Language
home » moda & varejo »

Marketing

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Profissional apaixonada pela moda

Sueli Pereira aprendeu a lidar com o denim com a mestra Yêda Amaral e construiu seu próprio caminho pela competência e dedicação. Desde os 11 anos apaixonada pela moda (quando viu sua primeira calça bag vestida pela vizinha Yêda), Sueli prosseguiu investindo na carreira e acompanhando as novidades na extinta Fenit e os lançamentos de marcas como Santista Têxtil. Com currículo invejável, que inclui empresas como Brasilev e Kalimo, Sueli chegou à Santista por vias tortas, escrevendo como jornalista sobre moda e ganhando o respeito e o carinho da equipe da companhia. Na empresa, trouxe uma visão “humana” para o frio matemático dos engenheiros.

ITT: Como começou essa paixão pela moda?

Sueli Pereira: Eu acho que sempre fui uma apaixonada pela moda, mas pelo denim principalmente. Já cheguei a trabalhar em teares, e você não imagina como eu me envolvo emocionalmente com  o  que  faço. A minha história com o denim começou muito cedo,  quando  vi  Yêda  Amaral  (que, à época, namorava meu vizinho) com uma calça bag, a primeira da minha vida! Eu tinha 11 anos e fiquei muito impressionada. Cheguei a fazer um escândalo, apontar e mostrar para minha mãe.

ITT: Como foi essa evolução de um amor para uma profissão?

Sueli: Foi natural que  depois  daquilo eu continuasse a pesquisar sobre denim. Comecei perguntando ao meu vizinho quem era aquela mulher, o que ela fazia. Quando descobri que o denim poderia ser uma profissão, comecei a prestar atenção no tecido. Comprei minha primeira calça US Top e ficava encantada, porque, cada vez que eu a usava, ela ficava mais bonita. Era uma relação que eu percebia que transformava meu contato com o denim. Passei a observar o que acontecia na Fenit, pedia que minha irmã trouxesse materiais e até me lembro  de um desfile da Santista transmitido pela Hebe!  Todos aqueles  movimentos  me  encantavam e acumulei esse desejo durante trinta anos. Coloquei na cabeça que, quando eu tivesse trinta anos, ia ser jornalista e produtora de moda. Eu disse para o universo o que realmente queria e fui atrás. Preciso até fazer outros planos  hoje!

ITT: Depois de um tempo, terminou trabalhando com Yêda.

Sueli: Sim, é verdade. Yêda continua sendo meu ícone, junto com Regina Guerreiro.  Com Yêda, eu aprendi o dom da palavra; com Regina, a importância da imagem. Comecei   a   trabalhar   como   manequim e cheguei ao têxtil  e fiz jornalismo, conheci uma produtora e fiz trabalhos de modelo para pagar a faculdade. Terminei iniciando na Brasilev, como coordenadora de marketing, mas eu nem sabia direito qual o meu trabalho princípio.  Passei  pela  Kalimo  e, depois de  terminar  a  faculdade,  conheci Marilena Castilho numa festa, na qual pedi, sem medo, uma oportunidade para redigir matérias. Meu primeiro trabalho foi falar sobre unificação de cartela de  cores no  segmento têxtil.

ITT: Foi então que começou seu networking?

Sueli: Sim, foi essa oportunidade dada por Marilena Castilho que me possibilitou conhecer e ser conhecida por todos da cadeia têxtil brasileira. Para ela, fiz coberturas da Fenit e acabei entrevistando muitas pessoas da Santista. Terminei ficando amiga deles. Por esse contato, me chamaram para ser a face de “humanas” no mundo dos engenheiros e dos administradores da indústria. Fui a primeira mulher vendedora da Santista Têxtil.

ITT: Como foi a evolução desse trabalho?

Sueli: Fui para a área de produtos e trabalhei três anos indo na fábrica, na área de negócios, tanto de denim quanto de colori- do. Só então fui para a moda, onde estou até hoje. Mas a moda mudou muito, o mundo mudou muito, eu mudei muito. Fui descobrindo facetas e negócios da moda.

