Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Sem comércio a indústria têxtil e vestuário não resistirá por muito tempo

Abertura do comércio para escoar a produção e irrigar o caixa das empresas, crédito para viabilizar as operações, manutenção dos empregos para gerar consumo e valorização do produto nacional, após a retomada dos negócios, foram os principais pontos abordados em mais uma rodada de debates virtual, promovida pela Abit, desta vez com sindicatos patronais de São Paulo e Rio Grande do Sul. Participaram do webinar, coordenado por Fernando Pimentel, presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), os convidados Antonio Trombeta (Sindivestuário/SP-ABC); Leonardo Sant'ana (Sinditec Americana/SP); Luiz Arthur Pacheco (Sinditêxtil-SP); Paola Reginato (Fitemasul Caxias do Sul/RS); Paulo Schoueri (Sietex/SP) e Silvio Colombo (Sivergs Porto Alegre/RS).

Situação dramática

Embora o setor têxtil/confecção defenda como prioridade o cuidado à saúde e as regras de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19, ficou claro nesta rodada de discussão que a vida econômica é tão fundamental quanto a saúde das pessoas, especialmente para as confecções que dependem do varejo. Relatos dos dirigentes regionais de São Paulo - maior polo têxtil e de vestuário do Brasil; e Rio Grande do Sul, principal centro produtor de malhas e roupas de inverno, localizado na Serra Gaúcha; mostram que a maioria das empresas do setor não conseguirá suportar mais 15 ou 20 dias de quarenta, como determinam alguns governadores. A inadimplência ou prorrogação de pagamentos pelos lojistas e atacadistas, que também alegam prejuízos com as portas fechadas, é o maior problema das indústrias, que já admitem falta de caixa para honrarem seus compromissos.

O panorama apresentado tanto pelos representantes das empresas de São Paulo quanto do Rio Grande do Sul foi desalentador. Na região da Serra Gaúcha, onde concentra muitas malharias e confecções de tricô, houve flexibilização parcial do comércio na semana passada, porém o movimento na cidade ficou abaixo das expectativas, já que os consumidores estão receosos de fazer compras, por temerem o desemprego. O segmento de confecções está funcionando com 25% da força de trabalho e as empresas que faziam camisaria e outros artigos de vestuário estão se dedicando a confeccionar máscaras de proteção. Em Porto Alegre, região de abrangência do Sivergs, houve queda de 80% nos pedidos das coleções de inverno e, segundo o sindicato patronal, as empresas estão se ocupando em produzir máscaras e aventais. Embora a capital gaúcha tenha registrado baixa mortalidade por coronavírus, o governo local mantém as medidas restritivas ao comércio.

Em São Paulo, epicentro da doença, com maior número de casos e de óbitos, a situação é mais complicada. De acordo com o Sietex/SP – que representa fabricantes de especialidades têxteis como carpetes, forrações, pelúcias, cobertores e mantas, neste segmento o faturamento caiu entre 70% e 90% a partir das duas primeiras semanas da quarentena, iniciada em março. Na avaliação dos industriais, só em novembro é que as “empresas mais otimistas”, acreditam que vão recuperar 75% do que tinham antes da crise. As mais pessimistas acham que não vão recompor 65%. Para muitas, 2020 é um ano praticamente perdido.

Já para o segmento voltado ao vestuário, a quarentava em todo o estado paulista tem trazido muitos prejuízos. A proposta para que o comércio fosse flexibilizado no Dias das Mães, segunda melhor data de compras do varejo depois do Natal, que se comemora no segundo domingo de maio, não foi aceita pelo governador de São Paulo, João Dória, que decidiu manter o isolamento social até o dia 11 de maio, prometendo, porém, apresentar um plano de saída gradual da quarenta após essa data. Esta decisão frustrou as expectativas do setor que concentra nos bairros do Brás e do Bom Retiro, na capital paulista, o maior comércio de vestuário do país; e da Região de Americana, interior do estado, formada por seis municípios, onde está localizado o principal polo da indústria têxtil brasileira bem como a maior produção de denim e de fibras sintéticas da América Latina.

Falta de crédito

Outra queixa, especialmente das pequenas e médias empesas, é com relação à dificuldade de crédito para capital de giro que não está chegando na ponta, principalmente por causa das altas taxas de juros cobradas pelos bancos comerciais, e pela falta de um fundo garantidor robusto, que sustente os repasses prometidos pelos bancos públicos, como Caixa Econômica e Banco do Brasil. Muitos alegam que mesmo que o dinheiro esteja disponível, a situação dramática de muitas empresas faz com que evitem se endividar, tomando empréstimos nos sistema financeiro.

