Language
home » moda & varejo » moda vestuário » mercado

Mercado

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Internautas buscam informações on-line antes de ir às lojas

Quando se trata de eletrodomésticos, celulares e smartphones e eletrônicos, 97% dos internautas brasileiros buscam informações na internet antes de comprar em lojas físicas, enquanto 84% fazem o caminho inverso, pesquisando em lojas físicas antes de comprar na internet. Neste grupo está a categoria vestuário, com 34%, demonstrando que quando se trata de roupas, as pessoas ainda preferem experimentar o produto antes de compra-lo. A pesquisa, realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), constatou também que metade das compras on-line por impulso é motivada por ofertas e promoções.

Os eletrodomésticos lideram o ranking, tanto entre os que preferem pesquisar primeiro na internet para depois ir à loja física (59%), quanto os que vão à loja conferir o produto primeiro (43%). Os smartphones e eletrônicos ocupam a segunda e terceira posições (57%) e (50%) no grupo dos consumidores que buscam informações na internet antes de comprar; enquanto na categoria dos que preferem experimentar, os smartphones ultrapassam o vestuário com 41%, ficando os eletrônicos com 34%. 

A liderança destes produtos pode ser explicada pela opinião dos consumidores quanto à experiência de compra: metade deles (51%) acredita que as lojas físicas oferecem melhor demonstração do produto. Outras categorias em que as lojas físicas levaram a melhor foram a facilidade para negociação de preços (56%) e para trocas (62%). Por outro lado, os sites e aplicativos de lojas conquistaram o coração dos compradores em 13 das 15 categorias apresentadas, sobretudo por oferecer melhores preços (74%), maior flexibilidade nos horários de compra (72%) e maior comodidade (69%).

Aplicativos sobem e sites descem

Os sites de lojas registram queda na preferência do consumidor, enquanto isso aumentam as aquisições por meio de aplicativos. Segundo a pesquisa, a popularização dos dispositivos móveis no Brasil pode explicar o movimento de transição dos canais de compra no gosto dos brasileiros: seis em cada dez (61%) internautas entrevistados compraram por meio de aplicativos de lojas nos 12 meses anteriores à pesquisa – um aumento de 10 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Ao mesmo tempo, os sites de lojas – mantidos na rede - registraram queda de quatro pontos percentuais, mantendo a preferência de 89% dos consumidores, seguidos das lojas de rua, com 48%.

Com os smartphones ganhando cada vez mais espaço na vida dos brasileiros, o levantamento mostra que aplicativos de redes sociais como WhatsApp e Instagram foram utilizados por 18% e 14% do total de consumidores que fizeram aquisições pela internet no último ano, respectivamente. “Ampliar e integrar os múltiplos canais de venda e relacionamento não é apenas um meio de aumentar o faturamento. Os benefícios vão muito além disso. Trata-se de entender que os conceitos de on-line e off-line já se integraram para poder melhor atender às expectativas do consumidor conectado. Essa forma de atuar é que vai gerar aumento de vendas e mais fidelização daqui em diante”, argumenta o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.
De fato, a maioria dos consumidores aprecia quando suas preferências são consideradas pelas lojas: 66% gostam quando as empresas personalizam as ofertas de produtos e serviços, levando em consideração seus hábitos e interesses; já 64% esperam que os varejistas tenham informações atualizadas sobre como gostam de interagir com eles em todos os canais enquanto 62% preferem receber sugestões de ofertas ao abrir sites ou redes sociais.

Compra por impulso

A customização da oferta, tida por muitos como a chave do bom negócio, no entanto, esconde um perigo para muitos brasileiros, que é a compra por impulso, especialmente quando se trata de aquisições on-line, em que as transações acontecem sem que o consumidor se dê conta. O levantamento mostra que os motivos que mais levaram os brasileiros a comprar por impulso foram promoções e preços baixos (56%), ficar navegando nos sites das lojas (36%) e receber ofertas de produtos e lançamentos (22%). Considerando que 43% nem sempre realizam o planejamento das suas compras on-line e outros 10% admitiram nunca fazer esse planejamento, aumentam também as chances de se comprometerem com uma dívida que não podem pagar. “Saber diferenciar desejo e necessidade é fundamental para resistir às compras impulsivas. Com a customização crescente das ofertas enviadas para os internautas, a situação fica ainda mais favorável para compras sem pensar”, alerta o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

