Language
home » moda & varejo »

Marketing

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Uma trajetória atemporal feita com perfeccionismo

A década de 1990 marcou no Brasil a transição da era analógica para a era digital, e um dos fatores cruciais desta mudança foi a evolução da telefonia móvel. Os brasileiros se maravilharam com os primeiros aparelhos celulares (os tijolões) – limitadíssimos frente aos smartphones atuais, mas que nos livrou dos “orelhões”, arcaicos telefones com cúpula de fibra de vidro, instalados em vias públicas, onde fazíamos fila para usar. Porém, para chegarmos ao nível de inclusão digital que temos hoje, foi preciso superar várias etapas tecnológicas. Em 1996, com os primeiros provedores locais de internet, vieram os sites de busca (quem se lembra do Cadê?), os canais Web e os veículos de notícias online. Finalmente, com a chegada da banda larga em 2000, a internet brasileira ganhou mais velocidade, os aparelhos eletrônicos multimídia se popularizaram e as redes sociais nos conectaram ao mundo.

Mas o que isso tem a ver com a moda? Tudo! Afinal, como as marcas autorais passaram por este turbilhão tecnológico e sobreviveram às mudanças do mercado, tendo que responder, por exemplo, ao desafio do professor e estudioso de inovação, Gil Giardelli, que diz: “Na era digital não se cria para pessoas e sim com as pessoas”?

Bom lembrar também, que a abertura econômica brasileira aconteceu justamente nos idos anos 90. A indústria têxtil-vestuário foi uma das mais afetadas com a nova política de comércio exterior que, na opinião do setor, foi feita de forma atabalhoada. Enquanto a avalanche de tecidos importados inundava lojas e passarelas com ‘seda javanesa’, jérsei de microfibra e malha ‘pele de pêssego’ (hits da época), muitas fábricas têxteis, desatualizadas tecnologicamente, não conseguiram competir. Algumas empresas se reestruturaram, outras desistiram e no rastro desta falência, muitas marcas também desapareceram. Apesar de todo este cenário desafiador, a indústria da moda cresceu, floresceu e resistiu. A Iódice é testemunha disto. Criada em 1987 pelo empresário Valdemar Iódice, a marca completou 30 anos de existência sem muitos solavancos. Enquanto algumas marcas ficaram pelo caminho, Iódice manteve seu público fiel, fazendo upgrade necessário, mas sem perder sua essência, que sempre foi baseada no perfeccionismo e no fascínio pela feminilidade da mulher. A primeira loja Iódice foi inaugurada no Shopping Iguatemi, São Paulo, em 1998. Hoje, a marca conta com 15 lojas, entre próprias e franquias, um e-commerce e suas peças podem ser encontradas em mais de 350 multimarcas do país.

Na empresa estritamente familiar, Valdemar Iódice ocupa o cargo de CEO e diretor criativo, apoiado pelos filhos Adriano Iódice (responsável pela gestão da marca); Alexandre Iódice (diretor da linha masculina e jeanswear) e Camila Iódice, diretora de estilo do feminino. Nesta entrevista, concedida por telefone no intervalo de sua visita à Cuiabá (MS), onde fez o lançamento da Coleção Inverno 2018, Valdemar Iódice nos conta como enfrentou a virada do milênio sem arranhões e fala sobre o mundo fashion atual. Confira.

ITT Press: Como surgiu sua vocação para a moda e qual foi sua fonte de inspiração?

Valdemar Iódice: Sou de uma família italiana unida e criativa. Meu desejo pela moda despertou dentro desta tradição familiar. Cresci vendo minha mãe, que era modista, trabalhar com esmero em seu ateliê, cortando e confeccionando roupas. Na década de 1950, comecei a ajuda-la na oficina. Depois passei a auxiliar meu tio, que era especialista em camisaria. Eu fazia malhas que vendia para meus primos e amigos. Assim o negócio foi se estruturando.

ITT Press: Sua marca se destaca por coleções sofisticadas de moda feminina. Quando se lançou no mercado e como evoluiu seu processo de criação?

Valdemar: Eu lancei a marca em 1987. Foi um processo de crescimento gradual. Eu comecei na verdade com malharia, cujas peças em mesmo criava e desenvolvia. Depois comecei com as linhas em jeans e prêt-à-porter premium. Hoje a coleção da Iódice compõe jeanswear, moda casual feminina e masculina e vestidos sofisticados de festa.

