Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Varejo deve impulsionar indústria 4.0

“Tradicionalmente identificada como indústria de baixa intensidade tecnológica, a indústria têxtil e de confecção poderá dar um grande salto qualitativo em direção às categorias de maior emprego de ciência e tecnologia se for capaz de disseminar sistemas ciberfísicos, Internet das Coisas, Internet dos Serviços e automação modular em sua manufatura.”, este é um trecho do instigante livro A Quarta Revolução Industrial Têxtil e Vestuário, do pesquisador Flávio da Silveira Bruno, lançado recentemente pelo Senai Cetiqt.

Em 150 páginas, o livro descortina um amplo universo de possibilidades que poderão revolucionar a indústria na próxima década. Segundo o autor, a diversidade de produtos com tecnologias vestíveis, o emprego da bio-tecnologia e novos materiais irão ampliar a demanda por têxteis inteligentes e funcionais, aumentando exponencialmente a diversidade e a intensidade tecnológica de fios, tecidos, aviamentos e produtos auxiliares, exigidos para atender novas necessidades de consumo.

A aglutinação das tecnologias, abrangendo várias áreas do conhecimento, tornará possível uma sinergia entre os produtores de fibras, design, confecção e novos canais de comércio, resultando no conceito no conceito “confecção 4.0”. Em sua  apresentação, durante o Congresso Internacional da Associação  Brasileira  da  Indústria  Têxtil   e de Confecção (Abit), realizado em junho, o autor disse que o livro é resultado do trabalho que envolveu empresários, academia e setores do governo para elaboração das propostas que apontam  os  caminhos  para o Projeto Têxtil 2030. “Hoje, é preciso en- tender a compressão espaço-temporal da produção e do consumo. O consumidor quer comprar algo customizado, com bom preço, pela internet, e receber em casa no dia seguinte.”

Segundo ele, as minifábricas permitem que os fabricantes integrem os processos de pedidos, design, modelagem, tingimento e/ou estamparia; rotulagem, corte a laser, costura automática, acabamento e embalagem, gerando uma  produção  customizada  e rápida, com rentabilidade maior que a da produção de massa.

Futuro para o têxtil

A confecção 4.0 também permeou  o  tema da palestra do diretor superintendente da Abit, Fernando Pimentel, durante a última edição do Latam Retail Show 2016, que foi realizada em agosto, em São Paulo. Para Pimentel, o aumento da intensidade tecnológica,  em  todos  os  campos  de negócios, principalmente nas áreas de comércio  e serviços, irá atrair talentos e profissionais qualificados também para a indústria têxtil e, principalmente, da confecção. “Graças às avançadas soluções tecnológicas, a manufatura integrada ao consumidor permitirá atender a demanda customizada, uma exigência que se tornará cada vez maior no mercado.”

O dirigente da Abit lembrou que, hoje, entre 3% e 4% da estamparia têxtil já é digital, o que possibilita, além da produção de pequenos lotes variados, a pouca utilização de água no processo de beneficiamento. Pimentel também ressaltou que sensores eletrônicos e nanopartículas, inseridas em fibras têxteis, vão permitir mais vestuário inteligente. “Um exemplo  dos  benefícios que a tecnologia pode trazer aos têxteis é a introdução de sensores térmicos nas roupas dos bombeiros, que indicam os níveis de calor do ambiente, prevenindo situações de risco ao profissional.” Fernando Pimentel aproveitou para anunciar que, em outubro do próximo ano, será realizada no Rio de  Janeiro a 1a Conferência Internacional de Confecções, quando deverão ser apresentadas ao público as primeiras pequenas plantas- piloto de confecção 4.0 em funcionamento. “A Abit completará 60 anos em 2017 e é com inovação e renovação que fortaleceremos a nossa cadeia produtiva. Certamente, as novas tecnologias vão atrair para o setor os jovens que hoje não se interessam por processos convencionais.”

Outros temas

Trabalhar diretamente com os fornecedores, superar o excesso de regulamentação, além de se preparar para o crescimento vertiginoso do e-commerce, cuja logística ainda é o maior obstáculo, são os grandes desafios do varejo brasileiro para entrar de vez no século 21.

Para os especialistas que participaram do Latam Retail Show 2016, “o varejo é o melhor intérprete dos anseios e  expectativas da sociedade. Portanto, deve ser capaz de atender à geração do milênio ou geração da internet (Millennials), que hoje decide 60% de suas compras através de equipamentos móveis (smarphones e tablets)”.