Por outro lado, os empresários elogiam a Medida Provisória 936, de flexibilização do trabalho que, segundo o governo federal, já preservou cerca de 2 milhões de empregos durante a pandemia do novo coronavírus. Todavia, os empresários defendem que essa medida, cujo prazo é de 60 dias, deveria ser prorrogada por mais 90 dias, afim de que as empresas ganhem fôlego após o fim da quarentena e consigam manter o maior número possível de funcionários. A lógica é que mantendo os empregos é possível também garantir o consumo, fazendo a economia se recuperar mais rápido.  A MP 936 permite que empregadores reduzam as jornadas de trabalho, com pagamentos de salários proporcionais ou até suspendam temporariamente o contrato, mantendo o pagamento do benefício emergencial subsidiado pelo governo federal, sendo negociado diretamente com o empregado.

Além da angústia pelo debacle geral do setor produtivo, por conta da paralisação provocada pela pandemia, que já dura, em alguns estados, mais de 45 dias, os empresários também receiam que quando os negócios forem retomados, haja uma “inundação de produtos da China” no mercado brasileiro. O país asiático, onde se originou o Covid-19 no final do ano passado, já retomou sua produção e está exportando para o mundo todo, com preços extremamente competitivos. Além de sugerirem implantação de cotas (provisórias) de importação de manufaturados como forma de proteger a indústria nacional, que na opinião de todos “estará muito fragilizada” após a crise do Covid-19, os empresários também querem a prorrogação do drawback, regime aduaneiro especial que oferece uma série de incentivos fiscais para empresas que atuam em comércio exterior, como forma de mitigar as dificuldades provocadas pela falta de pedidos em carteira de compradores internacionais.

Os representantes dos sindicatos tanto do Rio Grande do Sul quanto de São Paulo defenderam a valorização do produto nacional e apostam na união da indústria, do varejo e do consumidor em torno desta campanha. “Nossa indústria, apesar de todas as situações difíceis que já passou e está vivendo agora, mostra capacidade de resiliência e criatividade. Neste período, nove fabricantes se reuniram em grupo para produzir 100 milhões de máscaras cirúrgicas /mês para atender a demanda do sistema de saúde, e o governo deve reconhecer o esforço e a importância de se ter um parque industrial no País. Os consumidores também precisam se conscientizar que compando produto nacional, estarão contribuindo para a manutenção dos empregos no Brasil”, finalizou o presidente da Abit, Fernando Pimentel.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Marcia Mariano
Fotos: Divulgação

Data de publicação: 23/04/2020

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Centauro abre 1.400 vagas de emprego
A Centauro abre 1.400 vagas de emprego. A companhia vai contratar colaboradores fixos, além de temporários para o final do ano, época de movimento pautado pela Black Friday e Natal. As oportunidades incluem vagas de vendedores e assistentes para as mais de 200 lojas da empresa, espalhadas por todo o Brasil, e profissionais de logística para os centros de distribuição da rede, localizados nas cidades de Jarinu (São Paulo) e Extrema (Minas Gerais).  2020-10-16 - Tags: centauro america latina vagas de emprego jarinu produtos esportivos

The Lycra Company mostra tecnologia para jeanswear em mercado aquecido
A quarta edição do Lycra® Trend Sessions 2021 Digital apresentou, no dia 14 de outubro, as principais tecnologias da marca para o segmento jeanswear, que tem mostrado aquecimento, mesmo durante a pandemia. Com mediação de Silvana Eva, gerente de marketing da The Lycra Company, o evento contou com as participações de clientes convidados e dos executivos da companhia que deram um panorama do setor e falaram sobre novidades em produtos para o desenvolvimento de coleções.  2020-10-15 - Tags: lycra trend sessions 2021 digital the lycra company silvana eva lycra jeanswear

Grupo Elian completa 30 anos de evolução e crescimento no setor de moda
Das linhas de uma pequena máquina de costura nasceu a história do Grupo Elian, que comemora 30 anos de atuação no mercado de vestuário. Foi em 1990, em Jaraguá do Sul, que os fundadores Eliete e Francisco Caviguioli sonhavam em produzir moda para encantar, conectando estratégia de negócios com comprometimento de seus colaboradores e excelência na produção.  2020-10-07 - Tags: grupo elian 30 anos mercado moda jaragua do sul francisco caviguioli

