Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Varejo discute perspectivas com a reabertura dos shoppings centers

A prefeitura de Campinas oficializou a reabertura do comércio e outras atividades, a partir de segunda-feira, dia 08 de junho. Assim como a cidade paulista, vários outros municípios brasileiros já começaram a permitir o funcionamento de lojas e shopping centers, que deverão seguir critérios pré-estabelecidos pelos governos locais, tais como disponibilizar álcool em gel 70% para funcionários e clientes, monitorar e controlar o fluxo nos estabelecimentos, adotar o uso de máscaras, entre outros protocolos. É uma notícia alentadora para milhares de lojistas de vestuário em todo o país, que vêm acumulando prejuízos por conta da paralisação de mais de 70 dias, causada pela pandemia de covid-19.

As perspectivas do varejo de vestuário, após a abertura das lojas, foi o tema da videoconferência realizada no dia 4 de maio pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), Fernando Pimentel, que contou com Glauco Humai, presidente da Abrasce – Associação brasileira de Shoppings Centers; Edmundo Lima, presidente executivo da Abvetex e Gabriel Zandomênico, CEO da Oficina Reserva, especializada em moda masculina. Embora aliviados com a flexibilização, os executivos se mostraram cautelosos quanto ao crescimento imediato das vendas nas próximas semanas, até porque o funcionamento terá horário reduzido e a circulação de pessoas em praças de alimentação, salas de cinemas, teatros, e outras atrações oferecidas pelos shoppings – que aumentam o movimento de público – continua vetada, devido à quarentena que está vigorado oficialmente no país.

Impulso na engrenagem

Fernando Pimentel, presidente da Abit, disse que a pandemia já provocou enorme perda de vidas e que a paralisação – iniciada no país entre 18 e 20 de março, trouxe destruição de negócios e empregos. Porém, reconheceu que as medidas restritivas foram necessárias para conter o alastramento da doença. “Estamos vivemos uma situação dramática de saúde, social e econômica. Todavia, diversas cidades brasileiras começaram a flexibilizar as atividades comerciais, e mais recentemente, o estado de São Paulo bem como a capital paulista iniciaram esse movimento. São Paulo representa algo em torno de 25% do consumo de confeccionados no País. O Brasil tem cerca de 150 mil pontos de venda de vestuário e confeccionados (artigos de cama, mesa, banho, cortinas, etc.), dos quais 34 mil estão localizados no estado de São Paulo e cerca de 10 mil, na cidade de São Paulo. Na medida que esse comércio volta, começa-se a puxar a engrenagem da produção para chegar até à distribuição”, diz o dirigente. Segundo dados do setor, o varejo de vestuário no Brasil movimenta por ano cerca de R$ 177 bilhões.

Temperatura dos shoppings 

Glauco Humai, presidente da Abrasce, associação que representa 577 shoppings no país, ou seja, os empreendimentos que alugam espaços para milhares de lojistas, disse que o setor foi o mais afetado durante a pandemia, cujas perdas já passam de R$ 35 bilhões. “Foi muito traumático o fechamento dos 577 shoppings do Brasil simultaneamente. Foi como parar um transatlântico em movimento de forma abrupta. Isso nos fez repensar nossos processos e atividades”. O executivo reconheceu que o período de fechamento foi importante para preservar a saúde, e o setor aproveitou esse tempo para avaliar como seria a estratégia de abertura. “Já estamos com 75 dias de paralisação e praticamente 60% dos shoppings estão fechados no Brasil, enquanto a média na Europa (onde a covid-19 também se alastrou) o fechamento ficou em torno de 40 a 50 dias”. Humai conta que a Abrasce buscou elaborar um protocolo baseado em ações que foram feitas na Europa, Ásia, EUA e especialmente na Alemanha, que é referência em segurança sanitária. “Contratamos profissionais de saúde e desenvolvemos junto com o Hospital Sírio Libanês um protocolo de operação para que pudéssemos retomar com segurança as nossas atividades. Além disso, fizemos grandes investimentos para o fluxo de caixa dos lojistas que ultrapassam R$ 3 bilhões em isenção de aluguel, adiamento do pagamento de taxas e absorção de despesas e de custos, a fim de que as lojas fossem menos impactadas”. Segundo Humai, hoje estão abertos 248 shoppings em 111 das 222 cidades brasileiras que possuem estes estabelecimentos. Falando especificamente de São Paulo, epicentro da doença, com maior número de vítimas fatais e onde as medidas de restrição são mais severas, o presidente da Abrasce explicou que o movimento de reabertura começou a partir do dia 1 de junho. “No estado de São Paulo, dos 182 shoppings existentes, 62 já estão abertos em 34 cidades”.