Neste ranking, moda e vestuário lideram a lista de produtos  e serviços mais comprados por impulso, com 35% das respostas – percentual que aumenta para 44% entre as mulheres. A ala feminina também lidera a compra de cosméticos, perfumes e produtos de beleza, com 41%, frente aos 26% que adquirem, sem planejar, itens dessa categoria. Os homens, por sua vez, realizam mais compras não planejadas de eletrônicos e artigos de informática do que as mulheres; somando 33%. Itens para casa (23%) e delivery de bebidas e comidas (21%) também figuram na lista masculina.

A pesquisa também constatou que  a maioria dos vendedores não consegue cobrir preços oferecidos pelas lojas virtuais. É justamente nesse ponto que reside a maior discrepância entre os dois meios de compra. Segundo os entrevistados, 62% dos vendedores de loja física não são capazes de cobrir a oferta das lojas online, sendo que 37% tentaram oferecer outros benefícios e 25% não mudaram a oferta de jeito nenhum. Ainda assim, 23%  dos vendedores cobriram a oferta, sendo que 13% ofereceram o mesmo desconto (um aumento de cinco pontos percentuais em relação ao ano anterior) e 9% um desconto ainda maior. “Do ponto de vista do consumidor, é muito difícil entender as razões de um mesmo produto, de um mesmo varejista, estar à venda no site por um valor mais barato que na loja física. É claro que os custos dos espaços físicos são muito maiores para os lojistas, mas tudo indica que será necessário investir cada vez mais na integração e equiparar os preços para garantir a competividade em qualquer segmento”, finaliza o presidente da CNDL, José César da Costa.
A pesquisa ouviu 904 consumidores em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas que compraram pela internet nos últimos 12 meses. Em seguida, continuaram a responder o questionário 800 consumidores que fizeram alguma compra ao longo deste período. A margem de erro é de 3,3 p.p no primeiro caso e 3,5 p.p no segundo, para um intervalo de confiança a 95%. Baixe a íntegra da pesquisa em https://www.spcbrasil.org.br/pesquisas

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Fonte: SPC Brasil e CNDL
Edição: Marcia Mariano

Data de publicação: 26/07/2019

Conteúdo relacionado


Varejistas defendem moda com responsabilidade social e ambiental no Latam 2019
Durante o Latam Retail Show 2019, maior evento dedicado ao varejo da América Latina, realizado de 27 a 29 de agosto no Expor Center Norte, em São Paulo, a Abvtex (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) debateu a responsabilidade social e ambiental na moda com dois grandes varejistas do setor, Pernambucanas e Riachuelo.  2019-09-06 - Tags: acordo mercosul uniao europeia programa abvtex edmundo lima projeto smart marcella kanner abvtex ariel claudio tolchinsky pernambucanas latam retail show 2019

Dafiti passa a ter Gap em seu portfólio
Líder em e-commerce de moda na América Latina, a Dafiti acaba de introduzir em seu portfólio a icônica marca norte-americana Gap, que está completando 50 anos de lançamento. Tudo começou em São Francisco, na Califórnia, em 1969 quando Don e Doris Fisher abriram sua primeira loja da Gap na Ocean Avenue.  2019-08-29 - Tags: dafiti gap ocean avenue moda malte huffmann dafiti group

Vicunha Têxtil discute gestão hídrica em painel de sustentabilidade
A gigante têxtil participa de sala temática do Congresso Brasileiro de Algodão (CBA), que acontece durante a 12ª edição do Congresso do Algodão Brasileiro em Goiânia, de 27 a 29 de agosto, junto à Associação Brasileira dos Produtores de Algodão e o Movimento Ecoera.  2019-08-27 - Tags: vicunha textil sustentabilidade pegada hidrica marcio portocarrero chiara gadaleta

