Language
home » moda & varejo »

Marketing

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Black West se fortalece com moda masculina ousada

Fundada em 2013 por Julio Zhou e Eduardo Cristian, a Black West surgiu com o propósito de fazer uma moda masculina elegante, ousada e diferenciada, com preços competitivos. A empresa produz linhas de camisas polo, camisaria slim fit, jeans, acessórios e calçados. Com showroom de fábrica em São Paulo, possui capacidade produtiva de 120.000 peças/mês, que são distribuídas por sete lojas próprias (capital e região do ABC) e em multimarcas por todo o país. Eduardo Cristian conta como nasceu a ideia de fundar a empresa: “A Black West é resultado de um sonho de termos nossa marca própria, aliada à visão empreendedora do Julio Zhou, que enxergou nisso uma grande oportunidade de negócio para ambos”. Segundo ele, o plano da marca era se destacar no segmento de moda masculina, apostando na linha sportswear.

Cristian reforça que o diferencial das peças Black West está justamente no estilo e no design exclusivo. “Eu buscava no mercado uma roupa diferente, com modelagem bacana e tecido de boa qualidade. No entanto, pouquíssimas marcas masculinas ofereciam tais produtos, e as que tinham, os preços eram muito altos para o consumidor médio. Então, a gente trouxe essa leitura para um segmento mais popular, com uma pegada totalmente diferenciada, com estilo, qualidade, mas com um preço muito acessível. Foi assim que nos consolidamos no mercado.”

Feedback com o cliente

O atacado é o ponto forte das vendas da Black West. De acordo com Eduardo Cristian, a estratégia da empresa de montar lojas próprias serve para aferir o retorno dos clientes, mais diretamente. “Não é só fabricar o produto e distribuir no mercado, você precisa entender quais as dificuldades que enfrenta no varejo, para poder se antecipar às decisões. Com uma loja própria, o feedback do consumidor é presencial. Existe sim a preocupação com o posicionamento da marca. O nosso varejo próprio funciona como um grande laboratório para melhorar cada vez mais o nosso atendimento ao cliente. Por exemplo, procuramos saber o que levou esse cliente a querer comprar o nos- so produto. Se foi só através do marketing ou de outra ferramenta. É saber se ele aprovou o caimento do tecido, a modelagem etc. Esse é nosso grande diferencial.”

Primeira linha

A primeira linha de produtos da marca Black West foi a camisa polo em malha piquet e depois a camisaria em tricoline em algodão. Mas como o ponto alto da marca é a ousadia, em sua linha de camisaria também há produtos em base viscose, estampados e jacquard, artigos preferencialmente utilizados em moda feminina. Para o criador da marca, o importante é ter um olhar diferenciado para saber transformar tecidos de moda em produto masculino de bom gosto. “O resultado final são peças incríveis e maravilhosas, que estão vendendo muito bem e caindo no gosto dos homens.”

E será que essa influência da moda feminina nas coleções masculinas da Black West vai motivar os sócios a desenvolver também coleções destinadas às mulheres? “Estamos estudando o mercado feminino e ainda estamos na fase de testes, por isso, não queremos divulgar nada antes de concretizado”, diz Eduardo Cristian, acrescentando que a recente novidade da marca é a linha alfaiataria. “Trata-se de uma coleção mais casual, formada por ternos com shapes totalmente slim, blazers com muitos detalhes, sempre com pegada fashion e ousada.”

Processo de construção

Eduardo Cristian conta que os maiores obstáculos para a construção da marca ocorreram no processo de produção. “Quando a gente fala em produção no Brasil, é extremamente desafiador. Porque você vive em um país onde se quer ser criativo, inovador, fazer produtos incríveis, mas se esbarra na dificuldade de não ter quem execute isso.” Para o empresário, outro desafio, além de formar equipes, foi ajustar os processos de confecção para otimizar os custos, o tempo de máquina, aumentando eficiência e produtividade, ou seja, manter uma empresa com produtos diferenciados e produção eficiente. “É desafiador você ter que criar produtos diferenciados e, ao mesmo tempo, manter a produção enxuta, segurando os custos. É preciso trabalhar com muita inteligência, para poder ajustar esses dois pilares”, comenta, acrescentando que a Black West procura fazer o máximo possível das peças dentro da fábrica.