Em Campinas, por exemplo, segunda maior região metropolitana do estado de São Paulo, o protocolo determinou que os shoppings centers poderão funcionar das 16h às 20h, com 20% da capacidade, não incluindo praças de alimentação, cinemas, teatros, academias, salões de beleza e serviços de valet.

Desafio do varejo

Edmundo Lima, presidente executivo da Abvetex, que representa o varejo de grande superfície, um conjunto de 9 mil pontos de venda que responde pela distribuição de 20% a 22% do vestuário no Brasil, disse que 100% das redes varejistas, que empregam aproximadamente 430 mil pessoas, estão fechadas. A operação administrativa está sendo realizada em home-office, enquanto parte das vendas são feitas por meio das redes sociais e sites das próprias marcas. Algumas lojas também implantaram o sistema drive thru para atender os clientes sem a necessidade de que eles saiam do carro.  Na opinião de Edumundo Lima, o consumidor está assustado com a pandemia e procurando manter o isolamento social. Por isso, nesse momento, a preocupação dos lojistas deve ser com a segurança e a saúde dos colaboradores e dos clientes que por ventura venham às lojas. “Não há dúvida de que viveremos uma nova realidade econômica, com drástica redução da renda e do emprego. Nesse gradual movimento de reabertura, vejo que o momento é de cautela, pois o consumidor está amedrontado e com mais consciência sobre seus gastos”.

Tanto Glauco Humai quanto Edmundo Lima observam que nas lojas já abertas, o fluxo de pessoas, devido aos protocolos de higienização e segurança – que incluem veto aos provadores de roupas – está reduzido e as vendas, dependendo da região do Brasil, estão entre 35% e 40% do volume normal. Na região Sul, onde a flexibilização começou primeiro – ainda no mês de maio, o fluxo foi positivo, chegando o movimento das vendas a 60%. “Nesse momento, o objetivo do lojista de shopping é resgatar a confiança do consumidor e não fazer ações que estimulem aglomerações dentro das lojas”, recomenda Humai. Já Edmundo Lima diz que o comércio de rua está tendo um fluxo maior de compradores do que no shopping, mas o volume de vendas tem sido abaixo das expectativas, o que demonstra que a retomada do consumo vai ser lenta e gradual.

Omnichannel fortalecido

Gabriel Zandomênico, CEO da Oficina Reserva, cuja marca de moda masculina opera tanto em loja de shopping, loja de rua e também e-commerce, disse que é um momento difícil para fazer projeções, pois a pandemia não acabou e o Brasil ainda vive o pico da doença. Além das ações sociais e motivadores que a Reserva fez, como a doação de máscaras de proteção, Gabriel disse que a marca tem tido boas respostas durante a paralisação, graças à sua plataforma on-line. “Há algum tempo adotamos o modelo Omnichannel, integrando nossas lojas físicas com o e-commerce, e isso nos deu agilidade para atender nossos consumidores. Muitos dos nossos clientes migraram para as compras on-line durante a quarentena, motivados por ações que lançamos, sempre voltadas ao consumo consciente e sustentável. Agora, com a possibilidade de abertura das lojas físicas, vamos investir na comunicação e divulgação dos protocolos de segurança dentro dos nossos estabelecimentos”.