Integração de canais

A loja é considerada o centro de experiência do consumidor. A Apple, por exemplo, vende seus produtos pela internet, mas mantém a loja física para  oferecer serviços  e estabelecer convivência com seus clientes, ou seja, uma modalidade de comércio não substitui a outra, ao contrário, complementa. Já as megalojas, especialmente as de departamentos, não terão espaço no futuro, segundo os palestrantes. O alto preço dos aluguéis e a falta de espaços nos grandes centros urbanos farão com que esse tipo de varejo repense seus espaços.

O empresário Josué Gomes da Silva, presidente da Coteminas - que produz fios, tecidos e artigos de cama, mesa e banho -, lembrou que a empresa está reduzindo estoques de artigos estampados graças ao uso da tecnologia digital, que permite imprimir pequenos  lotes,  com  estampas  definidas  a partir dos pedidos dos consumidores. “As pessoas estão comprando menos volume e mais variedade. As lojas nos dão esse feedback”, enfatizou.

Um exemplo de loja do futuro, apresentado no evento, é o sistema Echo Park Shops de automóveis, no qual o cliente tem toda a experiência de dirigir e sentir o carro através de uma plataforma digital, podendo escolher acessórios internos que lhe agradam antes de fechar a compra. Só depois desse aval, é que o carro vai para a concessionária para o test drive real. Showrooms de fábrica também são outra experiência que vem crescendo no mercado varejista. No Japão, um laboratório permite testes de seus produtos em uma pequena instalação integrada  à  loja. Ali, o consumidor tem a oportunidade de fazer experimentações antes de se decidir pela compra dos produtos.

Danilo Vasconcelos, gerente geral da ICLP, primeira plataforma global de end-to-end loyalty para o varejo, informa que as pessoas gastam cerca de 500 minutos por dia utilizando algum tipo de mídia digital e estão quase sempre plugadas na internet. “Não existe mais horário nobre de propaganda na mídia. Os consumidores, especial- mente os mais jovens (abaixo de 30 anos), estão 24 horas conectados e são assíduos por interação. A geração Millennials chegou para revolucionar o modo de consumo. Por- tanto, um anúncio nas mídias digitais é muito mais eficiente do que um anúncio nos meios convencionais, como revistas, rádio e TV”, afirma.

O loyalty marketing (programas de fidelização) também foi muito abordado nas palestras. A estratégia, que se baseia em três pilares (captar, reter e fidelizar novos clientes ou os já existentes), porém, precisa se adequar à nova realidade dos consumidores, afinal, o e-commerce no Brasil movimentou R$ 41,3 bilhões em 2015 e, hoje, quase 15% das vendas é feita por dispositivos móveis. Mas, atenção: 97% das vendas do varejo ainda são realizadas em lojas físicas e apenas 3% pela internet. Em todo o mundo, o e-commerce significa menos de 10% das vendas totais, embora as chances de expansão dessa modalidade seja apontada pelos especialistas como promissora.

Por isso, a aposta mais recomendável é a integração entre loja física e virtual. Segundo pesquisa da consultoria Deloitte, em 2015, de cada três clientes que chegaram às lojas físicas, dois foram “fisgados” por meio da mostra virtual do produto.

A tendência é que as pessoas sejam, cada vez mais, influenciadas pelo meio digital antes de fazer as compras. Nos EUA, 67% das vendas efetuadas nas lojas foram resultado de buscas feitas nos dispositivos móveis, demonstra a pesquisa,  acrescentando  que  a maioria das pessoas procura informações no próprio site da empresa, que hoje é tão importante quanto uma fábrica moderna ou uma loja bem equipada.

 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Marcia Mariano
Foto: Divulgação
Publicada na revista Itt Press Trends, edição 104

Data de publicação: 19/12/2016

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


FIT 0/16 ocorre em momento de alta no varejo e indústria de moda infantil
Maior evento com os lançamentos e tendências do setor de moda infantil da América Latina, a “FIT 0/16” será realizada entre os dias 7 e 10 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo. A feira ocorre em momento favorável para o setor, já que estimativas preliminares do IEMI Inteligência de Mercado - especializado em estudos de mercado de vestuário - apontam que o vestuário infantil e bebê deve movimentar mais de R$ 53 bilhões no varejo em 2018, receita 7,9% maior em relação ao ano passado.  2018-06-05 - Tags: iemi fit 016 moda infantil mercado industria vestuario

Herchcovitch é o novo head de estilo da Olympikus e do grupo Vulcabras Azaleia
A maior marca esportiva nacional se une ao maior estilista brasileiro em atividade. Alexandre Herchcovitch está trabalhando na Vulcabras Azaleia como head de estilo, cargo criado especialmente para sua função. Sua ação tem, inicialmente, foco na Olympikus.  2018-05-30 - Tags: olympikus vulcabras azaleia alexandre herchcovitch kantar worldpanel a la garçonne