ITT Press: Os desfiles de moda no Brasil começaram com o Phytoervas Fashion (1993) e Morumbi Fashion, que deram origem ao São Paulo Fashion Week. Como foi a participação da Iódice nas passarelas?

Valdemar: Meu primeiro desfile foi no início dos anos 90, no Estúdio Cinematográfico Adrenalina, em São Paulo, com a participação da Claudia Liz (modelo mais requisitada da época). Participei também desde o primeiro Morumbi Fashion, em 1996, e das edições do SPFW.

ITT Press: Qual a coleção mais antológica que produziu e quais os maiores desafios que enfrentou?

Valdemar: A Iódice foi se consolidando aos poucos. Apesar das crises que afetaram o mercado brasileiro naquela época, nós conseguimos resistir, pois nunca desviamos do nosso foco, nem do nosso público e temos uma empresa organizada. O desfile de 1997, Universo da Dança, reforçou a identidade da marca, cujo forte sempre foi o design e o esmero na confecção. Outra produção marcante foi a criação do Catálogo da Virada do Século, em 2000, que trouxe Isabeli Fontana na capa ainda adolescente (se tornaria uma das supermodelos brasileiras mais bem pagas do mundo). A coleção que mais me emocionou foi a Tropical Art, que fizemos ano passado, por ocasião do aniversário da Iódice. Abrimos a SPFW no Palácio Tangará, com um desfile maravilhoso, tendo como cenário o Parque Burle Max. Reuni também looks dos 10 melhores entre cerca de 40 desfile fizemos, para exposição.

ITT Press: E como se deu a expansão da sua marca pelo Brasil, um país continental e tão plural?

Valdemar: A consolidação da marca passou pela abrangência das coleções, como também pela criação da nossa rede de lojas, que mantém a identidade da marca, com uma linha de produtos adequada ao nosso público. Nossa primeira loja foi inaugurada há tem 20 anos (1998) no Shopping Iguatemi São Paulo. Em março de 2001, abrimos a flagship store (loja-conceito) na Rua Oscar Freire, também em São Paulo, um espaço de 500 metros quadrados distribuídos em três pavimentos que abriga tanto a linha feminina quanto masculina. Depois vieram as lojas do Shopping Ibirapuera, (capital paulista); Rio de Janeiro, Maringá (Paraná), Ribeirão Preto (interior de São Paulo); Recife e Salvador (Nordeste), além de franquias em várias cidades brasileira, de Norte a Sul.

ITT Press: Mas como Iódice fideliza suas clientes em regiões tão distintas no Brasil?

Valdemar: Nosso DNA é vestir uma mulher urbana e contemporânea, que está presente em qualquer parte do mundo. Acabei de fazer a coleção (Inverno 2018) Viagem ao Peru, inspirada na rica cultura daquele País, mas sem caracterização. Para sobreviver no mundo da moda, é preciso se reinventar sempre. Tenho até duas gerações de consumidoras fiéis à marca, porque encontram nela uma mulher atual.

ITT Press: Há quem diga que a “era dos desfiles” e da imposição da moda está chegando ao fim, pois as mulheres estão revendo valores em relação ao consumo. O que pensa sobre isso?

Valdemar: Não acho que os desfiles vão acabar nunca, pois sua realização é a forma que os criadores têm para mostrar seus trabalhos. Eu tenho meu público, que é sofisticado e exigente. Se fosse assim, as grandes marcas mundiais passariam a divulgar só pela internet. Hoje a moda está mais democrática é verdade, e as marcas devem manter loja física e o e-commerce para sustentar suas vendas. Não me preocupo com temáticas de estação, mas sim em pontuar minha marca como atitude, inovando na modelagem e nos materiais. A moda é um produto universal de consumo versátil. Vai existir sempre.

ITT Press: Como diretor criativo, qual a sua opinião sobre o conceito Awaytomars, cuja ideia é a cocriação da moda através de uma plataforma online colaborativa? É viável?

Valdemar: São movimentos que podem agregar valor a um determinado produto. Até agora, não pensei sobre isso. Mas nunca se pode dizer que não faremos.