ITT: Que maiores lições você tirou desse período?

Sueli: Nós estamos numa economia capitalista, e  eu  aprendi  muito,  principalmente, a ser mais organizada. É preciso ter um olhar, um objetivo de performance, não só estético. Quando fui para a área de moda, existia  o “Caderno  Ilustrada”  da  Folha  deS. Paulo, e eu pensava que meu mundo ia  ser mais fácil, que a informação viria de maneira mais simplificada. Mas eu percebi que, na moda, ninguém para de trabalhar nunca.

ITT: Antes da popularização da internet, a informação era muito rara.

Sueli: Tudo era programado. Guardávamos tudo o que pesquisávamos, pois tínhamos tempo de analisar. Se você soltasse a informação de moda antes de todo mundo, ela não era entendida, então não  adiantava.

ITT: Sua sensibilidade para as novidades, olho para os lançamentos, sempre foram elogiados no mercado. Em qual momento você percebeu essa qualidade?

Sueli: Acho que é meu espírito de jornalista, de querer saber o porquê das coisas acontecerem de determinada maneira. Eu acho que sempre fui muito desse jeito, até pela profissão que escolhi. A minha área não é criativa, é de informação com criatividade. Eu me lembro de que estava fazendo uma apresentação para a Berlan, e eles falaram: ‘de onde você tira essas informações? Vem tudo da sua cabeça?’. E eu falei: ‘Isso tem  um motivo, isso é pesquisado!’. Não tenho essa vaidade de achar que a inspiração é minha, pois tudo sai de mim, inclusive a informação externa, compreende? Eu sou incapaz de  fazer  uma  apresentação  igual  à outra. Eu olho para você  e  o  seu  olhar me diz alguma coisa, me lembra  de  alguma coisa e já há uma nova conexão a ser incluída. Tudo vira tema para minha pesquisa, da revista do avião até uma palavra em muito  uso.  É preciso  prestar  atenção: o mundo está mudando e a moda é muito contagiante, propagadora de cultura. Então, nós, profissionais da área, também te- mos  esse papel.

ITT: Você se considera uma propagadora de cultura?

Sueli: Exatamente. Quando você olha para trás, consegue enxergar a cultura pela moda. Meu sonho era escrever um livro sobre o denim no Brasil, porque eu estou acompanhando isso há muito tempo. Fiz história da moda e indumentária na pós- graduação e percebi, no dia que comecei a aula de fundamento estético e filosófico, o quanto convivemos com o pensamento filosófico sobre esse tema, sua ética. Percebo como o pensamento da época direciona as nossas escolhas, a nossa estética, como somos em sociedade. Quando pensamos em Paris e vemos que lá é tudo lindo, maravilhoso, organizado, esse é um pensamento cartesiano. Uma cabeça, um pensamento dominante direcionou o modo de viver, de se expressar, de ser, por décadas e décadas. Foi então que concluí: ‘precisamos prestar atenção no que está aqui hoje’.

ITT: O que você enxerga de melhor na cultura e no povo brasileiro?

Sueli: Eu acho que a sensibilidade humana. Nós somos seres muito sensíveis. Quando você olha uma mulher brasileira, especial- mente a nordestina, você  vê  aquela  força de conduzir uma casa,  de  conduzir  tudo,  de carregar o mundo, e ainda sorrir e falar. Elas servem com o melhor que possuem. O brasileiro já nasceu amoroso. Tem alguns frutos podres, mas, isso, em qualquer sociedade tem.

ITT: O que você identifica como maiores mudanças na visão do brasileiro sobre a sociedade e a moda nos últimos anos?

