Language
home » eventos »

Texfair Home 2011

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Texfair Home se afirma como feira de moda lar

A primeira edição da Texfair Home 2011 – Feira Internacional de Produtos Têxteis para o Lar, realizada de 22 a 25 de fevereiro, em Blumenau (SC) foi considerada positiva pela maioria dos expositores que participaram do evento.  Lançada em 1999 como Texfair do Brasil, a feira, que no início abrigava fabricantes de artigos de cama, mesa, banho, malharia e confecções, acabou se especializando como principal plataforma de negócios para comercialização de têxteis lar da América Latina, devido à presença dos principais players deste segmento. Em 2010, o Sintex, promotor do evento, anunciou a segmentação da feira, lançando a Texfair Home que engloba também tecidos de decoração, cortinas e tapetes. “Além de resgatar e investir na genuína vocação da nossa região, que lidera a produção brasileira de têxteis para o lar, atendemos a uma antiga reivindicação de nossos expositores e compradores para os lançamentos de suas coleções, com um calendário mais adequado”, ressaltou Renato Valim, diretor do Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau (Sintex) entidade promotora da Texafir Home.  Apesar da aprovação dos expositores quanto à segmentação, a data da feira – em fevereiro – não agradou a todos. Por isso, já foi anunciado que a próxima edição acontecerá de 6 a 9 de março de 2012.
No ano passado, quando ainda contava com a presença dos expositores de vestuário, a Texfair teve a participação de 400 marcas e recebeu um total de 24.600 visitantes. Nesta primeira Texfair Home 2011, 300 marcas expuseram seus lançamentos para Outono Inverno, distribuídas em 26 mil m2 de área do Parque Vila Germânica que no primeiro dia do evento, sofreu críticas devido ao mal funcionamento do ar condicionado nos pavilhões, falha que foi corrigida pelos organizadores a partir do segundo dia da feira.

Momento oportuno
“Há 12 anos tivemos a ideia de fazer uma feira específica para o setor de têxteis lar, a exemplo de eventos internacionais especializados como a Heimtextil, que acontece uma vez por ano na Alemanha. Porém, a setorização só foi possível a partir do amadurecimento do mercado têxtil nacional e hoje constatamos que a decisão foi muito positiva”, comemorou o presidente do Sintex, Ulrich Kuhn. Segundo ele, o setor de têxtil lar cresceu muito no Brasil nos últimos anos, impulsionado pela moda e pelo varejo que tem se especializado, para atender a um consumidor cada vez mais exigente.  
Kuhn também lembrou que o câmbio desfavorável e a crescente concorrência no mercado internacional dos produtos asiáticos de baixo preço, fez com que as indústrias produtoras de cama, mesa e banho brasileiras adotassem novas estratégias de negócio para se manterem no mercado interno.
Apesar da satisfação com a feira, os dirigentes não deixaram de alertar para a problemática do algodão, que está atingindo a cadeia têxtil em nível mundial.
“Nunca o preço do algodão se elevou tanto quanto está ocorrendo agora no mercado internacional, e isso foi provocado por diversos fatores conjunturais. No mínimo de 20% e no máximo de 40% será o aumento do preço dos artigos têxteis repassado ao varejo, por conta da crise do algodão”, alertou o diretor superintendente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (Abit), Fernando Pimentel. Segundo ele, o Brasil tem uma grande oportunidade para aumentar sua área plantada, já que é o quinto produtor de algodão no mundo. “Houve uma quebra na safra mundial de 30% em 2010. Boa parte desta escassez foi causada pelas chuvas na Índia e no Paquistão que arrasaram com a cotonicultura local. Estes países decidiram restringir as exportações para atender à sua demanda têxtil. Isto gerou não só a falta do produto como também especulações no preço internacional da commodity”, destaca Pimentel, acrescentando que a situação no mercado nacional só não se agravou porque o país está importando – até maio de 2011 - dos Estados Unidos 250 mil toneladas de algodão com alíquota zero.  “Infelizmente, o país não tem estoques reguladores de matéria prima. A esperança é que a safra brasileira, a ser disponibilizada no início do primeiro semestre, é da ordem de 2 milhões de toneladas, ou seja, o dobro do ano passado, o que deverá dar uma equilibrada nos preços. Todavia, tão cedo teremos algodão barato como antes”, finalizou o dirigente.
Talvez por conta desta crise de matéria prima, tenha-se visto nos estandes das empresas muitos produtos com apelo ecológico como os feitos a partir de fibras de garrafas PET e fibras de algodão reciclado. Outra mudança também foi verificada no peso (gramatura) das toalhas de banho (99% deste produto é 100% algodão), que ficaram mais leves e, em alguns casos, foram compostas com fibras artificiais como viscose e liocel. Na próxima edição da ITT Press, traremos mais novidades da feira.

Saiba mais sobre a Texfair Home 2011 

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Fotos: Edson Pelence
Por: Marcia Mariano

Data de publicação: 28/02/2011

Galeria de fotos desta matéria

Conteúdo relacionado


Texfair Home se afirma como feira de moda lar
A primeira edição da Texfair Home 2011 – Feira Internacional de Produtos Têxteis para o Lar, foi considerada positiva pela maioria dos expositores que participaram do evento.  2011-02-28 - Tags: texfair home sintex

Crise do algodão pode trazer novas oportunidades para o Brasil
Ulrich Kuhn, presidente do Sintex, afirma que "Não vamos ter mais algodão barato mesmo com a safra recorde e mesmo com a regularização do fornecimento entraremos em um novo patamar de preços".  2011-02-24 - Tags: algodao sintex texfair ulrich kuhn

Abit traz compradores para Texfair Home 2011
Maior feira brasileira de têxteis para o lar acontece de 22 a 25 de fevereiro em Blumenau. Em parceria com a Apex-Brasil, a entidade coordenou a vinda de compradores do Panamá, França, Polônia e México. Apesar do esforço para aumentar as exportações, a balança do setor têxtil/confecção continua deficitária.  2011-02-18 - Tags: abit texfair

Beija-flor mostrará rendas na Texfair Home
A Beija Flor Tecidos de Rendas e Cortinas, com sede em Curitiba, no Paraná, estará participando da edição da Texfair Home, em Blumenau. Especializada na produção de decoração para cozinhas, quatros, copas, entre outros produtos, mostrará suas novidades para o público lojista que visitará a feira.  2011-02-08 - Tags: texturas

Setor de têxteis lar se prepara para Texfair Home
Maior feira brasileira especializada em têxteis para o lar acontece no Pavilhão de Exposições Vila Germânica, em Blumenau, Santa Catarina, de 22 a 25 de fevereiro. São aguardados mais de 20 mil compradores de todo o Brasil e exterior, que poderão conferir os lançamentos de 400 marcas de cama, mesa, banho, cortina, tapete e decoração.  2011-02-02 - Tags: atacadistas lojistas

400 marcas confirmadas para próxima Texfair Home
Empresas mostrarão produtos e tendências para cama, mesa, banho e decoração.  2010-12-02 - Tags: texfair expositores

Texfair Home lançará moda-lar em fevereiro
Evento que acontecerá de 22 a 25 de fevereiro de 2011, em Blumenau, reunirá fabricantes dos segmentos de cama, mesa, banho, cortinas, tapetes de decoração.  2010-09-23 - Tags: fiacao tecelagem vestuario