Semana Brasil impulsionou vendas no e-commerce que faturou R$ 2,3 bi
O e-commerce brasileiro faturou R$ 2,3 bilhões durante a Semana Brasil, realizada entre 3 e 13 de setembro, com crescimento de 25% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2019, porém, a alta havia sido de 41% em relação ao ano anterior. De acordo com pesquisa realizada pelo Cielo para o Global Retail Show, o evento teve queda de 8,3% no faturamento sobre o ano passado.  2020-09-29 - Tags: semana do brasil ecommerce global retail show varejo cielo

Salvatore Ferragamo reduzirá emissão de gases do efeito estufa em 42% até 2029
Com base em seu compromisso com um futuro sustentável e de acordo com o nível de descarbonização necessário para evitar os efeitos mais prejudiciais da mudança climática, o Grupo Salvatore Ferragamo estabeleceu metas baseadas na ciência para reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE). Duas metas significativas a serem atingidas até 2029.  2020-09-25 - Tags: grupo salvatore ferragamo science based targets acordo de paris emissoes de gases sustentabilidade ferruccio ferragamo

Empresas cada vez mais confiam nos certificados e selos da OEKO-TEX diz relatório
A Oeko-Tex®, organização com sede na Suíça, observou resultados positivos nos negócios, apesar dos desafios ocasionados pela pandemia do covid-19. A associação emitiu um total de 24.205 certificados e selos no último ano fiscal (2019-2019) registrando um aumento de 13% na demanda.  2020-09-18 - Tags: oeko tex suica associacao covid 19 selo vrrde made in green pandemia step by oeko-tex

Pernambucanas inaugura sua primeira loja conceito em São Paulo
A Pernambucanas, uma das maiores marcas varejista nacional, acaba de inaugurar sua primeira loja conceito em São Paulo, na região da Consolação, e a terceira no Brasil. Os investimentos da companhia vão na direção da Omnicanalidade, reforçando o conceito Fígital - que une o melhor dos universos físico e digital para aprimorar a jornada de compra dos clientes, e o sólido plano de expansão da empresa, intensificando a capilaridade de produtos e serviços da Pernambucanas por todo o país.  2020-09-16 - Tags: pernambucanas varejo loja conceito omnicanalidade sergio borriello sao paulo

Governo promove Semana do Brasil para estimular a economia
De 3 a 13 de setembro, acontece a 2ª edição Semana do Brasil, campanha promovida pelo governo federal para estimular o comércio varejista, que espera alta de 11% nas vendas. O evento deste ano tem um significado maior, pois visa recuperar a economia, após um semestre prejudicado pela quarentena do covid-19.  2020-09-08 - Tags: semana do brasil economia mercado consumo promocoes comercio varejo governo federal abit fernando pimentel

Roupas e tecidos que inibem o novo coronavírus já estão no mercado
Após lançar sua primeira coleção de camisetas antivirais no site da marca, no final de julho, a Aramis, marca de moda masculina, comemora o sucesso de vendas. Segundo Richard Stad, CEO da Aramis Menswear, foram vendidas 65% das peças em 13 dias.  2020-08-19 - Tags: carlos ferreirinha richard stad aramis menswear andre klein cataguases dalila textil

Abvtex tem expectativa positiva sobre a Semana Brasil
A maioria das varejistas associadas à Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex), que representa mais de 100 grandes marcas do varejo de moda brasileiro, observou um impacto positivo da primeira Semana Brasil, realizada em setembro de 2019. Segundo levantamento da Ebit/Nielsen, o aumento em transações online durante o evento no ano passado foi de 41%.  2020-08-17 - Tags: abvtex semana do brasil varejo semana brasil varejo nacional

Varejo digital cresce 95,4% com Dia dos Pais e fatura R$ 5,4 bilhões
O varejo digital mais uma vez provou ser a opção favorita dos brasileiros durante a pandemia. A data movimentou R$ 5,4 bilhões, crescimento nominal de 95,4% em relação ao mesmo período do ano passado. As categorias mais compradas em volume durante o período foram: moda e acessórios; beleza e perfumaria; esporte e lazer.  2020-08-14 - Tags: varejo digital dia dos pais pandemia internet compra digital ecommerce