Sueli: A questão dos gêneros, que antes eram divididos entre masculino e feminino. A antiga divisão da sociedade entre aqueles que mandam e os que fazem, curiosos e acomodados. Nada disso tem lugar hoje. Atualmente, você é estimulado, instigado e provocado o tempo todo a sair da sua zona de conforto. E o ser humano está descobrindo que ‘ah,  eu sou a Sueli, que quero ser mãe,  quero sair desse mundo, quero cozinhar para as minhas filhas, quero ficar o dia inteiro com elas, mas eu sou a Sueli que quero ser uma mulher que vai pro mundo, que vai pra China, vai para um lugar desconhecido’. Aí a pessoa descobre ‘ah, eu posso ser atraente para o homem, mas também quero chamar a atenção das mulheres’, entendeu? ‘Ah, eu quero saber muito sobre exatas, mas também sobre poesia’. É lindo podermos acessar tudo ao mesmo tempo, lidar com pessoas tão diferentes ao mesmo tempo.

 

ITT: Como foi a adaptação com a mudança de Santista para Tavex e o retorno à marca original?

Sueli:  Quando  mudou  a  diretoria  de Santista para Tavex, meu desafio foi adaptar todo esse trabalho para uma linguagem mais comercial e depois global. Foi com isso que percebi a potência que nós somos. De tantos anos de Santista, aprendi que eu fico muito feliz de ser capaz de mesclar moda     e comunicação. Moda é um meio de comunicação, é um negócio. O trabalho que eu faço permitiu meu enriquecimento como pessoa. Esse trabalho permite que eu me mantenha renovada.

ITT: Essa nova coleção é a primeira depois que a marca Santista foi retomada. O que ela traz de mais importante?

Sueli: É a primeira coleção com a retomada da marca, e eu estou responsável pela comunicação. Ela é pessoalmente muito significativa, porque é uma coleção onde conceito, cenário, tudo tem a ver com o que eu faço. Estamos falando de fluidez, dessa modernidade líquida, dessa palavra-chave hoje para o design. O produto está trazendo essa fluidez, com foco em no-gender, e  o produto criado para o masculino é também voltado para o feminino. Aí você olha o stretch, que é superfeminino, e vê peças super, ultra stretch, muito estruturadas, para um mercado masculino. A coleção mostra que as barreiras estão sendo quebradas. É conceito? É. Mas é fato.  O produto reflete isso, o design reflete  isso.

ITT: Qual é a sua mensagem para o Brasil e especialmente para os profissionais do varejo neste ano?

Sueli: O varejo precisa ser mais ligado no consumidor, entender a mensagem, interpretar e aplicar, não somente ficar pesquisando. O profissional de varejo  também  tem que  ser  treinado  para  ouvir  e  trazer o que é importante para dentro da cadeia têxtil. É preciso também ser mais ousado, pois todo mundo quer ser incrivelmente maravilhoso, mas  ninguém  quer  arriscar.  E o consumidor já percebeu isso. ‘Eu não preciso de mais uma calça igualzinha à que o  vizinho tem’.

 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por | Gabriel Rajão
Foto | Divulgação
Matéria publicada na revista ITT Press Trends, edição 102

Data de publicação: 06/06/2016

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Professores da rede pública e privada recebem treinamento sobre moda sustentável
Professores da rede pública e privada participaram de treinamento sobre produção e consumo consciente da moda promovido pela Prefeitura de São Paulo. A ação, em parceria com o Instituto Fashion Revolution Brasil e o British Council, foi realizada por meio do Fashion Sampa, programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho para fomentar o mercado da moda e consumo sustentável.  2020-02-26 - Tags: fashion sampa secretaria de desenvolvimento economico aline cardoso instituto fashion revolution brasil british council teia centro

Novo conceito de varejo para crianças e famílias
Um local onde são oferecidos produtos para crianças e, ao mesmo tempo, é um espaço aberto para experiências e inovação cultural, social e ambiental entre as pessoas é o diferencial da Loja de Conceito Infantil, lançada na Itália.  2020-02-13 - Tags: pitti bimbo the playful living observatorio de inovacao digital do varejo

Jean Paul Gaultier comemora seu 50° aniversário e se despede da Alta Costura
No dia 22 de janeiro, aconteceu o último desfile de Alta Costura de Jean Paul Gaultier. O Enfant Terrible comemorou 50 anos de carreira em um show emocionante no Théâtre du Châtelet em Paris.  2020-02-07 - Tags: jean paul gaultier enfant terrible theatre du chatelet