Datas comemorativas como Dia dos Namorados (12 de junho), Dia dos Pais (9 de agosto) e Semana Brasil (Black Friday Verde-Amarela, em setembro), estão no radar dos lojistas que também esperam impulsionar as vendas das roupas de inverno neste período. “Vamos fazer de tudo para apoiar a retomada responsável dos negócios e atender bem nossos consumidores”, finaliza Glauco Humai.

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Por: Marcia Mariano
Fotos: Divulgação

Data de publicação: 08/06/2020

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Quarentena impulsiona varejo digital no primeiro semestre
A chegada do novo coronavírus trouxe crescimento recorde para o e-commerce brasileiro, de acordo com relatório apresentado pela Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce. No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 132,6 milhões de compras online, aumento nominal de 73,4% em relação ao mesmo período de 2019.  2020-08-04 - Tags: coronavirus ecommerce compras online ambiente digital neotrust andre dias

Profissionalização acelerada pela pandemia é realidade no Brás
O bairro que há mais de 200 anos é sinônimo de venda no atacado e boas compras no varejo, com mais de 5000 pontos comerciais, sendo responsável pela movimentação de aproximadamente 14 bilhões de reais por ano na comercialização de roupas ainda não tinha grande afinidade com a modernização tecnológica.  2020-08-04 - Tags: bras modernizacao tecnologica marketplaces tecnologia whatsapp sistemas modernizacao

Serasa Experian revela que quase 200 mil empresas foram criadas em abril
O Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian revela que, em abril deste ano, 194.882 novas empresas foram criadas no Brasil. Destas, 84,7% fazem parte da categoria de microempreendedores individuais (MEIs), maior resultado desde fevereiro de 2019. Ainda segundo o levantamento, o setor de Serviços continua representando a maior parte das empresas recém criadas, com 68,9%.  2020-07-31 - Tags: indicador de nascimento de empresas da serasa experian serasa experian meis comercio servicos

Com todas as medidas de segurança implantadas Mega Moda reabre suas portas
O Mega Moda, localizado em um dos maiores polos de moda do Brasil, na Região da 44 em Goiânia, reabriu suas portas para os clientes no dia 14 de julho, respeitando as novas determinações do Governo estadual e municipal. Para essa nova fase, complexo formado pelo Mega Moda Shopping e o Mega Moda Park funcionarão das 9h às 17h, seguindo à risca todos os protocolos de segurança para preservar a saúde de colaboradores, clientes e lojistas, e a capacidade de ocupação definida pelo decreto.  2020-07-20 - Tags: mega moda goiania mega moda park coronavirus pandemia precaucao mega moda shopping meha moda park

Pesquisa da Abvtex identifica dificuldade de acesso ao crédito pela cadeia produtiva
Desde o início da pandemia no País, a Abvtex (Associação Brasileira do Varejo Têxtil), entidade que reúne mais de 100 das principais marcas do varejo de moda brasileiro, tem concentrado esforços em identificar as demandas junto à cadeia produtiva de seus associados, participantes do Programa Abvtex, com o objetivo de levar ao governo propostas que visam à redução dos impactos econômicos e sociais neste setor.  2020-07-20 - Tags: varejo de moda brasileiro programa abvtex pronampe micro empresas linha de credito

Pandemia muda hábito de consumo no mercado de luxo
Em pesquisa inédita com consumidores de produtos de luxo no Brasil, a Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado e consumo, levantou dados que mostram a mudança de hábito desse público. 27% dos compradores dizem que ainda querem manter a rotina de comprar fisicamente nas lojas, porém precisam sentir que estão seguros.  2020-07-17 - Tags: mercado de luxo produtos de luxo consumidores monitoramento de mercado e consumo mudanca de habito semanas de moda pandemia ligia mello