ITT Press: Como vê a chegada da Indústria 4.0 no setor de confecção?

Valdemar: Não tenho opinião formada sobre isso, mas acho que o mundo caminha, cada vez mais, para a tecnologia, para a digitalização dos processos, e as empresas terão que se adaptar. Mas também penso que não será uma ação imediata. O mundo não fala a mesma língua em todos os lugares. Há de se ter tempo para a transição para este novo modelo.

ITT Press: E quanto à exigência de uma indústria da moda com responsabilidade socioambiental?

Valdemar: Minha roupa é sustentável. A lavagem dos jeans é realizada em lavanderias que fazem tratamento e reciclagem de água, que usam processos não poluentes, etc. Nosso trabalho é feito com carinho e com amor e isso passa pela escolha dos produtos que usamos nas coleções. Hoje há no mercado têxtil fibras sintéticas muito mais evoluídas do que se tinha no passado. O algodão é uma fibra nobre e confortável, mas a poliamida e o poliéster, por exemplo, proporcionam maior leveza, intensidade de cor, secagem rápida e podem conter atributos que modifi cam suas características. A viscose também avançou muito nos últimos anos e hoje é vista como fi bra ecológica. No Brasil, a oferta de fi bras sintéticas e artifi ciais não supre toda a demanda da indústria. A Iodice trabalha com 50% de tecidos nacionais e 50% de importados. Na linha denim e sarja o algodão é muito utilizado, mas nos segmentos de malharia e de tecidos planos para moda, ele perdeu espaço para as fi bras sintéticas.

ITT Press: A Iódice tem confecção própria ou trabalha com terceirizados?

Valdemar: Temos um departamento interno de criação e desenvolvimento que realiza pesquisa, estilo e modelagem, pilotagem e estamparia dos tecidos. Trabalho com cerca de 60 confecções de São Paulo e Paraná, capacitadas para atender nossas coleções. Há casos também na modalidade private label com nosso design.

ITT Press: O que espera para o mercado da moda? Está otimista com o crescimento da economia brasileira?

Valdemar: Apesar do momento econômico complicado, e este ano tem Copa do Mundo e Eleições, sou otimista sim. Lancei a nova coleção em nosso showroom que está batendo as metas de vendas. Estive em Cuiabá (Mato Grosso do Sul), na maison Corpo e Arte onde lancei a Coleção Inverno/2018 que foi um sucesso. O segredo da Iódice estar há tanto tempo no mercado é a consistência do seu desenvolvimento de produto, sem perder o DNA da marca, e claro, fazendo upgrade quando necessário para atender os desejos de seus consumidores. As pessoas vão continuar usando tecidos, independentemente de qualquer novo material que venha surgir.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Edição por: Márcia Mariano
Publicado por ITT Press - International Top Trends - ed.110

Data de publicação: 05/08/2018

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Arezzo lança podcast em parceria com Instituto Dona de Si
Dando continuidade a parceria com o instituto Dona da Si, idealizado pela atriz e empreendedora social Suzi Pires, a Arezzo anuncia o lançamento da sua primeira série de podcast. Reforçando o conceito #ArezzoJuntas, a marca e o instituto unem idéias e ideais que objetivam reforçar os laços femininos de troca, afeto e crescimento.  2019-10-14 - Tags: arezzo podcast instituto dona de si susi pires parceria

Hering apresenta campanha de Alto Verão “Juntinhos”, com IZA
A Hering, uma das marcas mais amadas do Brasil, apresentou sua nova campanha, “Juntinhos com IZA”, no dia 1 de outubro. A campanha possui três fases e é focada em memórias de um verão – mostradas em photoboth, nas escolhas da Iza – com curadoria de produtos e nas festas de Natal.  2019-10-14 - Tags: iza hering roupas colecao verao 2020

Levi's® Kids retorna para ficar de vez
A Primavera/Verão, estação mais colorida do ano, finalmente chegou. Isso significa brincadeiras ao ar livre e passeios com os amigos da escola nos finais de semana. E para aproveitar a temporada, a partir do dia 10 de outubro a Levi's® Kids, linha infantojuvenil da marca, volta de vez ao Brasil.  2019-10-11 - Tags: levis kids infantojuvenil primavera verao batwing