Momad debate tendências de moda e varejo para vestuário e calçados
A próxima edição da Momad - Exposição Internacional de Moda, Calçados e Acessórios, organizada pela IFEMA, em Madri, Espanha, acontecerá de 6 a 8 de fevereiro e contará com um programa de palestras técnicas, além da apresentação das coleções de mais de 800 marcas nacionais e internacionais de confecção de roupas, calçados e acessórios.  2020-02-04 - Tags: momad ifema calçados madrid grupo correos forum momad tendencias

Mega Polo Moda apresenta marcas vencedoras do projeto Startup Fashion
O Mega Polo Moda, maior shopping de atacado da América Latina, acaba de anunciar as 30 marcas ganhadoras da Startup Fashion, programa de aceleração e incentivo às novas marcas do atacado, que reúne moda, tecnologia e negócios.  2020-02-04 - Tags: mega polo moda shopping america latina startup fashion mega fashion week

Eberle apresenta sua nova coleção 'Contato' para aviamentos
Para fechar a grade de lançamentos de 2019, após anunciar seu novo mostruário de acabamentos, a Eberle traz ao mercado a nova coleção Contato. Com três macros principais – Infinito, Real e Plural – a empresa exalta o que a nova temporada pede: tecnologia, emoções e otimismo, com combinações de shapes e cores para compor as mais diversas produções.  2020-02-03 - Tags: eberle shapes moda contato tendencias aviamentos

Grupo Malwee ganha prêmio 'Ser Humano' pelo segundo ano consecutivo
Grupo Malwee conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2019, na categoria Gestão de Pessoas – Administração, concedido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos de Santa Catarina (ABRH - SC).  2020-01-31 - Tags: malwee oswaldo checchia abrh edna zamboni santa catarina

Stoll expõe tricô fashion na Spinexpo Shanghai Verão 21
A Stoll apresentará uma seleção de amostras na área de tendências Spinexplore; com curadoria da Spinexpo Shanghai - Salão Internacional de fios, fibras e malhas de alta qualidade, que valoriza o mundo criativo da malharia.  2020-01-31 - Tags: stoll shanghai spinexplore china xangai pv 2020 cms 830

Fashion Stylist cria marca de roupas que une moda e sustentabilidade
Você já ouviu falar sobre "Moda Upcycling"? Esse conceito, trata-se de um processo de criar algo novo a partir de itens antigos – uma sinergia entre a reutilização e a reciclagem. O Upcycling usa materiais existentes para melhorar os originais.  2020-01-29 - Tags: upcycling moda reciclagem onu fashion stylist caique jota

Sensil® EcoCare é a poliamida premium reciclada da NILIT
Alinhada com a preocupação socioambiental, a NILIT desenvolveu a primeira poliamida reciclada e certificada agora disponível para todos os mercados em que atua globalmente. Sensil® EcoCare, é uma fibra reciclada pré – consumo, que oferece uma solução inteligente para a produção de peças que unem design, conforto e durabilidade, enquanto reduz o impacto no meio ambiente.  2020-01-28 - Tags: sensil ecocare nilit poliamida sensil fabianne pacini

Mega Polo Moda apresenta marcas finalistas do projeto Startup Fashion
O Mega Polo Moda, maior shopping de atacado da América Latina, acaba de anunciar as 60 marcas finalistas da Startup Fashion, programa de aceleração e incentivo às novas marcas do atacado, que reúne moda, tecnologia e negócios.  2020-01-28 - Tags: mega polo moda startup fashion pitch day finalistas

Classic Blue se destaca nas criações da Angelo Bertoni
Eleito pela Pantone como o tom de 2020, o Classic Blue é uma nuance tradicional e democrática que se destaca entre as criações da Angelo Bertoni. A marca que pertence ao grupo Breda Alfaiataria é referência de estilo por aliar a moda contemporânea à alfaiataria clássica.  2020-01-23 - Tags: pantone classic blue angelo bertoni breda alfaiataria

