Language

Estampas & Padrões
home » moda & varejo »

Marketing

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Fabiana Murer, a musa brasileira do salto com vara

Salto para a glória
Depois de Pequim, Fabiana Murer, a maior atleta brasileira do salto com vara dá a volta por cima e treina para atingir novos recordes
 


Apaixonada por MPB, Rock e Pop, Fabiana Murer, 27 anos, atual recordista brasileira e sul-americana no salto com vara, usa Orkut e MSN para se comunicar com amigos e os muitos fãs que tem espalhados pelo mundo. E esta foi uma das soluções para matar as saudades de casa nas Olimpíadas de Pequim 2008. “Acho importante acompanhar as notícias, principalmente as do esporte. Acesso bastante os portais da Federação Internacional e da Confederação Brasileira de Atletismo para ver como andam as outras competidoras, o quanto estão saltando...”, despista, com aquela dose saudável de obstinação que têm aqueles que fazem o que gostam.

A tecnologia ajuda. Mas o talento e o carisma são os elementos que garantem o sucesso da atleta, uma das garotas-propaganda da Nike. Assim como sua amiga e colega de profissão, a russa Yelena Isinbayeva, Fabiana Murer também chama atenção por sua beleza. Em Pequim, Isinbayeva levou a medalha de ouro. Murer, depois de ter seu equipamento furtado, não conseguiu índices para chegar à final. Com chances reais de medalha, ela prefere deixar este capítulo para trás. “Muitas pessoas, principalmente depois do Panamericano e das Olimpíadas, começaram a acessar meu perfil, com algumas dúvidas sobre o salto com vara, sobre a minha carreira e minha agenda. Mais para frente até quero criar meu próprio site...”, diz timidamente. Apesar de vaidosa, Murer despensa maquiagem no dia-a-dia e capricha no uso de protetor solar. “Sou muito clarinha, então tenho que me proteger. No corpo, quando esqueço de usar, fico toda vermelha porque treino sob o sol”.

Campinense, Fabiana Murer começou no mundo esportivo aos 7 anos, praticando ginástica artística, influenciada pela mãe e as colegas de escola. A desenvoltura, no entanto, a levou rápido para uma equipe intermediária. Aos 16 anos, seus 1m72 começaram a ser um problema para os exercícios na barra assimétrica e na trave. “Queria fazer outro esporte, mas não sabia exatamente qual”, lembra. Depois de ler um anúncio de jornal, seu pai a levou para uma escolinha de atletismo. Os anos de ginástica ajudaram imediatamente no salto com vara. “O Elson, meu técnico até hoje, era um dos treinadores que estava selecionando os atletas. Ele analisou meu biótipo e apostou. Mas foi só depois de um ano de treino no atletismo, já com índice para o mundial juvenil, que decidi encarar o salto com vara como vocação”, diz. “Acho que ter sorte é sempre bom. Mas você não pode depender dela. Quando você treina bem, as coisas fluem e, se precisar, a sorte te ajuda. Eu prefiro contar com o meu trabalho, com o meu treino”. Na entrevista que segue, Fabiana Murer revela um pouco mais de seu universo de treinos rígidos e amor pelo esporte.

Cursos
Sou formada em fisioterapia. Consegui conciliar os treinos e os estudos. Hoje seria muito difícil porque viajo e acabo ficando dois, três meses fora. Quando me aposentar no salto com vara, vou fazer uma nova carreira como fisioterapeuta.

Rotina
Sou caseira, tranqüila, gosto de assistir a filmes, ir a restaurantes, barzinhos, escutar música, ler um livro ou ir para a piscina tomar sol. Como treino muito, acabo dormindo cedo porque preciso descansar e me recuperar para o dia seguinte. Mas gosto de ter vida social, ver outras coisas fora do esporte, relaxar...

Outros esportes
Ainda pratico a ginástica artística, que me ajuda no salto com vara. Quando estou de férias, gosto de escalada ‘indoor’ na academia. Preciso manter a forma.

Talento e beleza transformaram a atleta em garota-propaganda da marca Nike

Viagens
Depois que terminar a carreira como esportista, quero viajar como turista para os lugares onde fui competir. Na maioria das vezes a gente chega à cidade, compete e vai embora. Quero conhecer Tóquio e alguns lugares da Austrália.

A vida que segue
Realmente vai ser duro parar, mas acho normal. Uma hora acaba; nada dura para sempre. Por enquanto, quero curtir esta boa fase.

Ídolo
Sergei Bubka, recordista mundial do salto com vara, é um ídolo para mim. Ele foi um grande atleta, com uma técnica praticamente perfeita que tento reproduzir. Acho que ele conseguiu atingir um nível excelente como atleta.

Moda
Acompanho a moda quando posso. Gosto de estar na moda, mas acabo usando muito mais roupas esportivas. E elas também têm sua moda. A Nike, por exemplo, transforma as roupas do esporte para o uso do dia-a-dia, e com apelo fashion.

Olimpíadas
Meu grande sonho como atleta era estar numa olimpíada. Agora está mais do que realizado.