FGV lança Índice que aponta que jovens são menos otimistas quanto à tecnologia
Estudo do professor André Miceli, coordenador do curso de MBA em Marketing Digital da Fundação Getulio Vargas (FGV), indica o impacto da tecnologia na vida do brasileiro. O Índice de Confiança Digital (ICD) mede a confiança de consumidores em diversos segmentos, como mudanças políticas, sociais, econômicas, ambientais ou mesmo tecnológicas.  2018-05-21 - Tags: marketing digital fundacao getulio vargas indice de confiança digital andre miceli icd

Nova loja da Marisol no Paraná
A Marisol S.A inaugura mais uma franquia da marca Marisol. Desta vez, na cidade de Guarapuava, no Shopping Cidades dos Lagos. Essa é a terceira unidade da rede no Paraná, que já conta com lojas em Curitiba e Maringá.  2018-05-17 - Tags: marisol shopping cidades dos lagos guarapuava franquias loja franqueada

Fecomércio MG mostra raio X econômico do Sul de Minas
Segunda maior população do Estado de Minais Gerais, reunindo 12% do Produto Interno Bruto (PIB) mineiro, o Sul de Minas é o terceiro território contemplado na série de pesquisas que traça o perfil econômico das empresas do setor varejista das dez regiões de planejamento estaduais, realizada pelo Departamento de Estudos Econômicos da Fecomércio MG.  2018-05-10 - Tags: produto interno bruto fecomercio mg varejo minas gerais tecnologia

Parceria entre Senai Cetiqt e ABVTEX visa atendimento à confecção
A ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), entidade que representa as principais redes de varejo de moda do País, firmou parceria com Senai Cetiqt - Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil, do Rio de Janeiro, em prol do desenvolvimento da indústria de confecção nacional.  2018-05-04 - Tags: programa abvtex abvtex senai cetiqt tecnologia inovacao

Varejo de moda brasileiro alinhado aos princípios globais para a moda sustentável
O fórum sustentável Global Fashion Agenda (GFA) acaba de divulgar a primeira edição histórica de um relatório com medidas que devem estar nos planos de curto e longo prazo das empresas envolvidas com moda sobre os investimentos em sustentabilidade.  2018-04-20 - Tags: global fashion agenda gfa copenhaguen fashion summit ceo agenda 2018 abvtex edmundo lima sustentabilidade

Brasil terá transporte de carga de altíssima velocidade
A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Ministério da Industria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) e a empresa Hyperloop estabeleceram uma parceria para o desenvolvimento de um centro de pesquisa. O Centro Global de Inovação em Logística vai funcionar na cidade de Contagem (MG) e tem como objetivo desenvolver um sistema de transporte de carga de altíssima velocidade, capaz de atingir 1,2 mil quilômetros por hora.  2018-04-09 - Tags: abdi htt agencia brasileira de desenvolvimento industrial hyperloop transportation technologies guto ferreira bibop gresta

Varejo de vestuário deve crescer 6,1% em volume em 2018
Após dois anos de dificuldades (2015 e 2016), onde o varejo de vestuário no Brasil acumulou uma queda de 11% no volume de peças comercializadas, 2017 registrou uma importante recuperação das vendas para o setor. Estimativas preliminares do IEMI Inteligência de Mercado, especializado em estudos de mercado, varejo e comportamento de compra dos setores de têxteis.  2018-04-06 - Tags: varejo de vestuario iemi inteligência de mercado estudos de mercado varejo e comportamento de compra dos setores de texteis

Parceria entre ABVTEX e Senai Cetiqt beneficia cadeia produtiva da moda
A ABVTEX acaba de firmar parceria com o Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil - SENAI CETIQT, um dos maiores centros latino-americanos de produção de conhecimento aplicado à cadeia produtiva, em prol do desenvolvimento da indústria de confecção nacional.  2018-04-05 - Tags: abvtex programa abvtex senai cetiqt confeccao nacional cadeia produtiva da moda

Renner é eleita a Loja Mais Querida do E-commerce na categoria moda e acessórios
A Renner, maior varejista de moda do Brasil, foi eleita a Loja Mais Querida do E-commerce do país em 2017 na categoria moda e acessórios, no prêmio organizado pela Ebit. O resultado foi divulgado em uma cerimônia realizada na última quinta-feira, dia 8, na cidade de São Paulo.  2018-03-13 - Tags: renner ebit ecommerce premio ebit varejo