“Ter produção própria é ideal porque você consegue o domínio do processo do início ao fim, mas isso está se tornando cada dia mais difícil. O mercado informal cresceu de forma assustadora e muito desorganizada. Para você concorrer, é preciso ter uma fábrica totalmente verticalizada, com mais de 300 funcionários, e, na atual conjuntura, torna-se cada vez mais um desafio. Então, você tem que buscar tecnologia e aprender coisas novas todos os dias. Caso contrário, estará fora do mercado.”

Próximos cinco anos

Durante os primeiros cinco anos da empresa, Zhou e Cristian trabalharam arduamente para criar e manter o DNA da marca e estruturar a produção, criando uma base sólida de mercado, sem muito barulho. “Muitas marcas começam fazendo muito barulho, muito marketing, e aí, por falta de base, não conseguem se consolidar no mercado. Nós fizemos o inverso. A gente trabalhou muito forte a questão de termos a fábrica primeiro, com processo de produção consciente, enxuto, e agora, vamos trabalhar o branding, que é fazer a marca explodir no Brasil inteiro. Então, eu vejo nos próximos cinco anos a Black West se posicionando como uma das maiores no mercado masculino. Hoje já temos 32 franquias no Brasil, nos estados  de Minas Gerais, Pernambuco e Goiás e no Distrito Federal.”

A Black West também considera o e-commerce fundamental para o fortalecimento da marca. “Hoje nós temos o e-commerce e trabalhamos este setor dentro da estrutura da empresa. Vemos grandes gigantes do segmento esportivo - Dafiti e Netshoes, por exemplo - com plataformas online bem estruturadas, portanto, é um segmento de mercado no qual a gente tem que estar atento e investir pesado. Isto está nos nossos planos de expansão”. Cristian finaliza dizendo que, como empreendedores de uma marca que nasceu há cinco anos, em plena turbulência da crise econômica - e que, ainda assim, conseguiu êxito -, eles precisam estar sempre atentos aos movimentos dos consumidores. “Precisa prestar atenção nas tecnologias e na forma de comunicação com os clientes. Ferramentas como Instagram e Facebook são praticamente indispensáveis para você passar sua mensagem. Eu, como designer e gestor da marca, tenho buscado  me posicionar como uma autoridade no setor têxtil. Eu não quero ser conhecido apenas como criador de moda. Eu quero ser conhecido como um cara que sabe fazer um bom produto e como criar um negócio. Eu quero estimular o empreendedorismo a partir da minha experiência, ajudando outros empresários que estão na mesma jornada, no mesmo propósito.”

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Publicado por ITT Press - International Top Trends - ed.112

Data de publicação: 05/11/2018

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Oskar Metsavaht participa do Milan Fashion Film Festival
Oskar Metsavaht, diretor criativo da Osklen, integrou o júri do Milan Fashion Film Festival ao lado de grandes nomes da moda internacional, como o estilista italiano Giorgio Armani, presidente do júri.  2019-11-12 - Tags: oskar metsavaht osklen milan fashion film festival expert hakan karaosman

Designer utiliza folhas e raízes para tingir naturalmente
Cultivada em um sítio de permacultura, no interior do Rio Grande do Sul, a marca gaúcha de roupas Brisa germinou, em 2016, em território frutífero. Sustentada por pilares envoltos ao consumo consciente, a marca imerge suas peças em molde minimalista, sustentável, atemporal e feitas com matéria-prima nacional em produção local.  2019-11-11 - Tags: fapa fibra folhas raizes tingimento natural universidades

Denim Première Vision retorna a Londres com inovações para brim contemporâneo
Seguindo o sucesso de sua primeira edição na capital do Reino Unido, em dezembro passado, e após a festejada edição de Milão, em maio desse ano, o Salão Denim Première Vision voltará a Londres, em 3 e 4 de dezembro, para apresentar as tendências de moda primavera/verão 2021.  2019-11-08 - Tags: denim premium advance denim berto calik denim kilim naveena