Mesmo tímido inverno aquece as vendas no varejo
O movimento de vendas do varejo da capital paulista cresceu em média 1,3% na primeira quinzena de agosto frente ao mesmo período de 2018. O dado é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo. “A leve alta das vendas a prazo ocorreu em razão da variação climática, que levou consumidores a comprarem itens específicos de inverno", comenta Marcel Solimeo, da ACSP.  2019-08-20 - Tags: varejo inverno vendas acsp scpc marcel solimeo iemi abvtex

Lojas Renner promove capacitação em oficinas têxteis
A Lojas Renner, maior varejista de moda do Brasil, iniciou em 2019 um novo ciclo da parceria com alguns de seus fornecedores e o Sebrae, que oferece capacitação e consultoria em oficinas têxteis contratadas por estes fornecedores.  2019-08-14 - Tags: renner oficina textil varejista sebrae clarice martins costa sustentabilidade

Internautas buscam informações on-line antes de ir às lojas
Quando se trata de eletrodomésticos, celulares e smartphones e eletrônicos, 97% dos internautas brasileiros buscam informações na internet antes de comprar em lojas físicas, enquanto 84% fazem o caminho inverso, pesquisando em lojas físicas antes de comprar na internet.  2019-07-26 - Tags: eletrodosmeticos celulares smartphones eletronicos confederaçao nacional de dirigentes lojistas

MPT-GO firma acordo para contratação de alunos dos projetos de empregabilidade
O Ministério Público do Trabalho em Goiás (MPT-GO) assinou um termo de cooperação técnica com o Grupo Mega Moda, formado pelo Mega Moda Shopping, Mega Moda Park, Mini Moda, Clube de Costura, Praça da Moda e Mega Moda Hotel, para viabilizar a contratação dos alunos de projetos de empregabilidade do órgão.  2019-07-24 - Tags: ministerio publico do trabalho goias costurando poemas mega moda hotel praça da moda tiago ranieri

A indústria do vestuário e o desafio da sustentabilidade
Para alcançar o grande desafio da sustentabilidade, a indústria do vestuário deverá, cada vez mais, trabalhar de forma colaborativa e seus profissionais precisam estar preparados para interagir com todos os parceiros ao longo da cadeia de abastecimento, e até mesmo com seus concorrentes.  2019-07-12 - Tags: textil textile intelligence cultura fashion vestuario global apparel markets moda

Vendas de máquinas de costura crescem 30% em 2019
Impulsionadas principalmente pelo setor de artesanato, a indústria de máquinas de costura tem registrado um crescimento robusto nos últimos anos no Brasil, especialmente durante o período conhecido como “pós-crise”. Segundo a Andrade Máquinas, as vendas de máquinas domésticas já acumula alta de 30% no 1º semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018.  2019-07-08 - Tags: costura maquinas mercado costura industrial andrade maquinas profissionais textil

Lançamento do Relatório 2018 do Programa ABVTEX
A Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX) e as varejistas associadas que representam cerca de 90 marcas do varejo de moda nacionais e internacionais atuam fortemente na formalização do trabalho com o Programa ABVTEX, considerado o maior esforço setorial em prol da responsabilidade socioambiental, do compliance e na promoção do trabalho digno.  2019-07-01 - Tags: abvtex textil varejo moda nacional moda internacional programa abvtex

Varejo de interação: como proporcionar experiências para o consumidor?
Você sabia que as inovações tecnológicas podem refletir oportunidades positivas para a sua loja, fidelizar clientes e serem ótimas ações para encantar consumidores? Isso é possível graças às tecnologias como Omnichannel, RFID, Big Data, QR Code e inteligência artificial.  2019-06-28 - Tags: rfid big data qr code vitrine interativa fabio avellar varejo interacao mercado

Renner lidera ranking das varejistas de moda de maior reputação para o brasileiro
Em pesquisa realizada pela consultoria de marketing DOM Strategy Partners, a Renner foi eleita a empresa com negócios no segmento varejista de moda de melhor reputação entre todas as outras que produzem no Brasil. A marca conquistou 7,62 pontos e foi classificada como "forte" na mensuração de valores adotada pela consultoria.  2019-06-27 - Tags: dom strategy partners reputation index by dom strategy partners renner varejo ranking

