Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Consumidor consciente resulta em consumo positivo

Um bilhão e meio de pessoas no mundo continuam abaixo da linha da pobreza,sobrevivendo com menos de US$ 1,25. Ocompromisso com investimentos internacionais destinados à diminuição do tamanhoda desigualdade social entre populações com elevados índices de consumo e 20% da humanidade que luta para sobreviver sãoum desafio a ser enfrentado. Tal esforço,porém, resultaria apenas parcialmente bemsucedido pela falta de uma melhor equação capaz de frear o consumismo concentrado eimpulsionar o quanto antes o consumo sustentável,que tem por maior desafio rompera barreira cultural e comportamental. Essatransformação, urgente, tem como pilaruma maior conscientização do consumidorquanto às consequências de seus atos deconsumo.

Melhores sementes germinarão no planeta

Sediado em São Paulo, o Instituto Akatu (palavra tupi-guarani que significa, aomesmo tempo, “semente boa” e “mundo melhor”) pelo Consumo Consciente é uma organização não governamental sem fins lucrativos que tem como missão conscientizar e mobilizar o cidadão brasileiro como agente transformador enquanto consumidor, emprol da construção da sustentabilidade davida no planeta. Para o Instituto o consumo deve ser um ato de cidadania por meio do qual qualquer consumidor possa contribuirpara a sustentabilidade da vida no planeta,seja nas compras, uso ou descarte de produtosou serviços, tornando-se assim um consumidor consciente e fazendo prevalecer oconsumo positivo. Esses consumidores imbuídos dessas características buscam o equilíbrio entre a satisfação pessoal, a preservação do meio ambientee o bem estar da sociedade, refletindo sobre os que consomem e prestigiando as empresas e marcas comprometidas com a responsabilidade social.

A cada dia 200 mil novas pessoas vêm habitaro planeta

Segundo dados do Population Reference Bureau, organização sem fins lucrativos fundada em 1929 e sediada em Washington,os 267 nascimentos e as 108 mortes que ocorrem a cada minuto no planetaprojetam uma população de sete bilhões para o próximo ano, ou seja, os níveis de sustentabilidade já estão críticos mesmo tomando por base o modesto consumo europeu.Outros estudos realizados pelo TheWorldwatch Institute e apresentados esteano mostram que, se a população mundial vivesse de acordo com padrões americanos,o planeta seria sustentável para apenas21,4% dessa população.

Repensar urgentemente o consumo

Desde que o homem passou a habitar aTerra, o medo do desconhecido e a necessidadede dar sentido à sua origem e existêncialevou-o a constantes buscas por umser supremo ou mesmo superior “invisívele intocável” para transferir a ele suas fraquezas,angústias e desacertos. Com issoforam sendo criadas – e até hoje isso continuaem franca evolução –, várias crenças,cultos e cerimônias que pudessem ajudá-loa compreender o significado da sua próprianatureza. Muitos desses rituais evoluírampara importantes filosofias e religiões, todas embasadas em códigos, normas e condutasterrenas. Vale aqui nomear alguns dessesconceitos a respeito do consumo: 

Bahaísmo (religião de origem persa) –“Em todas as questões, a moderação é desejável.Se algo é levado ao excesso, provaráda fonte do mal” (Bahá’u’lláh, Tábuas doBahá’u’lláh);

Budismo - “Quem quer que neste mundosupere seus desejos egoístas, o sofrimentose aparta dele, como gotas de água de umaflor de lótus” (Dhammapada, 336);

Cristianismo - “Ninguém pode ser escravode dois amos... Você não pode ser escravode Deus e do dinheiro” (Mateus, 6:24);

Confucionismo - “Excesso e falta sãoigualmente um erro” (Confúcio XI.15);Hinduísmo - “Aquele que vive completamentelivre de desejos, sem ansiedade...atinge a paz” (Bhagavad Gita, II.71);

Islamismo (a religião que ultimamente mais cresce) - “Coma e beba, mas nãogaste em excesso: Ele não ama o descomedimento”(Qur’an, 7.31);Judaísmo - “Não me dê a pobreza nemgrande riqueza” (Provérbios, 30:8) e o

Taoísmo - “Aquele que sabe que possuio suficiente é rico” (Tao Te Ching).

Só há um tipo de verdadeiro desenvolvimento:o desenvolvimento do homem

consumo excessivo, descomedido e desenfreado?Serão os sistemas econômicose sociais ou a louca e insana pressãoexercida sobre os profissionais domarketing por resultados?