Senai Cetiqt oferece pós-graduação em Design de Estampa
Com previsão de crescimento de 34% em 2019 (dados do InfoTrends), o mercado global de impressão digital têxtil é uma das especializações que mais crescem no setor têxtil, estando presente em diferentes tipos de produtos, de moda (roupas, acessórios e sapatos) à decoração e têxteis-lar.  2019-10-10 - Tags: infotrends senai cetiqt impressao digital textil artes plasticas

Pensando sobre o Brasil em um mercado sem tarifas
Ainda que insuficiente para alavancar a economia, o PIB brasileiro cresceu 0,4% no segundo trimestre de 2019. Por outro lado, as exportações para a Argentina (maior mercado dos têxteis brasileiros) desabaram, com queda de quase 40%, devido à grave crise cambial no país vizinho. Estes indicadores nos servem de farol para o grande desafio que teremos no futuro, com a desgravação tarifária entre Mercosul e União Europeia.  2019-10-08 - Tags: ponto de vista editorial textilia 113 maria jose de carvalho

O que o RH tem a ver com vendas?
Ao lermos o título deste texto, já pensamos que ele vai abordar a transformação digital na área de Recursos Humanos, que revela a necessidade de contar com profissionais atualizados em relação às novidades e tecnologias, pois elas viabilizam as melhores práticas de gestão. Claro que essa transformação é importante e mantém a empresa sempre competitiva por meio da otimização de processos, mas esta não é a abordagem aqui.  2019-10-08 - Tags: ponto de vista rh gestao de pessoa carol manciola

50 Anos de Internet e o mundo se comunica cada vez menos
Neste ano de 2019, a internet fará 50 anos. Nascida no berço da guerra, essa ferramenta de comunicação prometia revolucionar o mundo. Muitos cientistas se entusiasmaram com tal ideia e começaram a propagar as maravilhas da internet. Mas não somente parte da Ciência fez isso, o mundo inteiro comprou a ideia da internet.  2019-10-08 - Tags: internet 50 anos ponto de vista tecnologia redes sociais

Huntsman desenvolve gerenciamento de umidade para vestuário
A Huntsman Textile Effects ampliou seu programa de garantia de desempenho High IQ® para ajudar indústria, marcas e varejistas a atender à demanda do consumidor por vestuário com gerenciamento duradouro de umidade. O High IQ® Cool Comfort permite que as roupas respirem e, ao mesmo tempo, transportem a umidade para longe do corpo.  2019-10-07 - Tags: huntsman textile effects high iq cool comfort lee howarth oeko tex

Riachuelo inaugurou loja conceito no Shopping Morumbi
A Riachuelo inaugurou um novo conceito de loja, no Shopping Morumbi, no dia 26 de setembro. O espaço de 2.290m2 contará com um mix completo de produtos da marca, além de apresentar novos serviços e projetos pilotos da companhia. A experiência de compra do consumidor será inteiramente digital, com pagamento através de dispositivos móveis espalhados por toda a área do estabelecimento.  2019-09-30 - Tags: riachuelo grupo guararapes converse ativação. healthy building certificate elio silva

O segredo para achar peças incríveis em brechós
Os brechós estão em alta. Porém, mais que uma questão de preços baixos, esse tipo de compra também está relacionado a um novo comportamento de consumo. O influenciador Douglas Rocha explica que a busca por soluções ambientais é um dos principais fatores que contribuem para o aumento da procura pelas revendas.  2019-09-30 - Tags: brechos preços baixos douglas rocha influenciador consumo

Adidas lança nova coleção Y-3 no Brasil
A nova coleção Adidas Y-3, que une o estilo inconfundível do estilista Yohji Yamamoto com o espírito esportivo da marca das três listras, chega ao mercado brasileiro com uma pop-up store especial. Nascida em 2003, muito antes do surgimento do athleisure e da onda de colaborações entre estilistas e marcas de artigos esportivos, a Y-3 surge da vontade de Yamamoto de se reconectar com as ruas.  2019-09-26 - Tags: adidas y 3 yamamoto guadalupe pop up store streetwear loja sportwear felipe savone