Varejo de SP cresce 1,4% na 1ª quinzena de junho, diz ACSP
O movimento de vendas do varejo da capital paulista cresceu em média 1,4% na primeira quinzena de junho de 2019, frente ao mesmo período de 2018, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A média resulta das altas de 2% do sistema a prazo e de 0,8% do sistema à vista.  2019-06-19 - Tags: associacao comercial de sao paulo acsp marcel solimeo varejo mercado sao paulo

Escolaridade tem influência na formalização dos negócios no Brasil
O empreendedorismo no Brasil ainda é uma atividade profundamente marcada pela informalidade. Dados do IBGE apontam que dos 28,4 milhões de donos de negócio no país, cerca de 2/3 afirmam não possuir CNPJ. Estudo inédito do Sebrae, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE), mostra que essa informalidade é determinada por aspectos estruturais, em especial o nível de escolaridade.  2019-06-19 - Tags: empreendedorismo educacao informalidade escolaridade sebrae cnpj

Haco anuncia investimentos de mais de 20 milhões em fábricas de Santa Catarina
A Haco investirá mais de R$ 20 milhões nas fábricas em Santa Catarina. O investimento ampliará a capacidade da empresa em função do crescimento das vendas nos últimos anos. Uma parte do orçamento será para a aquisição de dezenas de novos teares para a produção de etiquetas tecidas de alta definição.  2019-06-07 - Tags: haco santa catarina parque fabril alberto conrad lowndes investimento jeanswear luciano mondini projeto rfid

Instituto C&A apoia primeiro fórum internacional de moda sustentável do país
Na semana do Meio Ambiente, o Instituto C&A estará presente no primeiro fórum internacional de moda sustentável do Brasil. O Rio Ethical Fashion (REF), idealizado pela estilista Yamê Reis, acontecerá entre os dias 6 e 8 de junho, no IED Rio e no Oi Casa Grande, ambos no Rio de Janeiro. O intuito do evento será debater, criar parcerias, inspirar e difundir os valores da sustentabilidade na moda brasileira.  2019-05-31 - Tags: agenda moda brasil c&a foundation rio ethical fashion meio ambiente yame reis fashion for good giuliana ortega

Famílias de baixa renda representam 49% do consumo de roupas e calçados esportivos no Brasil
Os consumidores brasileiros menos favorecidos, com rendimentos familiares mensais de até R$ 2.489, estão comprando cada vez mais calçados e roupas esportivas. Em 2016 eles representavam 42% das vendas, índice que saltou para 49% em 2018, como revela o monitoramento contínuo do The NPD Group (www.npd.com) com shoppers em todo o país.  2019-05-29 - Tags: baixa renda roupas esportivas npd group consumo mercador esportivo

Grupo Malwee seleciona startups para inserir varejo de rua no mundo digital
O Grupo Malwee lançou chamada no Edital de Inovação para a indústria a fim de selecionar projetos inovadores apresentados por startups. Serão escolhidas até cinco propostas que utilizem ferramentas destinadas a oferecer uma experiência de compra diferenciada e inovadora, como a inserção de lojistas multimarcas no mundo digital.  2019-05-28 - Tags: sebrae grupo malwee edital de inovacao institutos senai de tecnologia new retail illan sztejnman

Senai Cetiqt desenvolve ponto de vendas em realidade virtual
É fato que os consumidores estão, cada vez mais, preferindo as compras virtuais às físicas. Até 2021, segundo uma pesquisa do Google, 67,4 milhões de pessoas farão sua primeira compra pela Internet. E se ao invés de elas apenas escolherem peças estáticas em uma página de internet pudessem passear virtualmente por uma loja de verdade?  2019-05-24 - Tags: senai cetiqt ponto de experiencia de consumo angelica coelho ponto de vendas realidade virtual

Estudo do SIS/Sebrae analisa setor de confecção de Santa Catarina
O Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae realizou um estudo sobre o setor de confecções de Santa Catarina, apontando diretrizes que possibilitam um planejamento estratégico para a região até 2021. O segmento de vestuário é bastante representativo no estado, respondendo por 18,8% dos empreendimentos industriais e por 21,8% dos empregos na indústria.  2019-05-17 - Tags: sistema de inteligência setorial sebrae santa catarina vale do itajai fiesc comercio exterior