Desemprego e falta de crédito preocupam setor têxtil e confecções
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, retirou da pauta de votação a MP 927/2020, que flexibilizava as leis trabalhistas durante o período da pandemia. O texto, segundo a Agência Senado, irá caducar, já que o prazo de vigência da Medida Provisória, editada pelo Governo Federal em março e aprovada pela Câmara em junho, expira no próximo dia 19 de julho.  2020-07-17 - Tags: leis trabalhistas pandemia medida provisoria governo federal acordos coletivos fgts inss folhas de pagamento seguro desemprego

Linhas de crédito para os pequenos negócios já passam de 170 nas instituições financeiras
Subiu para 177 o total de linhas de crédito identificadas pelo Sebrae e voltadas especificamente para beneficiar os pequenos negócios em meio à crise causada pelo novo coronavírus. É o que aponta o 13º levantamento feito pela instituição que, desde março, vem observando as ofertas de empréstimos para o segmento, por meio de informações e ações das corporações financeiras em todo o país.  2020-07-03 - Tags: sebrae linhas de credito instituicao financeira fintechs

Inspiramais realizará edição totalmente online em agosto
Um evento 100% digital, que visa proporcionar aos expositores e visitantes, a experiência de um ambiente real, onde a interação entre pessoas e produtos será possível por meio de ferramentas tecnológicas. Assim foi definida a próxima edição do Inspiramais, maior Salão de Design e Inovação de Materiais da América Latina, que acontecerá entre os dias 25 a 27 de agosto próximo.  2020-06-30 - Tags: inspiramais digital walter rodrigues rafael weber ilse guimaraes fernando pimental tecnologia editech

Tecnologia pode ajudar o consumo em tempos de isolamento social
O isolamento social, por conta da pandemia de covid-19, acelerou o uso das ferramentas digitais por parte das empresas. E isso se deu principalmente pela necessidade dos consumidores que, com o fechamento das lojas físicas, tiveram que fazer compras pela internet.  2020-06-29 - Tags: tecnologia pandemia consumo ferramentas digitais isolamento social ecommerce internet

Bordados de Caicó conquistam selo de Indicação Geográfica
Toda vez que a bordadeira Iracema Nogueira Batista vender uma de suas peças confeccionadas cuidadosamente na máquina, fio a fio, o cliente de qualquer parte do país agora terá a certeza de que o trabalho foi de fato produzido numa das regiões mais ricas culturalmente do Rio Grande do Norte.  2020-06-26 - Tags: rio grande do norte instituto nacional de propriedade industrial caico bordado serido otiguar bordadeiras sebrae

Sebrae Day discute oportunidades de negócios brasileiros na Colômbia
As oportunidades de negócios brasileiros na Colômbia foram o tema do Sebrae Day, encontrou virtual realizado no dia 15 de junho, em parceria com o Inovabra Habitat, espaço de coinovação do Bradesco. A live contou com a participação de Gabriel Walmory e Marco Franke, sócios da Broggini Partners, consultoria referência em internacionalização de negócios, que possui seis escritórios em diferentes países, sendo o maior deles atualmente em Bogotá, capital da Colômbia.  2020-06-24 - Tags: sebrae day colombia marco franke gabriel walmory bogota sebrae oportunidades negocios webinar internacionalizacao

Pequenos negócios têm crédito facilitado com Programa Cadeias Produtivas
As micro e pequenas empresas que fazem parte da cadeia produtiva de grandes setores da economia terão acesso a crédito facilitado pelo Programa Crédito Cadeias Produtivas do BNDES. A iniciativa faz parte de uma estratégia de atuação do Sebrae, alinhada ao Governo Federal por meio do Ministério da Economia, para fazer com que o crédito chegue aos pequenos negócios com melhores condições de juros e prazos de carência e pagamento.  2020-06-22 - Tags: programa credito cadeias produtivas bndes cesar rissete agencia sebrae de noticias ministerio da economia

