reis, acontecerá entre os dias 6 e 8 de junho, no IED Rio e no Oi Casa Grande, ambos no Rio de Janeiro. O intuito do evento será debater, criar parcerias, inspirar e difundir os valores da sustentabilidade na moda brasileira.  2019-05-31 - Tags: agenda moda brasil c&a foundation rio ethical fashion meio ambiente yame reis fashion for good giuliana ortega

Famílias de baixa renda representam 49% do consumo de roupas e calçados esportivos no Brasil
Os consumidores brasileiros menos favorecidos, com rendimentos familiares mensais de até R$ 2.489, estão comprando cada vez mais calçados e roupas esportivas. Em 2016 eles representavam 42% das vendas, índice que saltou para 49% em 2018, como revela o monitoramento contínuo do The NPD Group (www.npd.com) com shoppers em todo o país.  2019-05-29 - Tags: baixa renda roupas esportivas npd group consumo mercador esportivo

Grupo Malwee seleciona startups para inserir varejo de rua no mundo digital
O Grupo Malwee lançou chamada no Edital de Inovação para a indústria a fim de selecionar projetos inovadores apresentados por startups. Serão escolhidas até cinco propostas que utilizem ferramentas destinadas a oferecer uma experiência de compra diferenciada e inovadora, como a inserção de lojistas multimarcas no mundo digital.  2019-05-28 - Tags: sebrae grupo malwee edital de inovacao institutos senai de tecnologia new retail illan sztejnman

Senai Cetiqt desenvolve ponto de vendas em realidade virtual
É fato que os consumidores estão, cada vez mais, preferindo as compras virtuais às físicas. Até 2021, segundo uma pesquisa do Google, 67,4 milhões de pessoas farão sua primeira compra pela Internet. E se ao invés de elas apenas escolherem peças estáticas em uma página de internet pudessem passear virtualmente por uma loja de verdade?  2019-05-24 - Tags: senai cetiqt ponto de experiencia de consumo angelica coelho ponto de vendas realidade virtual

Estudo do SIS/Sebrae analisa setor de confecção de Santa Catarina
O Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae realizou um estudo sobre o setor de confecções de Santa Catarina, apontando diretrizes que possibilitam um planejamento estratégico para a região até 2021. O segmento de vestuário é bastante representativo no estado, respondendo por 18,8% dos empreendimentos industriais e por 21,8% dos empregos na indústria.  2019-05-17 - Tags: sistema de inteligência setorial sebrae santa catarina vale do itajai fiesc comercio exterior

Acostamento investe 20 milhões em nova fase e aposta na geração Z
A Acostamento, grife brasileira de moda premium, apresenta na Feira Ópera o seu reposicionamento de marca e a nova coleção Verão 2020 da Acostamento Young, sua marca destinada exclusivamente até então ao público jovem, com um estande de 50m2 no principal corredor do evento.  2019-05-17 - Tags: acostamento moda premium grupo pasquini feira opera feira b2b acostamento young teenager geracao z igk

Projeto visa tornar Goiás o principal polo de moda produtor e distribuidor do país
Nos últimos anos, o Centro-Oeste vem aumentando sua força no segmento de confecções e no de distribuição, já que a região da 44, importante polo de moda atacadista, já figura entre as três principais do país. No entanto, para alcançar o principal posto do Brasil, tanto na distribuição quanto confecção, é preciso haver uma ação integrada, em várias frentes, desde a capacitação de mão de obra para produção até distribuição.  2019-05-14 - Tags: projeto goias na moda codese grupo mega moda feira hippie ovg goias

ABVTEX atua na promoção do trabalho digno na cadeia da moda
No mundo da moda há discussões aprofundadas sobre sustentabilidade, consumo consciente e inovação, entre outros temas, porém, se faz cada vez mais importante a conscientização às condições de trabalho na cadeia produtiva de artigos de confecção e calçados.  2019-05-02 - Tags: abvtex condicoes de trabalho programa abvtex edmundo lima cadeia produtiva textil

Os desafios de gerir operações de varejo na era digital
Gerir uma operação de varejo no Brasil não é desafio para qualquer um. Além dos diversos desafios fiscais, tributários e jurídicos, o consumidor informado e digitalizado exige cada vez mais experiências incluídas nas jornadas de consumo.  2019-04-26 - Tags: marketing cloud personalization platforms product information manager customer data platform minimum viable product

Senai Cetiqti abre inscrições para o Programa de Mentoria 2019
Qual estudante não gostaria de, no final da faculdade, contar com a ajuda de um profissional experiente dando orientações fundamentais para a carreira? Esta é a proposta do Programa de Mentoria 2019 do SENAI CETIQT, que está com inscrições abertas até o dia 25 de abril.  2019-04-18 - Tags: programa de mentoria 2019 coordenacao de inovacao educacional senai cetiqt bernardo queiroz design de moda engenharia quimica

Varejo de moda tem desempenho positivo em março
Em enquete realizada mensalmente pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), que representa cerca de 90 grandes marcas do varejo brasileiro, 80% das associadas reportaram resultados de vendas melhores em março em relação ao mesmo mês de 2018.  2019-04-16 - Tags: abvtex associacao brasileira do varejo textil varejo brasileiro edmundo lima

Goiânia precisa ser também um centro de criação de moda
Criar um movimento de identidade própria para continuar em ascensão e se consolidar como um centro, não só de confecção, mas de criação de moda. Essa foi a avaliação dos especialistas do universo fashion de Goiás, que foram convidados como debatedores para um bate-papo sobre os desafios da moda goiana.  2019-04-12 - Tags: nelia finotti espaco integrado de moda goiania shopping estacao da moda