ABVTEX lança Relatório 2017 com ações realizadas para cadeia de moda
A Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) acaba de lançar aos varejistas associados, o Relatório 2017. Disponível somente em formato eletrônico, o documento traz, além da prestação de contas das ações da entidade durante o ano, informações sobre as principais temáticas do setor de varejo de moda e seu papel como promotor de diálogo junto aos diversos stakeholders, (influenciadores) que atuam na cadeia da moda.  2018-03-08 - Tags: abvtex associacao brasileira do varejo textil relatorio 2017 varejo centauro c&a marisa renner riachuelo netshoes

Ecotag cresce 150% em número de lacres de autenticidade entregues em 2017
Combater a falsificação e garantir a segurança na troca de mercadorias são apenas duas das funções dos lacres de autenticidade. As peças, que pode ser genéricas ou ter a aplicação da marca, trazem credibilidade para empresas e consumidores. E é com a produção nacional delas que a Ecotag, indústria que fica em Blumenau (SC), registrou em 2017 um crescimento de 150% na produção e ultrapassou o índice de mil clientes ativos.  2018-02-20 - Tags: ecotag endeavor fcnp lacres de autenticidade lacres de seguranca

Instituto C&A abre edital de transparência para iniciativas da Indústria da Moda
A indústria da moda está cada vez mais atenta às condições de trabalho em que as peças são confeccionadas. Em resposta às demandas por maior transparência, um número crescente de marcas e grupos industriais começou a divulgar publicamente informações como nomes e locais das oficinas de costura com as quais trabalham, condições de trabalho, informações de segurança e muito mais.  2018-02-19 - Tags: giuliana ortega instituto c&a industria da moda transparencia moda brasil

A gigante CHIC Shanghai
A CHIC Shanghai International Fashion Fair acontecerá de 14 a 16 de março de 2018, com mais de 1.200 expositores distribuídos em mais de 100 mil metros quadrados no maior centro de exposições do mundo, o National Exhibition & Convention Center, em Xangai.  2018-02-15 - Tags: chic shanghai national exhibition convention center mckinsey

Compra de vestuário de moda pela internet avança no Brasil
Em 2017, o e-commerce cresceu 12% em relação ao ano anterior e obteve um faturamento de R$ 59,9 bi, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Dentro desse cenário, o setor de moda e acessórios é hoje um dos mais fortes no e-commerce nacional.  2018-02-09

Moda inclusiva vai completar 10 anos de conquistas e desafios
O primeiro desfile aconteceu em 2009, no Memorial da América Latina, na capital paulista, para estudantes e profissionais do setor de moda. Em dezembro de 2017, foi realizado o 9º Concurso de Moda Inclusiva e lançada a cartilha ilustrativa sobre o tema, coordenada pela médica fisiatra da Faculdade de Medicina da USP, Linamara Rizzo Battistella.  2018-02-02 - Tags: moda inclusiva adriana barra mario queiroz juliana jabour isaac silva kathia castilho moda inclusiva da secretaria de estado dos direitos da pessoa com deficiencia

ONG especializada em reciclagem têxtil realiza trabalho social
No Brasil só 2 % dos resíduos e insumos gerados na indústria de confecção são reciclados, enquanto o restante é lançado em aterros sanitários ou queimados em canaviais, afetando o meio ambiente. A ONG Shekinah 3F tem como objetivo atuar nas áreas de treinamento, consultoria e reciclagem de materiais, especialmente os de menor interesse comercial como tecidos, fios têxteis; coco verde, madeiras, isopor, resíduos da construção civil, eletrônicos entre outros materiais.  2018-02-02 - Tags: ong shekinah 3f ong joao sacco shekinah 3f sustentabilidade reciclagem textil

Em 2018, crescimento permanecerá liderado pelo consumo, diz FGV
As principais redes de varejo de moda do País associadas à ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) já notam a melhora no ânimo dos consumidores. “O cenário é mais favorável, a partir do momento em que há maior disponibilidade de crédito; a inflação abaixo do esperado, com aumento no poder de compra do consumidor; e a leve redução do desemprego.  2018-01-30 - Tags: fgv abvtex edmundo lima pib robson gonçalves consumo mercado varejo

LYCRA® recebe prêmio na Colombiatex
Em 60 anos de história o fio LYCRA® revolucionou o mercado da moda mundial, trazendo inovação, tecnologia e conforto necessários para as peças de roupa. Reconhecendo a importância do trabalho desenvolvido, a Inexmoda premiou a marca LYCRA® durante a abertura da Colombiatex 2018, maior feira do setor têxtil da América Latina, realizada em Medelín, na Colômbia até a próxima quinta-feira.  2018-01-29 - Tags: lycra invista max wiesendanger inexmoda colombiatex 2018 premio colombia