Equilíbrio mental
O lado psicológico é muito importante, principalmente no salto com vara, prova que você fica muito tempo dentro da pista vendo as outras saltarem. Nesta modalidade, você tem uma certa altura para saltar e não importa se salta 10 ou 20 centímetros a mais, isso não vai contar pontos. O sarrafo tem que estar na altura certa e o atleta tem que saber controlar e trabalhar o psicológico. Meu técnico acaba me ajudando bastante; ele me prepara, diz o que vou sentir e o que esperar na competição.

A mudança de estilo
Em 2001, eu e meu técnico começamos a fazer um intercâmbio com o Vitaly Petrov, que foi técnico do Sergei Bubka, e hoje treina a Yelena Isinbayeva. Os dois são recordistas mundiais. Logo no início, ele mudou totalmente minha técnica: a maneira como segurava a vara, como abaixava, como corria... Foi muito difícil porque na época eu era recordista brasileira e quando comecei a praticar essa técnica, meus resultados começaram a cair bastante. Via as outras brasileiras saltando mais do que eu, batendo o meu recorde. Levei dois anos para me adaptar e conseguir bater o recorde brasileiro outra vez. A partir daí, cresci, melhorei meus resultados, consegui o índice para a olimpíada.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Data de publicação: 30/09/2008

Conteúdo relacionado


Rota de fuga
Temas escapistas que ousam em shapes e renovam em cores: assim o Verão se constrói.  2012-02-06 - Tags: shapes

Natureza infinita no Inverno 2013
O expositores do Interfilière, o mais importante salão e líder mundial em matéria prima para os setores de lingerie e moda praia, abrirá para seus visitantes e o mundo, as direções, materiais, estampas e acabamentos, mas reservam as principais inovações e criações – que não constam do Fórum - a um pequeno e seleto grupo de convidados.  2012-01-06 - Tags: interfiliere

Linda, funcional e especial
Não é sempre que a moda infl uencia tanto a lingerie, mas na próxima estação, roupa de cima e de baixo estarão em sintonia.  2011-10-20 - Tags: corset

Verão floral e luminoso
Mode City confi rma estampas bucólicas, superfícies fluidas e toques com brilhos para beachwear e moda íntima.  2011-10-05 - Tags: mode city

Provocadora e exuberante...
Direções em temas, cores, fios, tecidos, formas e estilos.  2011-10-03 - Tags: direcoes desfile

Preview Verão 2011-12 by Aissa Basile
Inovando, a 36º edição do Senac Moda Informação encerrou o evento com uma palestra proferida pela trend setter Aissa Basile que, utilizando recursos online, know-how e expertise deixou todos os profi ssionais e participantes seguros e muito bem informados ao comentar as principais semanas de moda de Nova Yorque, Paris e Milão realizadas em setembro e apontando as principais direções comerciais para a estação.  2011-02-10 - Tags: senac moda informacao stylelens

A moda praia nas passarelas internacionais
A moda praia nas passarelas internacionais  2009-08-31 - Tags: itt press 73

O Verão 2010 europeu na visão da Interfiliére
O Verão 2010 europeu na visão da Interfiliére  2009-08-31 - Tags: verao_2010/11

Moda masculina
Moda masculina  2008-12-31 - Tags: .

Homens na praia
Apesar de reduzida nas passarelas nacionais, moda-praia masculina ensaia reposicionamento fashion.  2008-09-30

"O corpo" do verão da São Paulo Fashion Week
Aos 27 anos, com medidas perfeitas e a cabeça em dia, a top Ana Claudia Michels é eleita a imagem da moda praia 2008  2008-09-30

Fabiana Murer, a musa brasileira do salto com vara
Depois de Pequim, Fabiana Murer, a maior atleta brasileira do salto com vara dá a volta por cima e treina para atingir novos recordes  2008-09-30

Seios bem tratados por uma modelagem cuidadosa
A pesquisadora britânica Joanna Scurr, declara para a ITT A&B, que os sutiãs deixam a desejar quando falamos em práticas esportivas.  2008-04-30

Paris ainda é imbatível no mundo da Lingerie
Mais de 40 mil profissionais do setor lotaram corredores e desfiles atrás de novidades.  2008-04-30

Sensualidade à flor da pele
Uma conversa com Cecília Bourdon.  2008-04-30

Novo mergulho de quem vem da lingerie
A Hope, marca conhecida no mercado de lingerie, começa a se firmar também no segmento de moda-praia  2008-04-30

As novidades dos eventos do setor
Coleções Outono Inverno 2008 trazem tecidos tecnológico e muito estilo nas modelagens.  2008-04-30

Quem é destaque no mundo da moda
Deborah Secco é a nova “Garota Liebe”  2008-04-30

Tina Carneiro: da franqueada à dona da Body for Sure
Uma criadora com visão de futuro  2007-12-01

Famosos na passarela e quem vende o Brasil em Portugal
Eles podem não ser os que melhor desfi lam, e nem ter os corpos mais perfeitos para o caimento das roupas, mas ainda assim são eles que arrancam mais aplausos e suspiros do público.  2007-12-01