Semana Digital Print debate mercado têxtil com avanço do e-commerce
“As perspectivas e as oportunidades para o mercado têxtil pós-pandemia”, foi um dos temas apresentados durante a Semana Digital FuturePrint 30 Anos, que apresentou em sua plataforma on-line uma série de conteúdos voltados para atualização profissional e negócio.  2020-08-13 - Tags: roberto vilela digital futureprint 30 anos henri kanji brand textil fernando guglielmetti industria textil americana

'Emprestômetro' registra mais de 30 bilhões liberados para micro e pequenas empresas
A plataforma de monitoramento do Ministério da Economia conhecida como ‘Emprestômetro’ atingiu a marca de R$ 33,73 bilhões em empréstimos concedidos aos pequenos negócios, com 380 mil contratos efetuados por meio de programas públicos de acesso ao crédito.  2020-08-12 - Tags: pronampe emprestimo credito micro pequenas empresas instituicoes financeiras emprestometro

Sebrae elabora protocolo de retomada para pequenos negócios do Varejo da Moda
Diante da reabertura gradual de algumas atividades econômicas no país, o Sebrae elaborou um conjunto de protocolos de retomada para 14 macrossetores, que englobam os segmentos mais atingidos pela crise provocada pela pandemia. São setores que, juntos, representam 73% do universo de pequenos negócios brasileiros.  2020-08-11 - Tags: reabertura gradual sebrae varejo de moda protocolo de retomada vestuario calcados

Quarentena impulsiona varejo digital no primeiro semestre
A chegada do novo coronavírus trouxe crescimento recorde para o e-commerce brasileiro, de acordo com relatório apresentado pela Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce. No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 132,6 milhões de compras online, aumento nominal de 73,4% em relação ao mesmo período de 2019.  2020-08-04 - Tags: coronavirus ecommerce compras online ambiente digital neotrust andre dias

Profissionalização acelerada pela pandemia é realidade no Brás
O bairro que há mais de 200 anos é sinônimo de venda no atacado e boas compras no varejo, com mais de 5000 pontos comerciais, sendo responsável pela movimentação de aproximadamente 14 bilhões de reais por ano na comercialização de roupas ainda não tinha grande afinidade com a modernização tecnológica.  2020-08-04 - Tags: bras modernizacao tecnologica marketplaces tecnologia whatsapp sistemas modernizacao

Serasa Experian revela que quase 200 mil empresas foram criadas em abril
O Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian revela que, em abril deste ano, 194.882 novas empresas foram criadas no Brasil. Destas, 84,7% fazem parte da categoria de microempreendedores individuais (MEIs), maior resultado desde fevereiro de 2019. Ainda segundo o levantamento, o setor de Serviços continua representando a maior parte das empresas recém criadas, com 68,9%.  2020-07-31 - Tags: indicador de nascimento de empresas da serasa experian serasa experian meis comercio servicos

Com todas as medidas de segurança implantadas Mega Moda reabre suas portas
O Mega Moda, localizado em um dos maiores polos de moda do Brasil, na Região da 44 em Goiânia, reabriu suas portas para os clientes no dia 14 de julho, respeitando as novas determinações do Governo estadual e municipal. Para essa nova fase, complexo formado pelo Mega Moda Shopping e o Mega Moda Park funcionarão das 9h às 17h, seguindo à risca todos os protocolos de segurança para preservar a saúde de colaboradores, clientes e lojistas, e a capacidade de ocupação definida pelo decreto.  2020-07-20 - Tags: mega moda goiania mega moda park coronavirus pandemia precaucao mega moda shopping meha moda park

Pesquisa da Abvtex identifica dificuldade de acesso ao crédito pela cadeia produtiva
Desde o início da pandemia no País, a Abvtex (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), entidade que reúne mais de 100 das principais marcas do varejo de moda brasileiro, tem concentrado esforços em identificar as demandas junto à cadeia produtiva de seus associados, participantes do Programa Abvtex, com o objetivo de levar ao governo propostas que visam à redução dos impactos econômicos e sociais neste setor.  2020-07-20 - Tags: varejo de moda brasileiro programa abvtex pronampe micro empresas linha de credito

Pandemia muda hábito de consumo no mercado de luxo
Em pesquisa inédita com consumidores de produtos de luxo no Brasil, a Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo, levantou dados que mostram a mudança de hábito desse público. 27% dos compradores dizem que ainda querem manter a rotina de comprar fisicamente nas lojas, porém precisam sentir que estão seguros.  2020-07-17 - Tags: mercado de luxo produtos de luxo consumidores monitoramento de mercado e consumo mudanca de habito semanas de moda pandemia ligia mello