Riachuelo passa a comercializar peças da marca Levi's®
A partir de novembro, os modelos mais icônicos e contemporâneos da Levi's® também estarão à venda na Riachuelo. A parceria partiu do desejo da rede varejista de moda em ampliar a colaboração com novas marcas de relevância no mercado brasileiro.  2019-11-07 - Tags: riachuelo rui araujo silva levis levi strauss roupa america latina

Instituto Lojas Renner capacita refugiadas venezuelanas em Roraima
O Instituto Lojas Renner, braço social da maior varejista de moda do Brasil, levou a Roraima seu projeto de capacitação de mulheres refugiadas. Formada por 20 venezuelanas, a turma da cidade de Boa Vista conclui nesta quarta-feira, 6, a capacitação na modalidade de Atendimento e Vendas para o Varejo, que durou quatro semanas e teve carga horária de 80 horas/aula.  2019-11-07 - Tags: renner lojas refugiadas mulher intituto onu pacto global empoderamento

Malwee convida consumidores para uma grande corrente de #AtitudesdoBem
Com a assinatura ‘Bonito não é o que a gente veste, bonito é o que a gente faz’, a marca Malwee lança a campanha ‘#AtitudesdoBem 2019’. A proposta é fazer o consumidor protagonista de uma grande corrente do bem.  2019-11-06 - Tags: malwee grupo malwee movimento arredondar ong abraci

Wacom patrocina concurso de estúdio criativo argentino Jopo
A Wacom , em parceria com a Tyvek e com a Rewilding CLT Foundation (The Conservation Land Trust of Argentina) está patrocinando o terceiro concurso da Jopo, estúdio criativo de Buenos Aires, Argentina, dedicado a divulgar o trabalho de artistas e ilustradores por meio de artigos de moda.  2019-11-06 - Tags: concurso design animais extinçao premios cintiq 22

Finalistas do Concurso Juta - Fibra Sustentável na Moda
A Castanhal Companhia Têxtil, maior fabricante de fios e telas de fibra de juta das Américas, está promovendo, em parceira com o Senai Cetiqt, o Concurso Juta – Fibra Sustentável na Moda e as sete duplas selecionadas estão finalizando dois looks comerciais completos de vestuário com acessórios.  2019-11-04 - Tags: juta concurso finalistas fibra sustentavel moda senai cetiqt

Fashion Resort apresenta marcas e artistas brasileiros ao mercado internacional
No mês de outubro, o paradisíaco Sul da Bahia recebe a primeira edição do Fashion Resort, evento idealizado pela diretora criativa da Dreamakers, Carla Wolff. O projeto Made in Brazil tem o propósito de gerar visibilidade de marcas e artistas brasileiros para o cenário internacional da moda e do design, com a modelo Carol Ribeiro e o estilista Dudu Bertholini compondo o time de embaixadores.  2019-10-29 - Tags: vogue eyewear xavier neto carol ribeiro dudu betholini fashion talk dreamakers

Nova marca brasileira plus size destaca o sentimento das consumidoras
O mercado têxtil está em constante evolução, mas uma parcela da população ainda não se sente totalmente acolhida quando o assunto é comprar roupas. Esse é o público plus size feminino que, conforme relato de muitas mulheres, tem dificuldade de encontrar nas lojas peças modernas e estilosas para tamanhos grandes.  2019-10-22 - Tags: grupo elian plus size mulher lojas maelle

Cedro: das passarelas ao salão de negócios do Minas Trend Preview
A fabricante mineira de denins e sarjas, Cedro Têxtil, nunca esteve tão presente em uma das semanas de moda mais relevantes do Brasil, considerada o maior salão de negócios de moda da América Latina.  2019-10-21 - Tags: cedro textil jeanswear minas trend eduardo paixão senai modatec

Milano Unica: as tendências primavera/verão 2021
GEN Z _ GEN FUTURE: CULTURE TRIBE 5.0 - A Geração Z, abreviação de “Generazione Z”, é o nome que antropólogos, sociólogos e psicólogos deram aos pós-Millenials, composta por indivíduos nascidos desde 1997 até os atuais adolescentes.  2019-10-18 - Tags: milano unica gen future geraçao z tecnologia 5.0 tropical rave in mexico city indian chill out in la british clubbing in papua