À frente do seu tempo, o brasileiroJosué de Castro (1908-1973), médico,cientista político e social, além de outras atividades multidisciplinares, dedicou sua vida ao combate à fome com grande destaque nos cenários nacional e internacional.Autor de “Geografia da Fome”,“Geopolítica da Fome” e “A ExplosãoDemográfica e a Fome no Mundo”, entremuitas outras publicações, teve seusdireitos políticos suspensos logo após ainstalação do regime militar, no ano de1964.

Ele foi capaz de prever, no seu tempo,a ampliação da chamada globalização,na qual a vida econômica é comandada pelas empresas, representandoos Estados, que são meros executores da política territorial e econômica das mesmas. Processo esse que aumenta a concentração geográfica e acentua as diferençasregionais, contrariando o desenvolvimento humano. A apropriação injusta e ilegal da generosidade eabundância dos recursos da natureza,segundo Josué, é a responsávelpelo subdesenvolvimento, geradorda miséria e da fome. A paz depende fundamentalmente do equilíbrio econômico do mundo, a partir deuma distribuição de riqueza visandoo verdadeiro desenvolvimento aser buscado, o humano.

A multiplicidade de recursos eferramentas hoje disponíveis, inclusive através da tecnologia, fazcom que a indústria do marketing,impulsionada por seus “operários”,cubra com seu manto imensurável todos os seres do planeta objetivando resultados sobre resultados a curto, médio e longo prazo, nãopermitindo, sequer, aos “subjugados”,tempo para reflexão e questionamento.Para essa indústria a maisimportante equação adotada é aplicara fórmula “consumon”. Mas essemodelo não necessariamente reflete em culpa ou execração aos excelentesprofissionais dessa área; na verdadeé um núcleo anômalo dentrodo projeto de desenvolvimento quevem sendo praticado.

Por outro lado, o capitalismo e osocialismo como sistemas econômicoe político não passam incólumesnessa questão. O capitalismo, que teve seu iníciono século XV através da acumulaçãode capital por meio do lucro advindodo comércio e da exploração do trabalho humano, seja assalariado ou escravo, atingiu seu marco em 1750na Inglaterra, com a Revolução Industrial.A partir daí, com o crescimentoinesperado de desigualdades sociais, os pensadores Karl Marx e Friedrich Engels, procurando explicaresse fenômeno, elaboram ateoria baseada em que o sistema é o meio pelo qual uma classe socialdomina e explora as demais.Mesmo o capitalismo tendo adotado o liberalismo no iníciodo século XX, onde a participaçãodo governo era mínima perante aeconomia, as coisas não caminharam tão bem como se planejou, eo socialismo vinha tentando instauraruma sociedade superior através de uma economia controlada pelo Estado e não sujeita acrises e desemprego, em prol de uma distribuição justa de riqueza.Com um vácuo cada vez maior deixado pelos sistemas atuais, já sentimos a forte presença do neoliberalismo moderno, que buscaadotar uma economia unificada ede livre comércio voltada a esta sociedade focada na competitividadee consequentemente no consumo.

Quando será reaberta a Caixa dePandora?

Segundo a mitologia grega, Prometeu presenteou os homens como fogo para que pudessem dominara naturez a. Zeus, contrariadocom isso, criou Pandora, a primeira mulher, mas antes de enviá-la à Terra entregou-lhe uma caix pedindo que jamais fosse aberta.Vencida pela curiosidade, a recomendação não foi respeitada.Pandora abriu a caixa deixando sair um arsenal de desgraças. Desesperada fechou-a, encerrando dentro dela o único bom agouro,a esperança. Será que o consumismo exacerbado faz parte de uma das pragasde Zeus? Então, se alguém reabrira caixa se completará a profecia:a esperança de que a tecnologiaestará de fato a serviço de todosem prol de um desenvolvimento real, o humano.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por | Carlos Simões

Data de publicação: 12/01/2012

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Track&Field apresenta crescimento de 87% no lucro líquido ajustado do semestre
Com crescimento acelerado e consistente, investimento em digitalização, eventos e experiências, a Track&Field CO S.A. (B3: TFCO4) consolida-se como um ecossistema de inovação voltado para o bem-estar. Além de manter o aumento do sell out (vendas) no patamar de dois dígitos, 25,5% maior, os números do segundo trimestre do ano garantem alta rentabilidade, com lucro líquido ajustado de R$ 18,3 milhões, 31,5% superior ao segundo trimestre do ano passado. Já no acumulado do semestre, a companhia soma R$ 39,4 milhões, representando um crescimento de 87% versus o mesmo período de 2021.  2022-08-15

Guararapes apresenta receita líquida de R$2,2 bilhões no segundo trimestre
A Guararapes Confecções S.A. (B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, BALCÃO: GUAR3), controladora da rede varejista Lojas Riachuelo, apresenta um desempenho consistente na divulgação de seus resultados do segundo trimestre de 2022 2T22). A receita líquida consolidada do Grupo atingiu R$2,2 bilhões, crescimento de 28,8% comparado com o mesmo período do ano anterior. Já na comparação semestral, a alta foi de 33,4% acima do apontado no primeiro semestre de 2021.  2022-08-12

Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima volta à cena em Nova Friburgo
A maior feira de moda íntima do país está de volta, após dois anos suspensa por conta da pandemia. A Fevest - Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima retorna com força total com a edição 2022. O evento acontece, entre os dias 1º e 04 de setembro, no Nova Friburgo Country Clube, o mais charmoso ponto turístico de Nova Friburgo, no coração da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro  2022-08-09

IDV projeta aumento nominal nas vendas do varejo para os próximos dois meses
Dados do IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas do Instituto para Desenvolvimento do Varejo, elaborado com base nas projeções feitas pelas empresas associadas do Instituto e apurado pela EY, projetam aumento nominal de vendas, sem descontar a inflação, de 5,9% em julho, 7,8% em agosto e 8,7% em setembro, na comparação com os mesmos meses do ano anterior. Quatro dos seis setores do varejo analisados apresentaram variação nominal positiva em junho, com destaque para tecidos, vestuário e calçados.  2022-08-08

Eastman traz para o Brasil a fibra Naia™ de origem sustentável
A Eastman, empresa global do setor químico, traz para o Brasil a fibra Naia™, composta por 40% de resíduos reciclados e 60% de polpa de madeira, para movimentar o mercado da moda sustentável. Lançada em fevereiro de 2020 na Premiére Vision Paris tem suavidade inerente, é de secagem rápida e reduz o pilling. Combina bem com outros materiais ecologicamente corretos, como lyocell, modal e poliéster reciclado. Atualmente, várias malharias do país testam essa fibra.  2022-08-05

Mega Moda Park inaugura 40 novas lojas em Goiânia
O Mega Moda Park, um dos shoppings de moda atacadista do Grupo Mega Moda celebrou a inauguração de 40 lojas no mês julho. As novas marcas, de diversos segmentos, estão focadas no atacado e também, no varejo. "Decidimos realizar uma ação conjunta entre as novas marcas e o shopping para reforçar a pujança e a força do comércio do polo de moda da Região da 44, em Goiânia, que impacta diretamente na geração de emprego e renda", comenta Chrystiano Camara, superintendente do Grupo Mega Moda.  2022-08-01

Grupo Kyly elenca dicas sobre como criar melhores ofertas no e-commerce
A integração de canais físico com o digital tornou-se uma estratégia básica para varejistas que atuam em diferentes setores no Brasil. Neste caso, o principal desafio de quem atua nesta área e vende pela internet é conseguir equilibrar o desejo do público por fretes gratuitos ou com preço mais em conta.  2022-07-28

Varejo cresce 24,8% no primeiro semestre com alta nas vendas
No primeiro semestre deste ano, o varejo paulista apresentou um aumento de 24,8% nas vendas, de acordo com a FCDLESP (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo). O balanço realizado pela entidade, com a participação das principais CDLs do estado, aponta que o setor varejista mostra sinais de recuperação e segue otimista para o segundo semestre. Vestuário e calçados estão entre os setores que apresentaram boa performance de vendas.  2022-07-27

Brandili investe em tecnologia e dá um salto rumo à jornada digital
Como parte do seu plano de investimento de R$ 10 milhões em transformação digital, a Brandili, empresa com mais de 55 anos no mercado têxtil e de moda infantil, implementou o Infor CloudSuite, um software de gestão na nuvem da Infor, com objetivo de modernizar os processos de negócios da companhia.  2022-07-21

Dafiti anuncia nova liderança executiva de Tecnologia, Comercial e RH
A Dafiti, maior fashiontech da América Latina, anuncia quatro novos executivos para as posições de liderança das áreas Comercial, Tecnologia, Produtos e Recursos Humanos. Os nomes anunciados pela companhia são Fabio Fadel, Claudio Devecchi, Diego Melo e Carolina Borghesi – todos reportando diretamente a André Farber, CEO da companhia na América Latina.  2022-07-07

Farfetech lança segundo Relatório Anual de Tendências de Luxo Consciente
A Farfetech Limited (NYSE: FTCH), plataforma global líder para a indústria da moda de luxo, publicou seu segundo Relatório Anual de Tendências de Luxo Consciente, que mostra como os consumidores de luxo estão comprando de forma mais responsável. O Conscious Luxury Trends Report deste ano analisa dados que resultam de todas as interações dos clientes de luxo com os produtos Conscientes na plataforma, incluindo pré-owned e serviços circulares na plataforma, a fim de fornecer uma visão das atitudes e comportamentos do público através da lente da sustentabilidade.  2022-07-04