Exportações de calçados recuaram 66% em maio
Os efeitos da pandemia do novo coronavírus seguem impactando os resultados das exportações brasileiras de calçados. Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) apontam que, em maio, foram embarcados 2,7 milhões de pares, que geraram US$ 23,9 milhões, quedas tanto em volume (-64,7%) quanto em receita (-66%) em relação ao mês correspondente de 2019.  2020-06-16 - Tags: exportacoes pandemia coronavirus abicalcados queda calcados haroldo ferreira

Sebrae apresenta protocolos de orientação para retomada das atividades
O Sebrae vai orientar as micro e pequenas empresas na retomada das atividades no país com a disponibilização de um conjunto de protocolos com orientações práticas e relevantes, alinhadas com as recomendações das autoridades de saúde. A ideia é fornecer aos empresários suporte com conteúdos em diversos formatos, como cartilhas, vídeos, áudios, entre outros materiais, para ajudar na adaptação dos negócios assim que forem liberados gradualmente para o funcionamento.  2020-06-15 - Tags: sebrae retomada das atividades protocolos orientacoes recomendacos segmentos setoriais portal sebrae

Varejo discute perspectivas com a reabertura dos shoppings centers
A prefeitura de Campinas oficializou a reabertura do comércio e outras atividades, a partir de segunda-feira, dia 08 de junho. Assim como a cidade paulista, vários outros municípios brasileiros já começaram a permitir o funcionamento de lojas e shopping centers, que deverão seguir critérios pré-estabelecidos pelos governos locais.  2020-06-08 - Tags: varejo reabertura shopping center retomada pandemia covid 19 vestuario abit

Indústria calçadista registra 35 mil demissões durante a pandemia
A indústria calçadista brasileira, desde o agravamento da pandemia do novo coronavírus, já perdeu mais de 35 mil postos de trabalho, o que corresponde a 13% da força de trabalho do setor (de 269 mil postos registrados em dezembro de 2019). A triste estatística está em levantamento realizado semanalmente pela Abicalçados com empresas e sindicatos industriais dos principais polos calçadistas do País.  2020-06-05 - Tags: abicalcados industria calcadista exportacao desemprego pandemia covid19 demissoes varejo mercado calcados

Indústria da moda se prepara para retomada e jeanswear pode ser o carro-chefe
Pesquisa realizada pelo IEMI Inteligência de Mercado sobre comportamento do consumidor nas próximas semanas, indicam que 67% não pretendem comparar nada, independente da crise gerada pela pandemia de covid-19. Porém, 14% responderam que sim, vão continuar comprando artigos de moda; 13% apontaram roupas e calçados e 6% apenas calçados (tênis em grande maioria).  2020-06-03 - Tags: iemi marcelo prado sueli pereira santista jeanswear newton coelho jeanswear denim moda varejo de moda ecommerce projecoes 2020 consumo

Abest elabora protocolo para a retomada do varejo de moda na cidade de São Paulo
Diante da crise mundial causada pelo covid-19, a Associação Brasileira de Estilistas preparou uma proposta de protocolo para orientação e adaptação das marcas de moda no período de retomada das atividades e circulação social. O protocolo foi enviado à Prefeitura de São Paulo que irá analisar a proposta juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho e Secretaria da Saúde.  2020-06-02 - Tags: abest covid 19 pandemia varejo de moda orientacao retomada das atividades circulacao social protocolo prefeitura de sao paulo

Mercado global de luxo deve cair entre 20% e 35% em 2020
Diante do colapso global causado pelos lockdowns e pela paralisação do turismo em todos os principais mercados, a indústria do luxo enfrenta um desafio sem paralelo na história. Depois de cair em cerca de 25% no primeiro trimestre de 2020, a desaceleração deve aumentar no segundo trimestre e pode levar a uma contração estimada entre 20% a 35% ao longo do ano.  2020-06-01 - Tags: mercado luxo asia bain & company covid 19 pandemia mercado lockdowns luxo online ecommerce