The Lycra Company participa da Colombiatex 2020
A The LYCRA Company estará presente na Colombiatex 2020 que acontece entre os dias 21 e 23 de janeiro, em Medellín. A empresa, que é um dos mais tradicionais expositores da feira, irá apresentar tecnologias que buscam satisfazer as necessidades do consumidor contemporâneo em relação à peças do vestuário de todos os segmentos da moda, incorporando ciência e tecnologia no desenvolvimento.  2020-01-21 - Tags: lycra colombiatex 2020 my fit novidades fio lycra

Mega Polo Moda lança o Startup Fashion
O Mega Polo Moda, maior shopping de atacado da América Latina, situado no bairro do Brás, em São Paulo, acaba de lançar a Startup Fashion, uma plataforma inédita de mentoria para marcas, que reúne moda, tecnologia e negócios.  2020-01-17 - Tags: mega polo moda america latina brás startup fashion aceleraçao

Gucci lança coleção celebrando o Ano Novo Chinês
Para o próximo Ano Novo Chinês, que começa a partir de 25 de janeiro, o diretor criativo da Gucci, Alessandro Michele, vai homenagear o "Ano do Rato" com uma coleção especialmente dedicada ao Mickey Mouse (True Original de Walt Disney).  2020-01-15 - Tags: disney entretenimento gucci pins ano novo chines

Castanhal marca presença no Inspiramais 2021_I
A Castanhal Companhia Têxtil, maior fabricante de fios e telas com a fibra de juta das Américas, é um dos destaques do Inspiramais 2021_I, único salão de inovação e design de materiais da América Latina, que reúne fabricantes nacionais e internacionais de insumos diversos para o segmento calçadista.  2020-01-13 - Tags: exposiçao juta fibras sustentabilidade fios lina telas castanhal textil

Cipatex apresenta nova coleção de laminados no Salão Inspiramais
Com o tema Energetic, a Cipatex® lança a Coleção Verão 2021 em laminados para calçados femininos, masculinos e esportivos no Inspiramais - Salão de Design e Inovação de Componentes, que acontece nos dias 14 e 15 de janeiro no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo/SP.  2020-01-13 - Tags: cipatex lançamentos vinyl tech winston floater animal print

ITM Têxtil lança tecidos sustentáveis no Salão Inspiramais
A ITM Têxtil, de Farroupilha (RS), anunciou o seu ingresso na plataforma BCI, aumentando a oferta de produtos com algodão produzido de forma sustentável. Para a nova coleção que será apresentada no Salão Inspiramais, que acontece nos dias 14 e 15 de janeiro, em São Paulo, a empresa lança o EcoFio+, composta por tecidos feitos com fios reciclados de algodão e tintos com corantes naturais e com redução no uso de recursos em todas as etapas do tingimento.  2020-01-10 - Tags: iguaçu bocaina itm tingimento extraçao corantes naturais cadeia textil

Espelho interativo para o varejo é destaque na Couromoda 2020
A startup brasileira de tecnologia para desenvolvimento de software e hardware inovadores, ICX Labs, estreia sua participação na Couromoda 2020 e leva o primeiro espelho interativo do Brasil como destaque. A 47ª edição da maior feira de lançamentos e vendas de calçados, roupas e acessórios da América Latina acontece entre 13 e 15 de janeiro no Expo Center Norte, em São Paulo.  2020-01-10 - Tags: espelho interativo fitting you mirror tecnologia couromoda 2020

Marca brasileira é a primeira a entrar no Fashion Industry Charter for Climate Action
A Reserva é a primeira marca brasileira a participar do Fashion Industry Charter for Climate Action. Criado no COP24, conferência da ONU sobre mudanças climáticas, o grupo reúne as principais marcas de moda do mundo com o objetivo de neutralizar o impacto ambiental da indústria na primeira metade do século 21.  2020-01-09 - Tags: reserva fashion industry charter climate action cop24 onu