Language
home » eventos »

Portugal Fashion Week

Tamanho do texto  A A A
Compartilhar

Malhas e moda masculina são atrativos do fashion business português

Mal terminaram os desfiles da Portugal Fashion Week, fashionistas, público convidado, estudantes de moda, e principalmente os buyers (compradores internacionais vindos do interior, da capital portuguesa e de países vizinhos ou interessados na moda lusitana, como Espanha e até Brasil) se direcionaram para outros dois importantes eventos que cobrem a Fileira Moda portuguesa localizados na região portuária da cidade do Porto Desde o dia 2, a cidade inteira respira moda. À noite, restaurantes e casas noturnas recebem estilistas, modelos, maquiadores, jornalistas e todo o staff envolvido na realização da Primeira Semana da Moda que começou com a Portugal Fashion Week e, dias 6 e 7, prosseguiu com a realização dos Salões Modtíssimo e Brand Up, focados no bussiness. Depois, será a vez de Lisboa arrematar a semana de eventos, como o disputado Moda Lisboa, de 8 a 12. Sem folga, imprensa e, agora, também os compradores povoaram a construção histórica do Edifício da Alfândega do Porto junto ao Rio Douro. Já no primeiro dia, logo após a abertura dos salões de negócios, mais desfiles. Desta vez de novos talentos que despontam em escolas públicas, técnicas ou profissionais do Porto. Novas gerações que se constituem na renovação e vigor da moda portuguesa. Também há fashion shows espaçados com um ?resumão? do que os visitantes poderão encontrar nos dois andares do prédio lotado com mais de expositores. No térreo, a 29ª. Edição do Modtíssimo apresentou estandes de algumas empresas têxteis de Portugal, acessórios/aviamentos para confecção, confecções especializadas em private label e serviços relazionados a este segmento. Já no espaço destinado à Brand Up, junto a outras grifes que compraram estandes, estiveram muitas marcas que desfilaram na Portugal Fashion como X&Y Couture, Pedro Waterland, Storytailors, Miguel Vieira e ID Values. É por ali que se avalia, literalmente, o aspecto vendável da coleção. Charmoso, arejado, bem organizado e com todos os módulos padronizados - com a mesma área e paredes relativamente baixas - o Brand Up estava movimentado no primeiro dia. E chamou a atenção para a excelência da malharia e do vestuário masculino. Por incrível que pareça, a maioria das marcas tem os olhos voltados primeiramente para o mercado externo. Espanha, Eslovênia e até Rússia e Nova Zelândia, estão interessados nos diferenciais da moda portuguesa. ?Os portugueses têm medo de arriscar. Só apostam no que está ganhando. Na moda é assim também: é mais fácil ver portugueses vestindo grifes internacionais do que valorizando as próprias marcas ou vestindo peças diferentes, que realmente fazem a marca?, explica o estilista Luis T, da grife X&Y Couture, presente ao evento. ?Felizmente, começamos a mudar. A indústria têxtil portuguesa atualmente vive um dilema: ou realmente muda e tenta buscar um caminho, ou fecha as portas?, diz. Trabalhando num esquema bastante incomum para os padrões portugueses, Luis T. está associado a uma empresa têxtil de malhas, forte no private label, mas que decidiu investir pesado na consolidação de uma marca própria. O estilista ganhou dois anos para dar identidade e ganhar o mercado com a marca X&Y Couture. Para a feira, levou o que havia mostrado no desfile do Portugal Fashion: malhas com estampados duplos e aplicações; flocados em estampas clássicas, costura dupla com pontos do avesso; tudo coordenado a sarjas e tricôs. E já comemora vendas até para a Rússia. No masculino, além dos clássicos costumes em lã, gravatas e acessórios, impecavelmente bem modelados, começa a surgir um segmento mais ousado. E fashion. Nuno Fonseca, representante comercial da Id Values, marca que também desfilou na Portugal Fashion, ressalta a falta de lojas específicas para a venda destes produtos em Portugal. A pequena coleção assinada pelo estilista Osvaldo Martins, traz tecidos diferenciados e aposta nos costumes e calças mais curtas e ajustadas. Tem ainda malhas cachecoeur e com decotes interessantes. Um costume, para consumidor final, custa a partir de EU 400. Se no mercado interno o desempenho ainda é tímido, países como Inglaterra, Rússia, Tóquio e África do Sul já demonstram interesse nas peças da Id Values. ?Queríamos reforçar a marca aqui dentro de Portugal, mas ainda há muita resistência. Desde o começo a aceitação foi maior no exterior?, diz Fonseca.