Grupo Sallo investe R$ 4 milhões em máquinas de bordado computadorizada multifuncional
O Grupo Sallo, uma das maiores confecções de moda do Centro-Oeste, investiu R$ 4 milhões na aquisição de quatro máquinas de bordado computadorizada multifuncional que aumentará a capacidade produtiva para 20 mil peças por mês com bordados de alto valor agregado. Entre a negociação e chegada, foram 8 meses até as máquinas chegarem à sede da companhia em Aparecida de Goiânia (GO) via porto do Espírito Santo.  2022-06-30

Varejo de moda comemora o frio prolongado que impulsiona as vendas
As recorrentes frentes frias que atingem o país, principalmente no Sudeste e Centro-Oeste, têm elevado o desempenho das vendas de vestuário e artigos de Inverno. É o que revela a enquete da ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), que representa mais de 110 marcas do varejo de moda do país. Na enquete feita pela entidade, as vendas de maio em relação ao mês anterior (abril/22) foram superiores para 94% das redes de varejo consultadas. No comparativo com o mesmo período do ano passado (maio/21), 100% das marcas apontaram desempenho melhor.  2022-06-27

Recuperação de crédito das empresas cresce 9,2% e aumenta a quitação de dívidas antigas
As empresas brasileiras retomaram o ritmo de pagamento de débitos em fevereiro deste ano. Segundo o Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian, foram quitadas 43,6% das dívidas em até 60 dias após o mês de negativação, um salto de 9,2 pontos percentuais em relação ao mês anterior, em que foi registrado o pior desempenho desde dezembro de 2019.  2022-06-20

Moda é o segmento que mais cresceu no Franchising no 1º trimestre de 2022
A Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor de franquias referente a janeiro a março deste ano, realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), mostrou que o setor permanece em ritmo de recuperação, atento aos desafios de um ambiente macroeconômico com inflação e juros em alta. O estudo apontou que as redes de franquias cresceram 8,8% em faturamento no 1º trimestre frente a igual período do ano passado, com uma receita que passou de R$ 39,881 bilhões para R$ 43,380 bilhões  2022-06-09

Movimento ModaComVerso reúne varejistas para promover moda mais consciente
Um levantamento inédito realizado pelo movimento ModaComVerso, liderado pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), revelou tendências de consumo e comportamento do consumidor, elencando as iniciativas socioambientais consideradas mais relevantes na opinião do consumidor.  2022-06-08

Frente fria aquece as vendas de roupas e acessórios de inverno
As mais de 100 marcas de moda associadas à Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), comemoram as baixas temperaturas que impactaram positivamente nas vendas de roupas, calçados e acessórios de frio. Uma edição especial da enquete sobre o desempenho da coleção de Inverno, realizada pela associação com as varejistas associadas e não associadas, registrou que 100% das empresas respondentes tiveram aumento nas vendas das roupas e calçados de inverno durante a semana de 15 a 21 de maio, tanto no comparativo com a semana anterior (de 08 a 14 de maio), quanto com o mesmo período de 2021.  2022-06-01

Alpargatas conclui venda da marca Osklen para Grupo Dass
A Alpargatas concluiu a venda (anunciada no final de 2021) de sua fatia de 60% da marca Osklen, avaliada em R$ 400 milhões, para o Grupo Dass, que detém os diretos sobre as marcas Fila e Umbro, conforme informado pela agência Reuters. A oferta, segundo a Alpargatas, envolve uma parte fixa de R$ 300 milhões, a ser paga em três parcelas, e uma parte variável de até R$ 100 milhões, “condicionada ao atingimento de determinadas metas durante os exercícios de 2022 e 2023.  2022-05-16

Guararapes mantém consistência de crescimento na receita
A Guararapes Confecções S.A., controladora da rede varejista Lojas Riachuelo, divulgou os resultados do primeiro trimestre de 2022, apresentando consistência no crescimento da receita líquida de mercadorias, que totalizou R$1,2 bilhão, um aumento de 44,8% em relação ao primeiro trimestre de 2021 e de 16,3% versus o mesmo período de 2019, com aceleração em abril.  2022-05-16

Lojas Renner se compromete em reduzir emissões absolutas de gases do efeito estufa
Enquanto celebra o avanço de sua estratégia de sustentabilidade, a Lojas Renner também se concentra em finalizar a estruturação do seu novo ciclo de compromissos públicos que irá formalizar as ambições da companhia nessa área para os próximos anos. A varejista já antecipa uma de suas metas relacionadas a mudanças climáticas que, pela primeira vez, é baseada na ciência e foi aprovada pela Science Based Targets Initiative (SBTi).  2022-05-13