Instituto Tomie Ohtake apresenta ‘Vestindo o tempo – 70 anos de moda italiana’
A exposição Vestindo o Tempo – 70 Anos de Moda Italiana percorre as rotas que levaram a produção da Itália a ganhar identidade e notoriedade internacional. As 45 peças selecionadas pertencem aos colecionadores Enrico Quinto e Paolo Tinarelli, detentores de um arquivo com seis mil itens, entre vestimentas e acessórios, atualmente fonte de inspiração para numerosas casas de moda.  2019-10-18 - Tags: joao braga giovanni battista giorgini moda italiana 70 anos

Arezzo lança podcast em parceria com Instituto Dona de Si
Dando continuidade a parceria com o instituto Dona da Si, idealizado pela atriz e empreendedora social Suzi Pires, a Arezzo anuncia o lançamento da sua primeira série de podcast. Reforçando o conceito #ArezzoJuntas, a marca e o instituto unem idéias e ideais que objetivam reforçar os laços femininos de troca, afeto e crescimento.  2019-10-14 - Tags: arezzo podcast instituto dona de si susi pires parceria

Hering apresenta campanha de Alto Verão “Juntinhos”, com IZA
A Hering, uma das marcas mais amadas do Brasil, apresentou sua nova campanha, “Juntinhos com IZA”, no dia 1 de outubro. A campanha possui três fases e é focada em memórias de um verão – mostradas em photoboth, nas escolhas da Iza – com curadoria de produtos e nas festas de Natal.  2019-10-14 - Tags: iza hering roupas colecao verao 2020

Levi's® Kids retorna para ficar de vez
A Primavera/Verão, estação mais colorida do ano, finalmente chegou. Isso significa brincadeiras ao ar livre e passeios com os amigos da escola nos finais de semana. E para aproveitar a temporada, a partir do dia 10 de outubro a Levi's® Kids, linha infantojuvenil da marca, volta de vez ao Brasil.  2019-10-11 - Tags: levis kids infantojuvenil primavera verao batwing

Senai Cetiqt oferece pós-graduação em Design de Estampa
Com previsão de crescimento de 34% em 2019 (dados do InfoTrends), o mercado global de impressão digital têxtil é uma das especializações que mais crescem no setor têxtil, estando presente em diferentes tipos de produtos, de moda (roupas, acessórios e sapatos) à decoração e têxteis-lar.  2019-10-10 - Tags: infotrends senai cetiqt impressao digital textil artes plasticas

Pensando sobre o Brasil em um mercado sem tarifas
Ainda que insuficiente para alavancar a economia, o PIB brasileiro cresceu 0,4% no segundo trimestre de 2019. Por outro lado, as exportações para a Argentina (maior mercado dos têxteis brasileiros) desabaram, com queda de quase 40%, devido à grave crise cambial no país vizinho. Estes indicadores nos servem de farol para o grande desafio que teremos no futuro, com a desgravação tarifária entre Mercosul e União Europeia.  2019-10-08 - Tags: ponto de vista editorial textilia 113 maria jose de carvalho

O que o RH tem a ver com vendas?
Ao lermos o título deste texto, já pensamos que ele vai abordar a transformação digital na área de Recursos Humanos, que revela a necessidade de contar com profissionais atualizados em relação às novidades e tecnologias, pois elas viabilizam as melhores práticas de gestão. Claro que essa transformação é importante e mantém a empresa sempre competitiva por meio da otimização de processos, mas esta não é a abordagem aqui.  2019-10-08 - Tags: ponto de vista rh gestao de pessoa carol manciola

50 Anos de Internet e o mundo se comunica cada vez menos
Neste ano de 2019, a internet fará 50 anos. Nascida no berço da guerra, essa ferramenta de comunicação prometia revolucionar o mundo. Muitos cientistas se entusiasmaram com tal ideia e começaram a propagar as maravilhas da internet. Mas não somente parte da Ciência fez isso, o mundo inteiro comprou a ideia da internet.  2019-10-08 - Tags: internet 50 anos ponto de vista tecnologia redes sociais