::Sobre o evento::

Criado em 1992, o Salão Modtíssimo começou como uma exposição restrita de tecidos estrangeiros, que acontecia no Hotel Solverde, em Espinho. Criado pela Selectiva Moda, composta pela Federation Française de la Maille e a APIM (Associação Portuguesa das Indústrias de Malha e de Confecção), desde a sua primeira feira tem vindo a aumentar o número de expositores todos os anos. A partir da 3ª edição, o salão mudou-se para a Exponor, em Matosinhos, e contou, a partir daí, com a participação de expositores portugueses dando, desta forma, o seu primeiro grande passo. Outro grande marco na breve história deste certame foi um acordo de parceria com a APT (Associação Portuguesa de Têxteis e Vestuário) e a ANIL (Associação Nacional dos Industriais de Lanifícios) a partir da 7ª edição. Foi um grande salto evolutivo e o Modtíssimo transformou-se no único salão de tecidos e acessórios em Portugal, pois passou a ter maioria de fabricantes nacionais a quem se juntaram, a partir da 12ª edição, os confeccionistas exclusivamente portugueses. A partir da 15ª edição, a Federation Française de la Maille cedeu a sua posição à APT e à APIM (desde 2003 fundidas na nova associação ATP), atualmente sócias da Associação Selectiva Moda que organiza o Modtíssimo, mantendo a parceria estratégica com a ANIL. A 27ª edição do evento (em Março de 2006) foi considerada uma ?grande virada? na história no único Salão de Tecidos e Acessórios, Confecção Portuguesa, Têxteis do Futuro e Curtumes português, uma vez que mudou de casa, indo para o coração do Porto. O Modtíssimo passa a realizar-se no Edifício da Alfândega do Porto, renovando toda a sua imagem e conceito. Outros parceiros de peso, que contribuem para que este certame se torne um encontro único da fileira têxtil no Sul da Europa, são o ICEP, PRIME, Exponor, Lycra Dupont e Trevira.

X&Y Couture: com o aval de uma empresa têxtil de malhas, o estilista Luis T. pretende fortalecer a marca dentro do mercado português e internacional, com foco em países vizinhos ou distantes como a Rússia e a Eslovênia
ID Values: modelagem slim e tecidos diferenciados são os destaques das pequenas coleções desenvolvidas pelo estilista Osvaldo Martins e que já podem ser encontradas na Inglaterra, Rússia, Japão e África do Sul.

Edição: Joni Anderson, em Porto, Portugal
Fonte: Vânia Canha, Modtissimo Portugal

O Portal Textília.net não autoriza a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo aqui publicado, sem prévia e expressa autorização. Infrações sujeitas a sanções.

Data de publicação: 08/03/2007

Conteúdo relacionado


Confira Calendário de desfiles da Portugal Fashion Week
Abaixo, confira a lista de e horários de desfiles dos estilistas...  2007-03-08

Última noite de Portugal Fashion Week tem elenco de luxo
O 20º Portugal Fashion encerra na segunda-feira...  2007-03-08

Malhas e moda masculina são atrativos do fashion business português
Mal terminaram os desfiles da Portugal Fashion Week...  2007-03-08

Portugal Fashion Week encerra com desfiles de ?filhos pródigos?
Noite das mais disputadas, o encerramento da Portugal Fashion Week ...  2007-03-06

Portugal Fashion Week reforça mercado de itens ?must have?
O que os portugueses chamam de Fileira Moda...  2007-03-06

Miguel Vieira
Miguel Vieira, estilista do Porto, que já desfilou por duas vezes na São Paulo Fashion Week...  2007-03-06

Jotex por Luis Buchinho
Desfile...  2007-03-05

Felipe Oliveira Baptista
Desfile...  2007-03-05

Pedro Waterland
Desfile...  2007-03-05

Marco Mesquita
Estilistas, Marco Mesquita, Pedro Waterland, Felipe Oliveira Baptista, Jotex por Luis Buchinho...  2007-03-05

Tenente Jeans José António Tenente
O jeanswear de José António Tenente apostou alto nas formas justas...  2007-03-05

StoryTailors
Primeiro dia de Desfile.  2007-03-05

Portugal Fashion inaugura primeira semana da moda portuguesa
A 20ª edição do Portugal Fashion inaugura, de 2 a 5 de Março...  2007-03-05

Portugal Fashion Week tem primeiro dia fashion com forte apelo comercial
Existe uma certa rivalidade entre as encantadoras cidade do Porto...  2007-03-05

Darling da moda portuguesa encerra Portugal Fashion Week
Radicado na França, Felipe Oliveira Baptista é o ?darling? atual  2007-03-05