Aramodu comemora 30 anos de história
A Aramodu, uma das mais importantes empresas de moda feminina do Bom Retiro, comemorou 30 anos de história e tradição em agosto de 2019. Com nome que traduzido do coreano significa “todo mundo sabe”, a empresa trabalha para atender as necessidades da mulher urbana e contemporânea, permitindo que ela esteja sempre elegante e chique no dia a dia.  2019-09-25 - Tags: aramodu moda feminina bom retiro chique elegante momento de relax contemporanea 30 anos

Parceria destaca as possibilidades comerciais de impressão 3D em roupas
A New York Fashion Week, um dos maiores eventos da indústria da moda realizada em Nova York, testemunhou a revelação de uma técnica inovadora: a impressão 3D produzida diretamente no tecido. A inovação é resultado da parceria entre a empresa de impressão 3D Stratasys e os estúdios de design threeAsfour e Travis Fitch, que resultou na criação da coleção “CHRO-Morpho”.  2019-09-25 - Tags: impressao 3d roupas new york fashion week nova york threeasfour travis fitch

Marca e entidades lançam edital para calçados sustentáveis
O Programa de Aceleração de Soluções Sustentáveis para Calçados, uma iniciativa da Osklen, Instituto-E e Senai Cetiqt/RJ, está com inscrições abertas até o dia 10 de outubro. O objetivo é criar condições para o desenvolvimento de produtos e componentes de calçados alinhados aos conceitos do triple bottom line da sustentabilidade - social, econômico e ambiental.  2019-09-24 - Tags: aceleraçao soluçoes sustentavel calçados osklen instituto e senai cetiqt

Com preço justo, KDenim Jeanswear traz tendências da arte de rua para o dia-a-dia
No mercado há 3 anos, a marca KDenim, de Santo Antônio do Sudoeste-PR, tem como público homens e mulheres que gostam de valorizar não só o corpo, mas também o espírito jovem, trazendo o tradicional Jeans num formato diferenciado, com novas lavagens e acabamentos, seguindo as últimas novidades do mercado nas modelagens das calças, shorts e bermudas.  2019-09-24 - Tags: kdenim jeanswear arte dia a dia jeans streetwear amanda riquerme

Oficina Reserva inaugura primeira loja em São Paulo
No dia 12 de setembro, o bairro dos Jardins recebeu a primeira unidade da Oficina Reserva, fashiontech brasileira de moda masculina com foco em peças básicas e sob medida. O projeto contempla o plano de expansão de 2019 da marca, que atualmente conta com duas lojas próprias no Rio de Janeiro e está presente em dez lojas Reserva por todo o Brasil.  2019-09-23 - Tags: oficina reserva loja sao paulo fashiontech moda masculina rio de janeiro expansao

Marca brasileira Brisa participa da Milan Fashion Week
Começou na última terça-feira, 17, em Milão, a temporada de desfiles Verão 2020. Para esta edição do calendário, uma das principais novidades é a participação da marca brasileira de slow fashion Brisa, do Rio Grande do Sul, no showroom "Milan Fashion Week: Emerging Talents".  2019-09-20 - Tags: milao showroom milan fashion week emerging talents palazzo visconti milano

Fashion For Future premiará jovens designs com viagem a Milão
O Fashion for Future produz informação de moda com foco no estudante e no jovem profissional. O objetivo do prêmio é contribuir com a formação de designers de moda brasileiro. Os cinco estudantes escolhidos serão premiados para participar de um curso de orientação profissional em moda, na cidade de Milão, em fevereiro de 2020.  2019-09-19 - Tags: fashion future informaçao de moda estudante jovem profissional premio designers moda brasileira premiaçao

Lacoste inaugura loja no Shopping RioMar em Recife
No início do ano, a Lacoste, marca francesa de estilo de vida conhecida por seu logo de crocodilo, suas camisas polo emblemáticas e casualwear premium inspirado no estilo esportivo, apresentou um novo conceito em suas lojas, o LE CLUB.  2019-09-16 - Tags: lacoste le club riomar shopping loja inauguraçao conceito

EcoSimple participa da feira Première Vision em Paris
A Première Vision Paris é uma das plataformas de negócios mais importantes do mundo. A tradicional feira reúne representantes, compradores e empresários do globo todo, criando um ambiente repleto de oportunidades, inclusive para as companhias brasileiras.  2019-09-16 - Tags: ecosimples premiere vision paris pet claudio rocha marisa ferragutt aparas texteis